15 Castelos medievais para visitar na Europa

15 Castelos medievais para visitar na Europa

0
Imagens de Londres: Torre de Londres à noite
Torre de Londres à noite é uma das belas imagens da capital britânica. Foto: Mapa de Londres

Alguns períodos da história deixaram verdadeiras relíquias a céu aberto para as gerações futuras. Esse é o caso dos castelos medievais da Europa. É praticamente impossível pensar em uma viagem pelos países europeus e não incluir no roteiro visitas aos imponentes castelos erguidos durante a Idade Média. E é para quem acalenta as imagens dessas fortalezas em suas próximas jornadas que nós vamos falar agora.

Várias civilizações construíram castelos e fortificações que se prestam mais ou menos às mesmas funções que os castelos da alta idade média européia (séculos 9 a 14), mas a construção mais difundida na cultura popular moderna são as dos castelos medievais da Europa. São eles que em geral são retratados em filmes e peças televisivas.

Provavelmente, quando você imagina um castelo, é um dos castelos medievais europeus que você visualiza mentalmente. Este texto vai mostrar o que são essas construções, seus aspectos arquitetônicos, históricos e militares.

E é claro, você vai conhecer também alguns dos principais castelos para visitar na Europa. A seguir, você vai encontrar boas ideias para seu próximo roteiro de viagem pelo Velho Continente.

O que eram os castelos medievais na Europa

Essas construções são objetos de muita curiosidade. O cinema está cheio de filmes, desde os mais fantásticos aos mais históricos, nos quais abundam construções e fortalezas que cumprem um papel importantíssimo em guerras e na vida social e econômica do reino.

Lembra daquelas cenas em que milhares de arqueiros se posicionavam na muralha do castelo para impedir a entrada de inimigos enquanto a ponte levadiça era içada para fechar a única entrada para a fortificação? Quantos filmes você já viu em que essa cena se repete? Com essa imagem em mente, vamos agora aos detalhes dessas construções.

Os primeiros castelos da Europa e o seu desenvolvimento

Os primeiros castelos europeus começaram a ser construídos entre os séculos 5 e 10. Mas as primeiras construções ainda estavam longe de ser as imponentes fortificações de pedra que conhecemos hoje.

Inicialmente os castelos europeus eram construídos de madeira, em geral retirada dos bosques e florestas da propriedade feudal. Sua arquitetura e projeto eram mais simples, consistindo basicamente em algumas torres cercadas por muros e outras camadas defensivas. Eram fortificações destinadas à funções militares de proteção e observação.

A partir do século 9, começaram a ser erguidos castelos em alvenaria, com grandes blocos de pedra e com um projeto mais arrojado: Grandes muros, fossas, várias torres e grandes cômodos e áreas internas destinadas às mais  variadas funções.

Foi no final da Idade Média, nos século 9 a 14, que os castelos europeus alcançaram a forma e o auge de sua função militar, social e econômica.

Basicamente, os castelos eram uma fortificação militar destinada à proteção do feudo, do senhor feudal e sua família, e também dos servos e outros camponeses que trabalhavam no propriedade.

Servia também de residência ao senhor feudal e sua família e durante a alta idade média, um período cuja economia era baseada na produção agrícola e na propriedade rural, foram importantes vetores de atividade econômica, demandando mão-de-obra especializada e chegando mesmo a competir com catedrais e outras construções por mestres-de-obra, ferreiros e outros profissionais.

O que você deve saber sobre um castelo

Há muitos aspectos interessantes sobre os castelos. Caso você tenha o privilégio de visitar algumas dessas fortificações na Europa, saber os conceitos arquitetônicos e algumas informações adicionais certamente irá enriquecer o seu passeio. 

A defesa militar

Os castelos eram construções com objetivo essencialmente militar e de proteção. Devido a isso, o seu projeto e localização estavam inteiramente dedicados a maximizar esses dois pontos. É por isso que em geral os castelos estão situados em regiões mais altas e preferencialmente próximos de vias de comunicação, pois assim a identificação da aproximação de inimigos e o estabelecimento de canais de comunicação era mais fácil rápido.

