Descubra o que fazer na Escócia e monte o seu roteiro

Descubra o que fazer na Escócia e monte o seu roteiro

8

Não é difícil descobrir o que fazer na Escócia. Em uma terra moldada por contrastes entre urbano e rústico, os encantos simplesmente saltam aos olhos do visitante. Logo ao desembarcar na estação de trem, você vai notar as linhas que enfatizam esse contraste entre passado e presente na arquitetura e nos costumes das cidades. ❤️

A essência da Escócia vai muito além de gaitas de fole e kilts (aqueles saiotes vermelhos usados pelos homens). Ela está expressa em seus incontáveis monumentos históricos, incluindo castelos remanescentes da Idade Média, nas exóticas Highlands – as terras altas do país, com algumas das paisagens mais lindas do mundo -, e em seus pubs convidativos, que oferecem o melhor whisky puro malte e as carnes assadas mais deliciosas do mundo.

Qualquer destino incrível de viagem é difícil de transcrever em palavras. O ideal é colocar a mochila nas costas e embarcar para ver tudo com os próprios olhos. Para isso, confira abaixo nossas dicas do que fazer na Escócia. 😊

Veja o que fazer na Escócia em 4 dicas

Preparado para explorar todas os encantos do território escocês? Dê uma espiada nas nossas sugestões do que fazer por lá para começar o roteiro:

1. Contemplar a beleza das grandes cidades

Alas do Castelo de Edimburgo
O majestoso Castelo de Edimburgo, na capital escocesa. Foto: iStock, Getty Images

Nas cidades grandes da Escócia, é possível observar bem aquele contraste sobressalente entre o antigo e o moderno. A capital, Edimburgo, já foi eleita a 4ª cidade mais bonita do mundo pelo The Rough Guide (guia de viagens londrino).

Em sua parte antiga (Old Town), estão monumentos históricos como o Castelo de Edimburgo, a Câmara Obscura, o Museu da Escócia e a National Gallery. Já a parte moderna da cidade é repleta de obras-primas da arquitetura moderna, bares e restaurantes. Glasgow e Aberdeen são outras grandes cidades incríveis do país, que podem entrar no itinerário.

2. Explorar as Highlands

Lago Ness
Loch Awe e o Kilchurn Castle. Foto: iStock, Getty Images

Ah, as Highlands escocesas. 😍 De tão incríveis, essas paisagens do território escocês se tornaram lendárias. Quem nunca ouviu falar na história do Monstro do Lago Ness? E quem não se deslumbra com imagens como a do Loch Awe, na foto acima? Aliás, lagos são um fenômeno característicos das terras altas na Escócia, assim como as ilhas: são mais de 700. E olha que estamos falando de um país 100 vezes menor do que o Brasil.

É difícil resumir, mas certamente você encontrará nas Highlands muitas colinas verdejantes, lagos enormes, montanhas glaciares e precipícios suntuosos. Não deixe de visitar alguns de seus pontos turísticos mais marcantes, como a Ilha de Skye e a Lewis and Harris.

3. Andar na linha de trem West Highland

Viaduto Escócia
Na Escócia, você pode pegar o Expresso de Hogwarts. Foto: iStock, Getty Images

Você é fã de Harry Potter? Pois então saiba que a Escócia pode lhe proporcionar uma experiência inesquecível. O trajeto de trem entre Glasgow e William & Mallaig passa pelo viaduto Glenfinnan, o mesmo cenário que aparecia nos filmes, quando Harry, Rony e Hermione pegavam o Expresso de Hogwarts. Sim: o caminho é tão lindo que faz jus à história de ficção entre o mundo dos trouxas e um universo mágico.

4. Presenciar a aurora boreal

Aurora Boreal
Aurora boreal nas Highlands escocesas é um fenômeno incrível. Foto: iStock, Getty Images

A aurora boreal é um dos fenômenos mais incríveis da natureza – e poucas pessoas têm a possibilidade de contemplá-lo com os próprios olhos. Bem, se você for à Escócia, poderá ter uma chance de fazer isso. Em alguns arquipélagos remotos do país, como Shetland e The Outer Hebrides, a baixa luminosidade permite aos visitantes contemplar o show de cores que cortam o céu.

