Roteiro em Londres: 1, 3, 5 e 7 dias de atrações, passeios, pubs e programação

Em busca de um roteiro em Londres?

Então você chegou ao lugar certo. Neste post, você vai encontrar todas as dicas para criar uma programação de viagem para 1, 3, 5 e 7 dias na capital britânica.

Nas próximas linhas, vamos citar as principais atrações, todos os pontos turísticos (e os não tão turísticos), os pubs mais históricos e os mais populares, os melhores bares de 2018, as feirinhas de rua, os Parques Reais, os palácios, castelos, refúgios da Família Real e todos os segredos de Londres, a capital do planeta.

Além de toda a programação para o seu roteiro em Londres, também ajudamos você a planejar seus gastos, comprar ingressos antecipados para as atrações, entender o sistema de transporte público (você vai se apaixonar pelo metrô, o famoso tube), reservar o hotel com o melhor custo-benefício e muito mais.

Preparado para embarcar com o Mapa de Londres no melhor roteiro de sua vida?

Roteiro em Londres: 9 atrações que não podem faltar

A seguir, vamos listar nove atrações que devem entrar no seu roteiro de Londres, mesmo que seja para admirar ao longe.

São aquelas normalmente descritas como “imperdíveis”:

  1. Big Ben e Palácio de Westminster
  2. London Eye
  3. Torre de Londres
  4. Palácio de Buckingham
  5. Regent’s Park
  6. Trafalgar Square e National Gallery
  7. Museu Britânico
  8. Camden Town
  9. Metrô de Londres (sim, o metrô!!).

OK, agora você tem uma listinha.

Mas vai descobrir nas próximas linhas que pode perder o que quiser dessas atrações imperdíveis – e ainda assim encontrar uma Londres para se apaixonar.

Roteiro em Londres: passo a passo

London Eye à noite
London Eye deve fazer parte do seu roteiro em Londres. Foto: Mapa de Londres

A seguir, você vai ver, passo a passo, como montar o seu roteiro em Londres.

Depois dessas dicas iniciais, vamos apresentar três sugestões de roteiros completos e, no fim, o roteirão do Mapa de Londres, que é acompanhado por guias especiais de lojas, bares, pubs, casas de chá, ingressos de atrações e imigração.

Roteiro em Londres

Quantos dias no roteiro de Londres?

A definição do roteiro em Londres depende, obviamente, do número de dias na cidade e das preferências do viajante.

Nós recomendamos um mínimo de 7 dias. Com esse tempo, você consegue passear bastante e fazer um roteiro recheado das atrações mais e menos turísticas e ainda curtir bons pubs e até uma ida ao teatro.

Mas a gente sabe: é difícil ficar tanto tempo em uma cidade só, né?

Como os países europeus ficam próximos uns dos outros, dá vontade de aproveitar ao máximo o continente pipocando por tudo que é canto.

Tudo bem, um dia você volta pra cá 🙂

De qualquer forma, a definição do tempo que você terá em Londres precisa ser o mais exata possível. O dia da chegada e o dia da volta não contam como dias completos, ok? Isso é muito importante, especialmente em uma cidade do tamanho da capital britânica.

Por isso, o roteiro em Londres, talvez mais do que em qualquer outra cidade, precisa de bastante planejamento. Não para ser seguido à risca, claro, mas para que você possa aproveitar ao máximo.

Lembre-se: o melhor improviso em um roteiro é aquele feito sobre uma base sólida de informações.

Roteiro também depende do aeroporto

Para que essa questão fique mais clara na sua programação, verifique o aeroporto de chegada e partida de Londres.

O maior dos aeroportos, o Heathrow, por exemplo, se situa a aproximadamente uma hora do centro da cidade (e provavelmente do seu hotel).

Mas, devido ao seu tamanho e à rigidez da imigração, é preciso considerar (exagerando) em torno de três horas para sair do avião e chegar a sua hospedagem.

Se o seu aeroporto não for Heathrow, a situação pode ser ainda mais complicada. Nesse caso, verifique nosso guia de aeroportos de Londres.

De onde começa o roteiro

Outro ponto essencial para construir seu roteiro é escolher seu hotel em Londres, de preferência na zona 1 ou 2 da cidade, que são as mais turísticas e centrais.

É a partir dessa referência que você poderá planejar seus deslocamentos com o transporte público e agrupar as atrações de acordo com sua localização geográfica.

Atrações essenciais para o roteiro

A parte mais difícil de criar um roteiro de viagem em Londres não é encontrar passeios, e sim excluir e deixar de fora da programação atrações aparentemente imperdíveis.