Os enormes fossos construídos em volta dos castelos, a existência de apenas uma entrada e de uma ponte levadiça que podia ser içada a qualquer momento para inviabilizar o acesso às dependências internas, eram aspectos construtivos eminentemente militares e visavam proteger a comunidade acastelada de inimigos externos. Quando um feudo era atacado e saqueado, tanto os membros da nobreza local como os camponeses e servos se protegiam dentro dos castelos.

Ainda, do ponto de vista da defesa militar, a arquitetura dos castelos medievais europeus possui um vocabulário que não é tão difundido, apesar de que visualmente com certeza você vai entender do que se trata. Já ouviu falar em adarve, seteira, ameia,merlões e troneiras?

Pois bem, quando você visitar um dos 15 castelos que vamos te mostrar na segunda seção do texto, você vai se lembrar dessas palavras. Veja o que elas significam:

  • Adarve: Também chamado de caminho de ronda, os adarves são aqueles pequenos corredores no alto dos muros dos castelos por onde vigias e observadores fazem rondas noturnas e observam o horizonte.
  • Seteira: O arco e flecha era a principal arma para abater inimigos à distância na idade média. As seteiras nada mais são do que aberturas feitas nas muralhas dos castelos que permitiam aos arqueiros lançar flechas contra inimigos do lado externo. Podiam ser apenas um feixe vertical e algumas vezes também tinham forma de cruzeta aberta no meio de um muro.
  • Troneira: Com o desenvolvimento das primeiras armas de fogo, algumas seteiras foram adaptadas ou construídas novamente com uma abertura circular adicional para o posicionamento de arcabuzes e mosquetes. Essas aberturas circulares, junto com uma seteira ou sozinha, são chamadas de troneiras.
  • Ameia: As ameias são as partes abertas do parapeiro das muralhas. Sabe aquele parapeito quadriculado, ora com um muro mais alto ora com ele mais baixo? As ameias são as partes rebaixadas do parapeito, destinadas a observação e visualização do lado externo do castelo.
  • Merlões: Ao contrário das ameias, os merlões são as partes mais elevadas do parapeito, localizados entre duas ameias.

E aí, conseguiu lembrar desses aspectos construtivos dos castelos que você já viu em filmes e na televisão? Quando visitar um de verdade, poderá passar por uma seteira e imaginar como é ser um arqueiro de prontidão em sua posição no castelo!

Luxo ou praticidade

Muitos filmes retratam os castelos medievais europeus como luxuosos e recheados de prazeres. Mas não é bem assim.

É importante sabermos que um castelo é diferente de um palácio, por exemplo. Os castelos medievais da Europa possuíam, sim, alguns cômodos e dependências feitos sob medida para que a família do senhor feudal ou do monarca pudesse viver. Mas, em geral, os castelos eram rústicos e seus cômodos largos eram desconfortáveis e práticos, e não exatamente luxuosos como alguns filmes mostram.

Agora que você já conhece o que são e os principais conceitos por trás dos castelos medievais europeus, é hora de conhecer aonde ir e onde estão os melhores castelos para se visitar na europa.

15 castelos medievais para visitar na Europa

Listar alguns castelos europeus em meio aos tantos que se pode visitar é uma coisa que não dá para fazer sem ter de fazer escolhas difíceis. Os 15 castelos abaixo com certeza merecem ser visitados e possuem alguns traços que nos parecem mais distintivos:

1 – Castelo de Windsor, na Inglaterra

Castelo de Windsor é o maior e mais antigo palácio ocupado no mundo. Foto: Mapa de Londres
Castelo de Windsor é o maior e mais antigo palácio ocupado no mundo. Foto: Mapa de Londres

Situado no condado de Berkshire, na Inglaterra, a 1 hora de Londres, este castelo é um dos mais visitados e famosos do mundo. O Castelo de Windsor possui uma arquitetura icônica e é reduto das mais antigas linhagens da monarquia britânica.

A fortaleza é hoje o maior e mais antigo castelo habitado do planeta. Foi construído no século 11, por Guilherme, o Conquistador, na chamada Invasão Normanda. É famoso por ter sido o refúgio da Família Real durante a segunda Guerra Mundial.