O que fazer na Escócia: dicas por cidade

Se você tem viagem marcada para a Escócia ou está começando a pesquisar sobre esse destino e a buscar alternativas de roteiro, você chegou ao lugar certo: criamos aqui um guia com tudo o que o país vizinho da nossa amada Inglaterra tem de melhor. Passeios de trem entre majestosas paisagens. Uma tarde em um incrível museu. Explorar castelos grandiosos. Curtir uma noite no teatro. Fazer uma trilha em meio ao verde…e estamos apenas começando a citar as possibilidades. 🤗

A Escócia é um país lendário, com uma história complexa que atravessa os séculos. Por meio de suas tradições e cenários exóticos, ela é capaz de despertar o imaginário dos visitantes e reacender aquele espírito aventureiro adormecido em cada um de nós. Em resumo, o território escocês é pequeno, mas deixa um grande impacto em quem passa por ele.

A Escócia cobre apenas um terço da ilha da Grã-Bretanha, mas isso nem de longe significa que faltam alternativas para os visitantes por lá. Inclusive, você sabia que a terceira cidade mais populosa de todo o Reino Unido fica no país?

Quer uma prova disso? Então dê uma espiada no guia abaixo, com algumas das opções do que fazer na Escócia – seja nas grandes cidades, ou nos cantinhos remotos das Highlands. ✈️

 

O que fazer em Edimburgo

Escocia
Que tal explorar as belezas de Edimburgo? Foto: Adrian Lasso, CC BY-SA 2.0

Coração da Escócia, Edimburgo é a capital do país e geralmente representa o primeiro contato dos turistas com a atmosfera mítica escocesa. Os contrastes são perceptíveis: no lado antigo da cidade, chamado de Old Town (ao longo da rua Royal Mile), estão alguns dos monumentos que remetem à Idade Média, como o famoso Castelo de Edimburgo, erguido no topo de uma enorme rocha vulcânica, conhecida como Castle Rock.

Em Old Town, o visitante ainda encontra outros monumentos que proporcionam uma autêntica viagem no tempo, como a Câmara Obscura, o Museum of Scotland, a National Gallery e o Royal Museum. Mas a parte moderna de Edimburgo, conhecida como New Town, também reserva surpresas encantadores.

Nela, o turista encontra parques apaixonantes, como o Holyrood Park, ruas movimentadas, a exemplo da Princes Street e o emblemático morro Calton Hill, que garante uma vista panorâmica incrível de Edimburgo – e aquela fotinho maravilhosa para o Instagram. 😜

Se quiser checar como ir de Londres a Edimburgo, dê uma espiada nas alternativas de rotas neste artigo: “Descubra como viajar de Londres para a Escócia”.

O que fazer em Glasgow

Glasgow
O charmoso e futurístico Science Center. Foto: iStock, Getty Images

A maior cidade da Escócia (3ª maior do Reino Unido) é uma metrópole essencialmente cultural. Você respira arte, música e história em cada cantinho dela. E, ao contrário do que pode parecer, não estamos falando de um lugar emoldurado apenas por prédios antigos. Glasgow é completamente contemporânea.

Um roteiro cultural na metrópole, às margens do rio Clyde, é absolutamente indispensável. Na lista de pontos turísticos para visitar, certifique-se de incluir o Museu e Galeria de Arte de Kelvingrove, com um acervo de mais de 8.000 objetos – entre itens de história natural até obras de arte -, e a Catedral de Glasgow, um templo em estilo gótico da Idade Média, construído em 1197.

O Glasgow Science Center é outro lugar bacana para incluir no itinerário. Trata-se de um museu de ciências completamente moderno, com diversas atrações interativas – incluindo até mesmo um laboratório vivo para experimentos e sessões de cinema em IMAX. O Farol de Glasgow é outro spot bacana para quem deseja observar a cidade do alto e contemplar um projeto do arquiteto Charles Rennie Mackintosh.

