Intercâmbio em Londres: passo a passo

Intercâmbio em Londres: passo a passo

Um intercâmbio em Londres é certamente umas das melhores experiências de vida e um ótimo investimento no futuro. O sonho, que engloba conhecer uma nova cultura e aprimorar o inglês, abre portas para uma carreira profissional de sucesso. Por isso, o Mapa de Londres reúne aqui algumas dicas que irão ajudar você a se dar bem na sua viagem de estudos à capital britânica.

Quanto custa o intercâmbio em Londres

O cálculo oficial da Imigração para o custo de vida em Londres é que o estudante precisa em média de 1 mil libras por mês para viver na cidade. Essa estimativa de custo mensal para um intercâmbio em Londres considera todas as despesas básicas, como acomodação, alimentação, transporte, contas e alguns extras, como passeios e visitas turísticas.

Estudar em Londres

Vale lembrar que, em reais, todas essas despesas vão variar bastante dependendo da cotação da libra. Por isso, é bom ficar de olho nas alterações da moeda inglesa para escolher o momento certo do seu intercâmbio (vamos falar um pouquinho sobre isso mais adiante).

Em termos de custos do curso, tudo também depende de uma série de variáveis. Por exemplo: a escola em questão, a duração do intercâmbio e o nível que você está fazendo (há modalidades específicas preparatórias para provas de proficiência, outras focadas em inglês jurídico ou para negócios, por exemplo).

Para fazer um curso básico de inglês intensivo, por cerca de um mês (em uma escola credenciada), você precisa estar preparado para gastar algo em torno de R$ 5.000. É um investimento, sim. Mas pode apostar que compensa. 👌

Como escolher a escola em Londres

É importante pesquisar bem sobre as escolas credenciadas pelo British Council. Também é importante se informar sobre quais são os melhores locais de acomodação em Londres, como funciona o sistema de transportes na cidade e quais as linhas de metrô ou ônibus vão ser mais utilizadas por você.

Foto: Mapa de Londres
Passes de metrô facilitam vida do estudante. Foto: Mapa de Londres

Escolas de inglês em Londres

Definir a escola onde você vai realizar o intercâmbio é sempre muito especial. Por isso, a dica é pesquisar bastante antes de fazer a escolha. A primeira dica nós já demos: procure aquelas que são credenciadas com o selo de qualidade do British Council. Você vai constatar que há várias alternativas à disposição.

A parte mais divertida é olhar as fotos das escolas, pesquisar sobre como funciona a dinâmica das aulas e até observar o feedback de alunos que já passaram por ali (no site ou página do Facebook). Lembre-se, também, de investigar a localização e outros detalhes importantes, como se a acomodação já está inclusa no valor do pacote.

Uma dica que nós costumamos dar por aqui é: não procure uma escola que já esteja cheia de brasileiros. A parte mais bacana de estudar inglês no exterior é, justamente, entrar em contato com outros sotaques e culturas na hora de falar. Não fique na zona de conforto, procure interagir com pessoas de outras etnias.

Se você quiser saber mais sobre opções de escolas de inglês, dê uma espiada neste artigo: “As melhores escolas de inglês em Londres”.

Escolas de inglês na Inglaterra

Se você está com o orçamento apertado, mas não quer abrir mão de um intercâmbio, uma dica é pesquisar outras escolas credenciadas espalhadas pela Inglaterra – não especificamente em Londres. Um curso na capital, pelo custo de vida mais elevado, geralmente acaba saindo mais caro do que no interior.

E sabe o que é o melhor? A Inglaterra é repleta de cidades incríveis e a maioria delas fica a um pulinho de trem (ou ônibus) da capital, que você pode visitar com tranquilidade nos fins de semana. Podemos citar alguns exemplos como Brighton, no sul do país, uma cidade praiana com ótimas escolas – e a apenas 50 minutinhos de Londres.

Outras cidades interessantes e relativamente próximas da capital inglesa são Cambridge, Oxford e Nottingham. Se quiser saber mais um pouquinho sobre elas, confira este artigo: “Intercâmbio na Inglaterra: 4 destinos que cabem no orçamento”.

A imigração de Londres

Um dos principais temores de quem vai a Londres é a passagem pela imigração. Mas não há motivo para pânico. O papel da Imigração é, basicamente, fazer perguntas. As mais ouvidas são: o que veio fazer, onde vai morar, se tem dinheiro pra se sustentar. No final do curso é importante mostrar a passagem de saída da Inglaterra.