2 – Castelo de Dover, na Inglaterra

Castelo de Dover
Dover foi um ponto central de defesa britânica na Segunda Guerra. Foto: iStock, Getty Images

O Castelo de Dover, o Dover Castle, é um castelo medieval inglês situado na localidade de mesmo nome, em Kent. Foi erguido no século 12 e é uma das três fortalezas reais de Kent ( as outras duas são Canterbury e Rochester).

Esses três fortes guardavam a estrada principal que dava acesso a Londres e a Dover.  O Castelo de Dover é conhecido como a “Chave da Inglaterra”, pois cumpriu um papel importante para a defesa de toda Inglaterra ao longo de sua história.

3 – Castelo de Edimburgo, na Escócia

Castelo de Edimburgo
Castelo de Edimburgo parece ainda mais imponente à noite. Foto: iStock, Getty Images

Localizado no cume do Castle Rock, o Castelo de Edimburgo é uma fortaleza situada na cidade de Edimburgo e uma das mais importantes construções do país.

É uma das atrações turísticas mais visitadas de toda a Escócia. O castelo é palco durante o mês de Agosto de uma das mais famosas paradas de bandas militares da Europa, o Edinburgh Military Tatoo.

4 – Torre de Londres, na Inglaterra

Torre de Londres foi erguida na invasão normanda. Foto: Mapa de Londres
Torre de Londres foi erguida na invasão normanda. Foto: Mapa de Londres

Uma das principais atrações turísticas de Londres, a Torre de Londres é um Palácio e fortaleza militar situado às margens do Rio Tâmisa.

A Torre de Londres já foi Casa da Moeda, Zoológico, local de torturas e execuções e hoje dá guarida às Joias da Coroa. Foi erguida a partir da invasão e conquista Normanda da Inglaterra. A Torre Branca, localizada na parte central da fortificação, passou para a história como símbolo de opressão que foi infligida pela corte do Rei Guilherme I.

5 – Castelo de Warwick, na Inglaterra

warwick
Castelo de Warwick preserva arquitetura medieval. Foto: Domínio Público

Erguido por Guilherme, O conquistador, em 1068, o castelo medieval de Warwick fica em uma curva do Rio Avon, na capital do condado de Warwickshire, na Inglaterra.

Até o século 17 a construção foi usada essencialmente como fortificação militar, tendo sido transformada em casa de campo pela família Greville, que se tornaria depois os Condes de Warwick. É considerado um dos principais exemplos de arquitetura militar dos séculos 14 e 15, tendo sido importante na Guerra dos Cem Anos e em outros conflitos.

6 – Castelo de Lincoln, na Inglaterra

Castelo de Lincoln - Castelos Medievais da Inglaterra
Castelo de Lincol é uma das principais atrações medievais na Inglaterra. Foto: iStock, Getty Images

O Castelo de Lincoln é uma surpreendente fortaleza medieval que funcionou como prisão durante os períodos georgiano e vitoriano. Localizado em Lincolnshire, Inglaterra, foi construído em 1068 e já foi retratado em diversas séries, filmes e programas de TV. O mais famoso deles é a série britânica  “Downton Abbey”.

7 – Castelo de Malbork, na Polônia

Castelo de Malbork - Castelos medievais da Europa
Castelo de Malbork é um legado dos Cavaleiros Templários Teutônicos. Foto: iStock, Getty Images

O Castelo de Malbork foi erguido na Prússia, no ano de 1274 pela famosa Ordem dos Cavaleiros Teutônicos. A construção é um complexo militar em estilo gótico situado a pouco mais de uma hora da cidade polonesa de Gdansk. Em 1997 foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. É um dos castelos mais visitados e impressionantes da Europa.

8 – Castelo de Coca, na Espanha

Castelo de Coca - Castelos medievais na Europa
Coca Castillol é um castelo medieval na Espanha. Foto: iStock, Getty Images

O Castelo de Coca foi fundado no século 15 pelo arcebispo de Sevilha. Construído em estilo gótico, é uma imponente construção e desde a década de 1930 do século passado é considerado patrimônio histórico espanhol. Hoje em dia é utilizado como escola para engenheiros florestais, mas ainda é possível fazer visitas e conhecer o museu da fortificação.