Por isso, depois de ler com atenção este post, visite nosso Guia de Pontos Turísticos para conferir tudo que Londres tem a oferecer.

Dica mais importante para o roteiro

A melhor dica ao montar seu roteiro em Londres é esquecer daquelas “atrações obrigatórias” que seus amigos vão indicar.

Se você não tem vontade de conferir de perto a Troca da Guarda ou entrar no Museu Britânico, adivinhe: não tem problema. Londres é tão grande, e tão sensacional, que há uma Londres para todo mundo.

Você pode respirar cultura em cada uma das ruas de Londres e não entrar em um museu sequer.

Você pode beber todo o álcool do mundo em bares de tirar o fôlego e nem pisar dentro de um pub britânico.

Você pode criar um roteiro sem nada que lembre turismo (alou, Big Ben) e se concentrar apenas nos lugares mais exóticos, peculiares e underground da cidade.

E pode deixar toda essa excentricidade de lado e embarcar de cabeça tentando encontrar aquelas atrações e passeios que mais fazem sentido para você, sem se preocupar tanto com as fotos para o Instagram.

Existe uma Londres para todo mundo e, a partir das próximas linhas, você vai encontrar a sua.

Roteiro de 1 dia em Londres

Westminster
Westminster: patrimônio da humanidade e símbolo da força do governo britânico. Foto: iStock, Getty Images

Um dia em Londres é loucura. Se você puder mudar esse planejamento, esta é a hora.

Você não vai conseguir nem entender o que está acontecendo ao sair do Heathrow. De qualquer forma, não cabe aqui a censura, e sim a compreensão: vá para a estação de Westminster (Jubilee, District e Circle Lines) e comece o seu passeio por ali.

Ao lado da estação, você vai dar de cara com o Big Ben, com a Abadia de Westminster e, logo adiante, com a London Eye e o Rio Tâmisa.

Dependendo do tempo, voltando pela ponte em direção à abadia, você pode seguir em frente para passar pela histórica região de Whitehall e depois pelo Parque Real mais antigo de Londres, o St James, e então chegar ao Palácio de Buckingham.

A partir dali, mais uma vez de olho no relógio, há o Green Park a alguns passos e, seguindo pela The Mall, aquela avenida central que dá de cara para o palácio, você pode caminhar alguns minutos para chegar até a Trafalgar Square, a principal praça de Londres.

É lá onde está a coluna do Almirante Nelson, herói da Batalha de Trafalgar (que derrotou as forças Napoleônicas). Em baixo, de guarda, estão leões de bronze (inspirados em leões de verdade que ficavam na Torre de Londres).

Nessa mesma praça, está a National Gallery, uma das mais importantes galerias de arte do mundo. Lá estão alguns dos quadros mais famosos, como um dos exemplares dos Girassóis de Van Gogh e muitas pinturas dos italianos renascentistas. O próprio museu é uma obra de arte, e tem entrada gratuita.

Mas cuidado: que horas são? Se ainda tiver tempo, você está perto da Piccadilly Circus (uma esquina com Oxford Circus e Regent Street, duas das grandes ruas com lojas de grifes) e da Leicester Square (praça com teatros, bares, pubs e cafés).

Lembre ainda de considerar bem o tempo que você vai perder passando pela imigração no Heathrow, pegando as malas e viajando de trem ou metrô até a área central da cidade. Depois você precisa voltar para pegar o voo, e esse é um dos maiores aeroportos do mundo. Cuidado!

Roteiro de 3 dias em Londres

Se você tem só 3 ou 4 dias na cidade, você precisa se preocupar mais com o que cortar do roteiro do que com o que incluir.

Porque atrações não faltam, você sabe. Então, quais são as imperdíveis e como organizar o itinerário?

Dia 1 em Londres

Westminster
Westminster: patrimônio da humanidade e símbolo da força do governo britânico. Foto: iStock, Getty Images

Para os apressados, que vão ficar pouquinho tempo em Londres, vale a pena dedicar um dia inteiro a Westminster, aquele distrito ligado à Realeza Britânica.

Para isso, pegue o metrô até a estação de Westminster (Circle, District e Jubilee Lines). Ao sair da estação e olhar para o lado, mantenha a calma: você vai dar de cara com o Big Ben. E a sensação é indescritível.

Ainda mais quando você passar os olhos pelo que está adiante: a Westminster Bridge, o Tâmisa e a London Eye ao fundo. Uau, bela visão.

Mas você não tem tempo. Então corra para ver ainda a Abadia de Westminster,  local de coroação da monarquia, a estátua do Winston Churchill na Parliament Square e depois o parque real St James’s Park (onde os esquilos são amigáveis), o Palácio de Buckingham, a Trafalgar Square (principal praça de Londres) e a National Gallery, uma das galerias de arte mais importantes do mundo.

Para fechar o dia, que tal um passeio em Leicester Square, seus teatros e pubs?

Dia 2 em Londres

Torre de Londres foi erigida na invasão normanda. Foto: Mapa de Londres
Torre de Londres foi erigida na invasão normanda. Foto: Mapa de Londres

Este dia será dedicado à City of London, berço histórico de Londres, e seus arredores.

Para isso, pegue o metrô para Tower Hill (Circle e District Lines) e rume para a Torre de Londres, um antro de histórias que remonta à invasão normanda 1 mil anos atrás e guarda as Joias da Coroa. Ao lado você encontra a All Hallows By The Tower, a igreja mais antiga da City of London.

Depois você desce para o Tâmisa para ver a belíssima Tower Bridge, ponte com traços arquitetônicos inspirados na Torre. Dali você pode fazer um passeio pelas margens do Tâmisa, visitar o Monumento ao Grande Incêndio de Londres e a St Paul’s Cathedral, sede do bispo de Londres e marco da reconstrução da cidade após o Great Fire de 1666.

De frente para a St Paul’s está a Millennium Bridge, aquela ponte futurista que já figurou em inúmeros longas, incluindo filmes de 007 e Harry Potter. E atravessando a ponte, você encontra a galeria de arte moderna Tate Modern e o Shakespeare’s Globe, o teatro de Shakespeare.

No fim do dia, você pode caminhar até a OXO Tower e curtir a noite jantando com uma belíssima vista de Londres.

Dia 3 em Londres

Museu Britânico tem entrada gratuita em Londres. Foto: Mapa de Londres
Museu Britânico tem entrada gratuita em Londres. Foto: Mapa de Londres

Opa, este já é o seu último dia em Londres? Será que ainda não dá tempo de mudar de ideia?

É bom lembrar que você ainda não viu Piccadilly Circus, não conheceu o Museu Britânico, não chegou nem perto dos museus da guerra, não pegou um barco até Greenwich, não se assustou com as figuras de Camden Town, não esteve no parque real mais bonito de Londres (Regent’s Park), não deu uma voltinha na feirinha de Portobello Market, em Notting Hill, não entrou no Palácio de Westminster e deixou de fora do itinerário um monte de pubs, museus e restaurantes bacanas.

Talvez você precise ficar mais tempo… 🙂

Roteiro de 5 dias em Londres

Veja abaixo o esboço de uma programação para cinco dias em Londres.

Dia 1 em Londres

Foto: Mapa de Londres
Westminster do alto da London Eye. Foto: Mapa de Londres

Hoje é dia de concentrar suas atenções em Westminster. Para isso, pegue o metrô até a estação de Westminster, servida pelas linhas District, Circle e Jubilee. Olhe para o lado ao sair da estação: sim, aquele é o Big Ben. Você acaba de pisar no pedaço de terra com a maior quantidade de atrações no planeta. Exagero? Talvez.

Saindo da estação e mirando o Big Ben, você pode dobrar à esquerda para passar pela Westminster Bridge e visitar a London Eye, a London Dungeon, o Aquário de Londres e a Queen’s Walk no Southbank.

Depois pode seguir a pé para o Museu Imperial da Guerra ou voltar pela ponte para visitar, em poucos metros, a Abadia de Westminster, a St Margaret’s Church ao lado e a estátua de Churchill na Parliament Square. Depois dá para caminhar até St James’s Park e o Palácio de Buckingham.

Lembre que a Troca da Guarda na frente do Palácio de Buckingham ocorre pela manhã diariamente no verão e em dias alternados no restante do ano. É considerada uma atração “obrigatória”, mas você vai ver menos do que gostaria e vai disputar espaço com centenas de turistas que se amontoam no local.

Dependendo das suas escolhas e da sua velocidade, ainda sobra tempo para passar pela The Mall, a rua que dá direto no Monumento da Rainha Vitória, e chegar à Trafalgar Square, a principal praça de Londres. Ali fica a Coluna de Nelson, um monumento ao herói de guerra, e a National Gallery, uma das galerias de arte mais importantes do mundo.

Dia 2 em Londres

St Paul's Cathedral da Millennium Bridge
St Paul’s Cathedral da Millennium Bridge. Foto: Mapa de Londres

Que tal conhecer o berço histórico de Londres? Pegue o metrô para a estação St Paul’s, servida pela Central Line. Pronto, agora você está na City of London, o distrito financeiro da cidade, ocupado 2 mil anos atrás pelos romanos, um reduto com status de City e direitos especiais, como um prefeito e uma polícia próprios.