Pubs, restaurantes, teatros, concertos…Glasgow é uma cidade vibrante e, se você gosta de agito, pode ter certeza de que ela vai conquistar seu coração. Mais dicas para turistar por lá você encontra neste artigo: “Descubra as atrações de Glasgow, na Escócia”.

O que fazer em Aberdeen

Aberdeen
Aberdeen e seus tons cinzentos. Foto: iStock, Getty Images

Terceira maior cidade da Escócia, Aberdeen é também conhecida como “cidade do granito”. O motivo? Muitos de seus prédios históricos foram construídos em granito cinza e, desde então, o apelido pegou. Mas a maior vantagem de incluir o município no roteiro, sem dúvidas, é sua localização estratégica.

Aberdeen fica na costa leste da Escócia, pertinho de algumas das paisagens encantadoras do país – e de uma rota que abriga diversas excelentes destilarias escocesas, como Glenfiddich e Glenlivet. Afinal, visitar essa nação e não experimentar um autêntico whisky puro malte é quase uma ofensa, não é? 😝

Dentro de Aberdeen, também é possível localizar vários lugares interessantes. O Aberdeen Winter Gardens, por exemplo, é o maior jardim interior da Europa e reúne plantas de todo o mundo. O portal Scotland Info também sugere que os turistas experimentem um fish & tips fresquinho no porto da cidade, conheçam a praia Balmedie e o charmoso Duthie Park.

O que fazer em Dundee

City of Dundee
Cores, arte e história em Dundee. Foto: iStock, Getty Images

Dundee é uma cidade com História – e com “h” maiúsculo mesmo. A quarta maior cidade da Escócia nunca teve uma reputação glamourosa, mas é um lugarzinho incrível de se conhecer. Situada na foz do Rio Tay, a cidade tem esse nome desde a Idade da Pedra, quando não passava de um conjunto de moradias e fortes erguidos no entorno de uma enorme colina de basalto – a “Dundee Law” (174 metros de altura).

Em uma cidade milenar, é claro que não faltam atrações turísticas. Só na categoria de castelos, você pode visitar alguns templos como o Dudhope Castle (que hoje faz parte da  University of Abertay), o Claypotts e o Broughty Ferry Castle, que se transformou em um museu administrado pela prefeitura.

As dicas de pontos turísticos, no entanto, não se restringem apenas às construções medievais. Opções culturais são outro forte de Dundee: aproveite para visitar a Galeria McManus, o Sensation Science Centre e algum dos teatros da cidade, como o Dundee Rep Theatre ou o Gardyne Theatre.

10 passeios para fazer nas Highlands da Escócia

Fazer uma road trip pelas Highlands – as terras altas do país, situadas nas montanhas do norte – é uma experiência impossível de transcrever em palavras. Não apenas pelos cenários de uma beleza estonteante (e olha que são muitos!). Mas por todo o choque cultural pelo qual o visitante passa ao se deparar com pequenas vilas, onde a arquitetura e o idioma são uma herança de tempos remotos.

O idioma gaélico, ainda falado por alguns locais, chegou ao país no século 5…você consegue imaginar? Espalhados pela Highlands, estão pubs que denotam a verdadeira essência do que é uma public house, além de castelos medievais, lagos imensos, montanhas, desfiladeiros e campos verdes de uma magnitude impressionante. É de encher os olhos.

Para ajudar você que adora uma viagem guiada pelo espírito aventureiro, listamos aqui alguns lugares espalhados pelas terras altas escocesas que merecem entrar no itinerário.