9 – Castelo de Bran, na Romênia

Castelo de Bran - Castelos medievais da Europa
Castelo de Bran está ligado ao foclore de Conde Drácula. Foto: iStock, Getty Images

Esse castelo medieval é outro que figura entre os mais famosos da Europa. Sua história está ligado ao folclore e contos sobre o Conde Drácula. Teria sido residência do Príncipe Vlad, o Empalador (daí a sua fama como o Castelo de Drácula). O castelo foi construído pela Ordem Teutônica e está localizado na fronteira entre a Transilvânia e Valáquia.

A região é isolada e o Castelo possui um aspecto assombroso e sombrio, muito condizente com sua fama e folclore.

10 – Monte Saint-Michel, na França

Mont Saint Michel - Castelos Medievais da Europa
Mont Saint Michel é um castelo medieval na Normandia, na França. Foto: iStock, Getty Images

Localizado na foz do Rio Couesnon, França,  é considerado uma das grandes relíquias do período medieval. O castelo-palácio foi erguido em um monte rochoso e possui um aspecto impressionante. Utilizado como convento e palácio, a construção foi fortificada no século 13 e passou a fazer parte de um complexo de três cidadelas históricas: Aigues-Mortes, Carcassonne e Avinhão.

11 – Castelo de Eger, na Hungria

Castelo de Eger - Castelos medievais da Europa
Castelo de Eger foi construído em estilo gótico. Foto: iStock, Getty Images

Construído em estilo gótico, como tantos outros da alta idade média, o castelo de Eger entrou para história ao deter o avanço militar turco na invasão de 1552 da Hungria.  Atualmente há quatro grandes museus e exposições as mais variadas acontecem no castelo. Já teve parte de suas construções destruídas e depois reconstruídas e começou a ser estudado por arqueólogos apenas no início do século 20. É um dos principais monumentos medievais da Hungria.

12 – Castelo de Corvin (Hunyadi), na Romênia

Castelo de Corvin - Castelos Medievais da Europa
Castelo de Corvin já deu guarida a personagens assustadores. Foto: iStock, Getty Images

Localizado em Hunedoara, na Romênia, este é, junto ao Castelo de Bran, um dos principais do país. Teria sido neste castelo que Vlad III (o mesmo do Castelo de Bran, conhecido como O Empalador) ficou preso por 7 anos. Foi construído em estilo gótico, mas também possui traços barroco e renascentista em sua arquitetura.

13 – Castelo de Praga, na República Tcheca

Castelo de Praga - Castelos medievais na Europa
Castelo de Praga é um dos mais belos da Europa. Foto: iStock, Getty Images

O Castelo de Praga está situado na capital da República Checa. Localiza-se na Colina Hradcany, elevação conhecida por ter sido o lugar de fundação da cidade. O castelo fica às margens do rio Vltava. Erguido no século 9, é uma das construções mais importantes de todo o país e atual residência presidencial.

14 – Castelo de Eltz, na Alemanha

Castelo de Eltz - Castelos medievais da Europa
Castelo de Eltz é um dos castelos mais visitados da Alemanha. Foto: iStock, Getty Images

Um dos mais visitados castelos da Alemanha, o Burg Eltz, como é chamado por lá, foi erguido no século 12 e está localizado no estado da Renânia-Palatinado. É conhecido por ter permanecido ileso durante as guerras dos séculos 17 e 18. O castelo está situado no meio de um vale e circundado pelo rio Eltz.

15 – Castelo de Frankenstein, na Alemanha

Castelo de Frankenstein - Castelos medievais da Europa
Castelo de Frankenstein é uma fortaleza que guarda muitos segredos. Foto: Pascal Rehfeldt, CC BY-SA 3.0

Mais um castelo envolto em lendas e folclore, o Castelo de Frankenstein está localizado no estado de Hesse, na Alemanha. Atualmente a construção está em ruínas e é ainda assim uma importante atração turística. Consta que teria sido lá que o alquimista Johann Conrad Dippel teria feito e pesquisas e experimentos com cadáveres. A escritora Mary Shelley se inspirou nessas histórias para escrever e eternizar a história de Frankenstein que você provavelmente já leu ou assistiu em um de seus inúmeros formatos.

E aí, curtiu conhecer um pouquinho dos principais castelos medievais da Europa? Como está o seu roteiro de viagem? Deixe um comentário.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários