London Eye: ingressos, fotos e história

ANÚNCIO

A London Eye é a quarta maior roda-gigante do mundo e um dos pontos turísticos mais disputados de Londres.

Ela possui 135 metros de altura e serve como um observatório da cidade. Foi construída para a celebração da virada do milênio e tinha um tempo de existência pré-programado de cinco anos.

ANÚNCIO

Porém, assim como a Torre Eiffel, de Paris, que também seria desmontada mais tarde, a London Eye tornou-se um marco e já faz parte da história como um grande monumento enraizado na paisagem de Londres.

Hoje é impossível viajar para Londres sem pensar em tirar fotos na London Eye e em seus arredores, à beira do Rio Tâmisa, pertinho do Palácio de Westminster e do Big Ben.

A London Eye iluminada à noite. Foto: Mapa de Londres
A London Eye iluminada à noite. Foto: Mapa de Londres

O que é a London Eye

A London Eye é uma roda-gigante que é realmente gigante. Em uma cidade maiúscula como Londres, é preciso ser enorme para chamar a atenção. E ela cumpre bem esse papel.

ANÚNCIO

Ela se situa no coração do poder em Londres, pertinho do Parlamento, à margem Sul do Rio Tâmisa.

Pode ser vista de todos os cantos e disputa com vigor a atenção do viajante que sai da estação de Westminster e dá de cara com o Big Ben.

O passeio na London Eye é bem importante para sua primeira visita a Londres, mas perde um pouco da graça com as reformas do Big Ben, sinceramente.

Ainda vale a pena, na nossa opinião, mas a espiada em direção ao Parlamento resulta em uma sensação de frustração.

De qualquer forma, flutuar por cima do Rio Tâmisa em uma das cápsulas neste passeio de meia hora oferece visões sensacionais de Londres e de alguns de seus prédios e construções, como a St Paul’s Cathedral e o Shard.

Onde fica a London Eye

A London Eye situa-se no South Bank, em Westminster, bem pertinho do Parlamento (onde fica o Big Ben), ao lado da London Dungeon e do Aquário de Londres. Para encontrá-la, basta descer na estação de Waterloo ou Westminster.

Encontre London Eye no mapa

Endereço: Riverside Building, County Hall, Westminster Bridge Road, London SE1 7PB

Estações de metrô: Waterloo (Bakerloo, Northern, Waterloo & City e Jubilee Lines) e Westminster (Jubilee, Circle e District Lines)

Passeio na London Eye

A London Eye é enorme: com 135 metros de altura, uma “voltinha” leva 30 minutos.

Em suas 32 cápsulas, a roda-gigante comporta até 800 pessoas a qualquer momento – 25 por unidade.

A movimentação lenta permite que o viajante embarque sem que a roda-gigante pare e favorece as fotos de dentro das cápsulas.

Dentro de cada uma, os passageiros ficam em pé e possuem visão 360 graus da cidade. O alvo preferido das câmeras é o Palácio de Westminster, que abriga o Parlamento e o Big Ben.

No fim da tarde e à noite, quando as luzes da cidade começam a aparecer, o passeio torna-se ainda mais bonito.

Horários

A London Eye abre pela manhã e fecha à noite. Os horários exatos variam conforme a época do ano. Entre junho e setembro, a visitação é estendida até mais tarde.

Confira: horários mês a mês. Observe também o período de janeira, quando ela suspende atividades para manutenção.

O Mapa de Londres recomenda o passeio no fim da tarde ou à noite

À noite, a London Eye se ilumina. Foto: Mapa de Londres
Cuidado com os horários da London Eye no fim do ano e em janeiro. Foto: Mapa de Londres

Ingressos para a London Eye

Existem vários tipos de ingresso para a London Eye: ingresso normal, fast track, cápsulas privativas, passeio com champanhe, roda-gigante + patinação no gelo (no inverno), entre muitos outros.

Como a roda-gigante é a atração paga mais visitada de Londres, recomendamos que você compre o ingresso antecipadamente – e de preferência fast track, para não parar na fila, se estiver na alta temporada.

Se você deixar para comprar na hora e ainda decidir adquirir o ingresso normal, pode parar na fila duas vezes: uma no caixa e uma na entrada da roda-gigante.

Só que uma família de quatro pessoas pode economizar mais de 50 libras se optar pelo ingresso normal, o standard. Então, na baixa (janeiro e fevereiro) e na média temporada (novembro, março e abril), dá para optar por essa entrada sem problema.

Ingressos e valores: no site oficial

Cada cápsula comporta até 25 pessoas. Foto: Mapa de Londres
Cada cápsula comporta até 25 pessoas. Foto: Mapa de Londres

Ingresso normal

Leve o e-mail de confirmação impresso, o cartão utilizado no pagamento e um documento de identificação. Quarenta e cinco minutos antes da hora marcada, você deve retirar seus ingressos no Collection Desk. Você será então encaminhado ao 4D Experience e, depois, à fila de embarque.

Fast track

Leve o e-mail de confirmação impresso, o cartão utilizado no pagamento e um documento de identificação. Quinze minutos antes da hora marcada, você deve retirar seus ingressos no Fast Track Desk. Você será então encaminhado ao 4D Experience e, depois, à fila de embarque.

Ingressos combinados

Se você quer ainda visitar o Madame Tussauds e o SEA LIFE London vale a pena acessar este link. Dá para comprar ingresso combinado para todas ou algumas delas e economizar até 35% do valor final.

Ingressos para as atrações de Londres

4D Experience

Todos os ingressos dão direito ao 4D Experience, uma sessão especial de cinema em quatro dimensões com a temática da London Eye. A experiência do 4D é bacana, mas nada que seja indispensável. Se não tiver tempo, não se preocupe.

Vale a pena andar na London Eye?

Anoitecer é uma das atrações na London Eye. Foto: Mapa de Londres
Anoitecer é uma das atrações na London Eye. Foto: Mapa de Londres

O ingresso da London Eye é caro, mas vale o investimento. Observar Westminster do alto é um prazer inenarrável.

Das cápsulas, pode-se vislumbrar a Westminster Bridge, o Parlamento, St Paul’s Cathedral e muito mais.

Para aproveitar ainda mais, reserve um dos últimos horários para o seu passeio, no fim da tarde ou início da noite, para que as luzes da cidade contribuam para os contornos das fotos.

Detalhe importante: um pouco do encanto da London Eye se perde até que as reformas do Big Ben sejam concluídas. A vista do Parlamento é um dos pontos altos do passeio.

Basta observar as fotos que mostraremos a seguir.

Melhor horário para a London Eye

Já estive na London Eye em três períodos distintos: manhã, tarde e noite.

Todas as vezes, vi uma Londres diferente: na primeira vez, tinha alguma névoa; na segunda, um belo entardecer e um início de pôr do sol e, na terceira, a escuridão da noite e as luzes de Westminster.

Acho que, se houver possibilidade de escolha, melhor ir o mais tarde possível.

Fotos para comparação

London Eye - Foto: Vincent Travi, Mapa de Londres
London Eye à tarde. Foto: Mapa de Londres
Big Ben da London Eye - Palácio de Westminster
E aí, qual você prefere? Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres

Por que ir mais tarde

A ideia é vislumbrar uma Londres diferente. Durante o dia, você pode conhecer Westminster em sua luz natural. À noite, amparado pelas luminárias artificiais e pelas sombras projetadas, você descobrirá um novo Big Ben (infelizmente em reformas neste momento) e uma nova London Eye – e verá novas formas em diversos outros elementos que antes passavam despercebidos.

London Eye em Westminster
Londres iluminada e, ao fundo, o Shard. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres
St Paul's Cathedral a partir da London Eye
E a St Paul’s Cathedral. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres
London Eye em Westminster
A noite em Westminster é perfeita para fotos. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres

Muitas vezes, o roteiro não possibilita grande flexibilidade de horários em todas as atrações.

Se não der para ir à noite, vá à tarde – ainda assim valerá a pena.

Além disso, no verão e na primavera, o início da noite ainda pode ser bem iluminado, e a proposta aqui é começar o passeio já com o mínimo de luz natural possível.

Lembre-se: dependendo da época, a roda-gigante fecha entre 20h e 22h.

Ingressos combinados (London Eye) com até 35% de descontos aqui!

Depois do passeio na London Eye

O passeio na London Eye dura 30 minutos. Depois você pode sair reto da fila na direção contrária ao rio e seguir aquelas luzinhas para tirar mais algumas fotos. Ó:

London Eye - Mapa de Londres
As luzes da London Eye. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres
London Eye - Mapa de Londres
Um caminho de luzes e flores até a London Eye. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres

Pronto?

Você já tirou fotos dentro e fora da London Eye. Mas ainda é possível encontrar outros dois bons ângulos para suas fotos noturnas da roda-gigante. Se tiver tempo, vá para a Westminster Bridge.

Da Ponte de Westminster

London Eye - Mapa de Londres
London Eye da Westminster Bridge. Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres

Do outro lado da ponte

Foto: Mapa de Londres
Sim, Londres é um parque de diversões. Foto: Mapa de Londres

E agora?

Bom, você pode tirar muito mais fotos, encerrar a noite ou ir para um pub.

História da London Eye

A London Eye recebe quase 4 milhões de visitantes todo ano. Mas nem sempre a receptividade a essa roda-gigante de 135 metros de altura foi positiva.

Na sua inauguração, em março de 2000, observadores mais conservadores temiam que o gigante de metal pudesse atrapalhar o panorama de Westminster, o centro do poder e da realeza da capital britânica.

Anos depois, o sucesso estrondoso da atração transformou o que seria uma estrutura temporária em um ícone londrino – cartão postal que serve de cenário para filmes, seriados e recordações de viagem.

Na década de 1990, vários projetos foram apresentados para marcar a transição do milênio em Londres.

O projeto da grande roda gigante foi escolhido e, mesmo depois de muitos percalços financeiros e algumas manifestações de repúdio contra o monumento, a London Eye saiu do papel e virou realidade.

Em 31 de Dezembro de 1999, a roda gigante deveria ser inaugurada. E foi.

Mas a primeira volta não carregava qualquer passageiro: uma das cabines não havia sido aprovada na inspeção de segurança. Antes disso, atrasos já haviam ocorrido devido a problemas na construção da estrutura.

Ainda hoje, os londrinos mais ortodoxos criticam a atração. Mas os turistas adoram.

Curiosidades sobre a London Eye

1. Em um dia claro, sem nuvens, o visitante pode observar 40 quilômetros à distância, o suficiente para enxergar o Castelo de Windsor.

2. The London Eye pode transportar 800 pessoas por rotação – o equivalente a 11 ônibus vermelhos de dois andares.

3. Experimente contar as cabines da roda-gigante. São 32, certo? Uma para cada distrito de Londres. Mas tente encontrar a número 13. Opa. Ela foi pulada para dar boa sorte.

4. Cada uma das cápsulas pesa 10 toneladas. O peso total da London Eye é de 2,1 mil toneladas, mais do que 1,2 mil Black Cabs somados.

5. Cada rotação leva meia hora. Nesse ritmo, os visitantes podem embarcar e desembarcar sem que a London Eye precise parar.

6. A London Eye é a terceira maior roda-gigante do mundo, com 135 metros de altura. Esse tamanho equivale a 64 cabines telefônicas vermelhas empilhadas uma em cima da outra.

7. Mais gente visita a London Eye todo ano do que maravilhas do mundo como o Taj Mahal, as Pirâmides de Giza e Stonehenge.

ANÚNCIO