Ben Nevis e Fort William

Ben Nevis
Você encararia uma subida em Ben Nevis? Foto: iStock, Getty Images

Ben Nevis, escondida entre as terras altas da Escócia, é simplesmente a montanha mais alta da Grã-Bretanha – com 1344 metros de altitude. Segundo o site Touropia, o bacana é que há diversas trilhas para explorar esse pico, algumas mais acessíveis em zigue zague, outras mais íngremes (destinadas apenas a alpinistas). A vista, como você pode imaginar, é espetacular.

Na base da montanha fica Fort William, uma cidade bem interessante para quem gosta de fazer compras e visitar museus.

Ilha Eilean Donan

Eilean Donan Castle
Castelo de Eilean Donan é emoldurado por um cenário digno de filme. Foto: iStock, Getty Images

Nas montanhas ocidentais da Escócia, está uma pequena ilha chamada de Eilean Donan. O que faz valer a visita a esse cenário pitoresco é um castelo medieval, o Eilean Donan Castle – construído no século 13, originalmente com o propósito de proteger o território escocês da invasão viking. Hoje, ele é um dos locais mais fotografados do país.

Lago Ness

Lago Ness
O lendário Lago Ness. Foto: iStock, Getty Images

Com 37 km de comprimento e 226 metros de profundidade, o Lago Ness é maior corpo de água doce de todo o Reino Unido – e nunca congela. Além da beleza impressionante, ele tem fama por conta de um suposto habitante lendário de suas águas: Nessie, mais conhecido como o Monstro do Lago Ness.

Se você quiser tentar localizar o “bichinho”, vale fazer um passeio de barco pelo lago e, de brinde, contemplar as ruínas do Castelo de Urquhart.

Inverewe Gardens

Scotland_Inverewe_Gardens_CC BY-SA 3.0
Os tons de verde de Inverewe Gardens. Foto: Wojsyl, CC BY-SA 3.0

Mundialmente famosos, os Inverewe Gardens são justamente o que o nome sugere: jardins extravagantes, com os mais variados tons de verdes distribuídos em plantas, árvores e arbustos oriundos dos quatro cantos do mundo. Eles começaram a ser cultivados em 1862, pelo paisagista Osgood Mackenzie.

Ardnamurchan

Ardnamurchan
Ardnamurchan resguarda cenários poéticos. Foto: iStock, Getty Images

Cenários poéticos não faltam em Ardnamurchan, uma península situada na costa oeste das Highlands escocesas. De acordo com o portal Authentic Ireland, repleta de aldeias e montanhas, ela resguarda algumas das mais belas paisagens da Escócia. Vale conhecer cidades musicais e históricas, como Acharacle e Glenmore, ou até pegar uma balsa para visitar a Ilha de Mull.

Ilha de Skye

Fairy Glen
O inacreditável Vale das Fadas. Foto: iStock, Getty Images

Nas Highlands, a Ilha de Skye oferece alguns dos cenários mais inacreditáveis da Escócia. Encantadora, com apenas cerca de 10 mil habitantes, ela é recheada de atrações naturais e promove as mais variadas opções de turismo de aventura. Entre as opções disponíveis, você pode fazer trilhas pela Cordilheira Cuillin, ou até escalar a Storr Rock, uma formação rochosa de 50 metros de altura.

Nós sugerimos, ainda, que você não deixe de contemplar a beleza do penhasco de basalto Kilt Rock e o cenário mágico formado pelas colinas verdes do Fairy Glen, também conhecido como Vale das Fadas.  

Dornoch Cathedral

Dornoch_Cathedral_CC BY-SA 3.0
Um vislumbre da charmosa Dornoch Cathedral. Foto: Marion Timperley, CC BY-SA 3.0

No território das Highlands, há também diversos templos religiosos que atravessam os anos. Na pequena cidade de Dornoch, um dos cartões-postais é uma catedral erguida no século 13, durante o reinado de Alexander II. Além de ser local de repouso de 16 condes de Sutherland, ela já foi cenário para o casamento de Madonna.