Aqui você pode conhecer a St Paul’s Cathedral, um dos cartões postais de Londres, arquitetada por Sir Christopher Wren e sede do bispo de Londres. Depois você pode visitar o Museu de Londres, que conta a história da cidade, passar pelo Banco da Inglaterra e pelo Monument, um monumento para lembrar o Grande Incêndio de 1666.

De frente para a St Paul’s está a Millennium Bridge, aquela ponte futurista que já apareceu em um monte de filmes. Se você atravessá-la, dá de cara com a Tate Modern, a galeria de arte moderna, e o Shakespeare’s Globe, o teatro de Shakespeare.

Aproveite para fazer um passeio a pé pelas margens do Tâmisa em direção à Tower Bridge e, ali pertinho, Torre de Londres.

Dia 3 em Londres

Regent's Park
Regent’s Park é o mais belo Royal Park. Foto: Mapa de Londres

Que tal explorar o Parque Real mais bonito da cidade? É dia de conhecer o Regent’s Park. Para isso, pegue o metrô para Baker Street, que é servido pelas linhas Circle, Hammersmith & City, Metropolitan, Bakerloo e Jubilee.

Bom, a própria estação de Baker Street já é uma atração bem bacana. Para os fãs de Sherlock Holmes, dois alertas: fiquem ligados na decoração das paredes – o detetive mais famoso do mundo figura em algumas delas; na saída da estação, procure a estátua do personagem para tirar uma foto 🙂

E para os aficionados pela história de Londres, a Baker Street é uma das estações originais do primeiro metrô do mundo, lá de 1863.

Por aqui, você encontra o museu de Sherlock Holmes, que recria a residência do detetive, o parque Regent’s Park, o museu de cera Madame Tussauds e uma das maiores lojas dos Beatles em Londres, cheia de preciosidades.

Da estação de Baker Street, no fim do dia, você pode pegar a Jubilee Line para St John’s Wood e visitar a Abbey Road dos Beatles.

Dia 4 em Londres

Estúdio Warner Bros é onde foram rodados os filmes de Harry Potter. Foto: Mapa de Londres
Estúdio Warner Bros é onde foram rodados os filmes de Harry Potter. Foto: Mapa de Londres

Se você viajar com crianças, que tal criar um roteiro especial para elas? Tipo um dia mágico, em que elas vão se divertir do início ao fim da programação?

Nesse caso, Harry Potter certamente vem à mente, não? Em Londres, você pode visitar o estúdio onde foram filmados os longas da série do bruxinho mais famoso do mundo. Para isso, é necessário comprar ingresso com (grande) antecedência e dedicar um turno inteiro para o passeio, já que a Warner Bros fica razoavelmente distante do centro de Londres. Além do estúdio, você pode conferir de perto a plataforma 9¾, em King’s Cross.

Fugindo um pouco do Harry Potter, também há muito o que fazer com as crianças em Londres. Se você pegar o metrô para South Kensington, servida pelas linhas District, Circle e Piccadilly, você vai dar de cara com dois museus bem interessantes para os pequenos: o Science Museum, cheio de interatividades e curiosidades da ciência, e o Museu de História Natural, com dinossauros e mamíferos gigantescos em tamanho real. Para os papais, o outro museu da Exhibition Road é o Victoria & Albert, com uma coleção incrível de moda, arte e design.

Para fechar o dia (há tempo ainda? Provavelmente, não), tem duas lojas que precisam constar no roteiro das crianças em Londres: a Hamleys, a maior loja de brinquedos do mundo, em Regent Street, e a M&M’s World, a maior loja de doces de Londres, em Leicester Square.

Dia 5 em Londres

Camden Town. Foto: Gustavo Heldt, MdM
Em Camden Town, o estranho é você. Foto: Mapa de Londres

A gente avisou que 5 dias não era tanto assim, né? Bom, esse é o último dia na cidade, e ainda faltou muita coisa nesse roteiro. Agora passamos a bola para você: feiras de Camden Town, Notting Hill, Greenwich, Museu Britânico, comprasIt’s up to you 😉

Roteiro de 7 dias em Londres

Agora, sim. Em um roteiro de 7 dias em Londres, você terá tempo de sobra para explorar a capital britânica e aproveitar o melhor das atrações.

Isso não quer dizer que você verá tudo, mas que você terá uma noção muito melhor da cidade.

E que poderá, no futuro, voltar com a tranquilidade de já ter conhecido todo o essencial (para uma primeira viagem) e poder se concentrar pontualmente apenas nos lugares que você ainda quer visitar.

Você vai perceber, provavelmente, que nessa correria toda nem falamos na Troca da Guarda no Palácio de Buckingham, nem no Museu Imperial da Guerra, nem no Churchill War Rooms, nem em muitos outros passeios interessantes.

Tudo bem. Não importa o roteiro, a gente tem certeza apenas de uma coisa: você vai deixar Londres já pensando em quando vai voltar para cá 🙂

Para rechear esses dias extras do roteiro em Londres, preparamos uma lista com alguns dos passeios que ficam de fora de uma programação mais enxuta:

  • Hampstead e Hampstead Heath: um passeio idílico por uma região nobre, verde e encantadora ao Norte de Londres
  • Castelo de Windsor: o maior e mais antigo castelo habitado do mundo fica a apenas uma hora de trem ou ônibus de Londres
  • Visita ao Parlamento: fazer o passeio pela Câmara dos Comuns e dos Lordes, no Palácio de Westminster, é uma imersão completa na democracia e no sistema político do Reino Unido
  • Kew Gardens: o Jardim Botânico Real tem 120 hectares de plantas, flores e verde
  • Bares de Londres: nos pubs, você certamente já entrou. Mas já pensou em visitar um bar que simula uma estação de metrô dos anos 1940 ou o Sky Garden, um bar nas alturas com vista para toda a Londres?
  • Borough Market: este mercado de rua é um dos mais divertidos e saborosos de Londres, já que conta com comidas, bebidas e aromas de todas as partes do mundo
  • Museu de Londres: para os apaixonados pela capital britânica, conhecer o Museu de Londres é um passeio incrível (e gratuito)
  • National Portrait Gallery: esta é uma galeria colada à National Gallery, na Leicester Square. A diferença é que aqui são expostos apenas retratos de algumas das personalidades mais reconhecidas do planeta. Vale a pena.

E aqui fica o convite para você conhecer nosso roteiro completo, que inclui uma planilha para você personalizar a sua programação de acordo com os dias disponíveis e seis guias com as melhores dicas para sua viagem.

Roteiro em Londres

A verdade é que roteiros prontos não fazem bem para o viajante. Você precisa ir além de um itinerário estático.

Do contrário, vai visitar a Londres de outras pessoas, e não a sua. Acredite: vale muito a pena pesquisar um pouco sobre a cidade e criar a sua própria programação.

Pensando nisso, criamos um guia para quem vai ficar até 7 dias em Londres. Mas ele não foi feito para ser seguido sem questionamentos.

Nosso e-book foi criado para servir de base para a sua jornada na capital britânica. Ele vai inspirá-lo e ajudá-lo a criar uma programação com a sua cara.

Para isso, ao baixar o guia, você recebe uma planilha personalizável com o itinerário e os principais dados das atrações. Assim você adapta o roteiro e cria uma viagem única.

Com o Roteiro do Mapa de Londres, você terá um guia passo a passo para visitar os tradicionais pontos turísticos, as atrações nem tão convencionais e ainda verá como chegar em cada um dos lugares, sempre com indicação de deslocamentos, sugestões de pubs pelo caminho e tudo que você precisa para se preparar para a viagem.

Mas este não é apenas um passo a passo para que você possa desvendar o melhor da capital britânica.

Além do roteiro e da planilha, você ainda leva 6 guias para se virar sem problemas na sua viagem:

  1. Guia do Transporte: como usar metrô e Londres na sua viagem (quanto colocar no Oyster Card, por exemplo)
  2. Guia dos Ingressos: como comprar ingressos com até 50% de desconto (combos, promoções e 2 for 1)
  3. Comer, Beber e Comprar 2018: indicações precisas e atualizadas para você curtir o melhor de Londres. São 7 pubs, 3 bares, 5 cafés, 5 chás da tarde, 5 restaurantes e 7 lojas
  4. Guia das Estações: Quer se programar a partir das estações de metrô? Este guia traz todas as estações das zonas 1 e 2 acompanhados das atrações que ficam perto de cada uma delas
  5. Guia da Hospedagem: um passo a passo para você encontrar o melhor hotel em Londres
  6. Guia da Imigração: o que falar e o que esperar da entrevista na imigração para entrar tranquilo.

* Atualizado em maio de 2018. Você tem direito a todas as atualizações do guia. O roteiro tem sido atualizado duas vezes por ano.

Clique na imagem abaixo para saber mais sobre o guia:

Roteiro em Londres