Normalmente não é necessário ter nenhuma preocupação especial com a Imigração na chegada, desde que você esteja preparado e tenha, de fato, a intenção de estudar (e não trabalhar) em Londres. Permaneça calmo e apenas responda, de forma clara e objetiva, os questionamentos feitos.

Para que tudo ocorra bem, sugerimos que você tenha em mãos também uma pastinha para colocar eventuais documentos que comprovem o motivo de sua visita ao país (por exemplo: comprovantes de passagens, hospedagem e da escola onde vai estudar). Neste artigo, “Dicas para a imigração de Londres”, você encontra vááárias sugestões para se preparar para esse momento e ficar menos ansioso.

Dinheiro

Para o seu intercâmbio em Londres, é importante trazer uma quantia em espécie para os gastos diários. Cartões de débito e crédito e um extrato oficial e atualizado da sua conta bancária no Brasil, comprovando fundos compatíveis com a duração da sua estada na Inglaterra, também são importantes.

Visto

Brasileiros não precisam de visto prévio para estudar na Inglaterra por até seis meses. Se o curso em Londres for maior do que 6 meses ou se for um curso superior em uma universidade britânica, será preciso aplicar para o visto de estudante antes da viagem.

É o seu caso? Então dê uma espiada nas orientações abaixo.

Visto para estudar na Inglaterra: como conseguir?

O visto para estudantes que vão permanecer por mais de seis meses na Inglaterra se chama Tier 4. Trata-se de um documento que precisa ser emitido no Brasil, em um Consulado da Inglaterra, antes da viagem. A boa notícia é que os portadores desse visto também podem trabalhar no país (20 horas semanais em período letivo, de acordo com a legislação). Já é uma forma de ajudar a custear as despesas.

Para obter o Tier 4, porém, é preciso preencher uma série de requisitos e apresentar diversos documentos ao Consulado. Você precisará comprovar que sabe falar inglês através de um teste (IELTS ou CAS, dependendo da escola) e apresentar uma carta de admissão às autoridades, para comprovar o vínculo de estudante.

O início do processo é feito através do site do governo, no qual você deve preencher um formulário com a solicitação do visto. Depois, é preciso imprimir esse documento e levá-lo ao Consulado brasileiro mais próximo, munido também de seu passaporte válido e da documentação de suporte financeiro.

A aprovação do visto depende, exclusivamente, das informações contidas no formulário, dos documentos de apoio e de seu histórico de imigração. Se você ainda tiver alguma dúvida quanto ao processo, confira este artigo bem específico sobre o Tier 4: “É possível estudar e trabalhar na Inglaterra? Descubra”.

Duração do intercâmbio em Londres

Aprender uma nova língua leva anos. A grande vantagem de aprender inglês em Londres é que você é obrigado a praticar o tempo todo, seja durante as aulas na escola ou nas atividades sociais e culturais que participa com os outros estudantes e professores da escola. Em um intercâmbio em Londres, você pode viver uma “imersão total” na língua inglesa – desde que não se cerque de brasileiros, claro.

– 6 meses de curso regular – aproveitando as regras atuais da Imigração, pois não é necessário aplicar para um visto prévio antes da viagem e as escolas tem ótimas promoções para cursos dessa duração.

– 1 ou 2 meses de curso intensivo – para quem trabalha ou estuda e quer aproveitar as férias para dar uma rápida melhorada no nível de inglês.

Opções de intercâmbio em Londres

Se você está entre o nível Básico e o Intermediário, a melhor opção é o curso de Inglês Geral, com carga horária que varia entre 15 e 30 horas por semana. Ele é o curso indicado para quem precisa elevar o nível rapidamente.

Quem já está no nível Intermediário, o chamado de B1 pelos padrões europeus, tem mais possibilidades de cursos. Além do Inglês Geral e do Inglês para Negócios, existem cursos de preparação para exames oficiais do idioma e assuntos específicos, como o inglês focado nas áreas do Direito, Medicina, Aviação, entre outras.

Para cursos de nível superior de graduação ou pós nas universidades britânicas ou cursos de MBA, é necessário ter um nível Avançado de Inglês, comprovado com um exame oficial, como o IELTS.

Agência de intercâmbio em Londres

Você não precisa contratar uma agência de intercâmbio para o intercâmbio em Londres. É possível negociar diretamente com a escola, comprar passagem, reservar acomodação e se preocupar com o visto por conta própria.

Mas o Mapa de Londres recomenda que você conheça o serviço da Global Active Study (GAS), uma empresa brasileira que ajuda com cada detalhe de sua viagem. O diretor da agência, Luciano Baldauf, realiza esse trabalho há muitos anos, com qualidade, dedicação e centenas de casos de sucesso.

Este material de orientação, por exemplo, foi criado em parceria com o Luciano, conhecido pela atenção aos estudantes e a preocupação em garantir o melhor intercâmbio em Londres a cada um dos viajantes.

Saiba um pouquinho mais sobre a GAS e uma excelente promoção para estudar inglês em Londres abaixo:

Estudar em Londres

O que você aprende estudando em Londres

Estudar inglês em Londres é um constante aprendizado. Para início de conversa, você sabia que a Inglaterra é o país berço do inglês? A língua, que hoje é uma das mais faladas no mundo, nasceu de uma profusão de diferentes povos que já habitaram a região da Grã-Bretanha. Estudar aqui, portanto, é uma forma de entrar em contato com a essência do idioma.

Outra vantagem é que Londres é uma metrópole imensa e cosmopolita. Se você acha que vai encontrar apenas ingleses pelas ruas, está enganado: há estrangeiros de vários cantos do mundo na capital, o que possibilita ao estudante entrar em contato com diferentes sotaques (e culturas). Uma experiência sem precedentes.

Por fim, vale destacar que Londres exala cultura por todos os lados. Estamos falando do país de Shakespeare e The Beatles, for God’s sake. Você não vai aprender inglês apenas no dia a dia e na escola. Vai aprender através da arte, da música, dos museus, das galerias, dos teatros. O que é simplesmente magnífico, concorda?

Como é estudar em Londres?

Explicar a experiência de estudar em Londres é difícil apenas através de palavras. Mas você já imaginou ter a possibilidade de sair da sala de aula e relaxar em um parque incrível como o Regent’s Park ou o Hyde Park? Ou então dar uma voltinha na London Eye? Ou mesmo contemplar as belezas do Palácio de Westminster junto ao rio Tâmisa?

Londres é inesgotável em atrações. Isso significa que sempre terá alguma programação interessante para quando a hora de estudar acaba (algumas escolas inclusive disponibilizam opções). Explorar bairros como Notting Hill ou Camden Town, museus como o Tate Modern e a National Gallery, curtir os restaurantes e pubs…pode ter certeza de que oportunidades para curtir a cidade e fazer novos amigos não vão faltar.

Intercâmbio na Inglaterra: o momento ideal

Agora que você já sabe todos os detalhes para fazer um intercâmbio na Inglaterra, resta uma última pergunta: como descobrir qual é o momento ideal para fazer esse investimento? Bem, como já falamos, os valores podem aumentar ou diminuir – sempre de acordo com a cotação da libra. E, se depender disso, a melhor hora é…agora.

Após o Brexit, a queda na libra foi extremamente significativa. Em 2016, a moeda britânica entrou em queda livre e teve a maior baixa sobre o dólar dos últimos 31 anos. Para se ter uma ideia da dimensão, em setembro de 2015, uma libra valia nada menos que R$ 6,36. No mesmo período em 2016, estava valendo R$ 3,91.

Até que a situação econômica no Reino Unido se estabilize, a libra pode decair ainda mais. Portanto, se você pretende fazer um intercâmbio sem ter que converter suas compras multiplicando por quatro, agora é o momento.

E aí, curtiu as dicas para fazer um intercâmbio em Londres? O artigo foi útil? Restou alguma dúvida? Comente! 😉

Leia também

Perguntas e respostas para o seu intercâmbio

Por que estudar em Londres?

Relatos de intercâmbio

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

11 comentários

  1. Olá, gostaria de saber se por exemplo, eu possuir uma oportunidade de emprego que possa conciliar com estudo de inglês eu conseguiria ? se possivel qual tipo de visto deveria tirar ?

    Abraço

  2. Olá. Espero que me ajudem pois to com uma dúvida terrível faz meses já. iria fazer intercâmbio para aprender inglês , mas andei pensando e minha dúvida é: consigo aprender inglês somente convivendo lá ? Tipo lendo livros, estudando em casa msm. Iria economizar mt desta forma…