Castelo de Stirling

Stirling Castle
O lendário Castelo de Stirling, um dos mais importantes da Escócia. Foto: iStock, Getty Images

Considerado a “porta de entrada” das Highlands, o Castelo de Stirling tem uma importância histórica inestimável para a Escócia. Entre os anos de 1100 e 1685, ele foi uma das residências oficiais dos reis e rainhas escoceses, onde ocorriam as reuniões da Corte. Posteriormente, até 1964, também operou como quartel-general de diferentes regimentos. Entrar no local é como dar um mergulho na história, portanto certifique-se de incluí-lo no roteiro.

Lewis & Harris

Lewis & Harris
Lewis & Harris é uma ilha repleta de paisagens encantadoras e praias incríveis. Foto: iStock, Getty Images

Dividida em dois territórios (Lewis e Harris), esta ilha escocesa no oeste do país também resguarda algumas paisagens dignas de filmes: formações rochosas milenares, antigas vilas medievais e praias românticas, como Scarista, Huisinis e Dailbeag. Ah, é claro que também não faltam dicas de castelos para visitar: o Castelo Lews merece um espacinho no itinerário.

Inverness, a capital das Highlands

Inverness
Charmosa e acolhedora, Inverness está em plena ascensão. Foto: iStock, Getty Images

Em um passeio pelas terras míticas da Escócia, você simplesmente não pode deixar de fazer uma parada em Inverness – a capital das Highlands e também a cidade mais ao norte do país. Em gaélico, ela se chama “Inbhir Nis”, que significa algo como “Boca do Rio Ness”. Isso por conta da localização geográfica, que atravessa o Rio Ness.

Atualmente, Inverness tem cerca de 75.000 habitantes e as tendências apontam que o número vai aumentar. Principalmente porque a cidade está ascendendo financeiramente e atraindo cada vez mais pessoas, por conta de sua calmaria e dos altos índices de qualidade de vida. Mas quais são, efetivamente, as atrações turísticas do coração das terras altas?

Bem, no topo de uma colina está seu principal ícone arquitetônico: o Castelo de Inverness. Ele se parece com um castelo medieval, mas na verdade foi construído em 1835. Para quem faz questão de contemplar um autêntico templo medieval, o Castelo Cawdor fica a apenas 20 km da capital.   

As atrações de Inverness, no entanto, vão muito além dos castelos. A Saint Andrew’s Cathedral é a catedral mais bonita da cidade, enquanto o Bught Park pode ser o lugar ideal para um piquenique. Para fazer compras, não há dúvida quanto ao destino: a High Street é uma das mais comerciais.

Recorrentemente, Inverness sedia alguns festivais muito interessantes para quem deseja conhecer de perto a cultura escocesa. Um deles é o Inverness Tatto, em que bandas locais desfilam com trajes típicos do país (aquelas saias que os homens vestem, chamadas de kilts) e é possível ouvir músicas tradicionais e saborear pratos típicos da culinária britânica.

Já no verão, Inverness sedia os tradicionais Highlands Games, competições esportivas muito populares nessa região, com algumas modalidades inusitadas – incluindo um concurso de gaita de fole. Contemplar essas tradições é como fazer um verdadeiro mergulho cultural, do qual você não irá se arrepender.

E aí, o que achou das nossas dicas do que fazer na Escócia? Ficou com vontade de conhecer o país? Quais desses pontos turísticos você vai visitar? Conte para a gente nos comentários. 😊

Atrações gastronômicas da Escócia: aproveite o whisky e as comidas típicas

Este tópico é um capítulo à parte. Quando você for à Escócia, please, vá com a mente aberta para experimentar os pratos típicos da gastronomia britânica – cornish pastry (patê de carne com cebola e batata), Haggis (uma iguaria preparada com o coração, o fígado e o pulmão do carneiro) e steak & ale pie (torta de carne com cerveja Ale) são algumas das especialidades.

Outro item que não pode faltar é o whisky puro malte, preparado apenas com água, cevada e fermento. A bebida faz parte da cultura escocesa, principalmente nas Highlands, onde a tradição dos moradores é consumir o destilado para aquecer o corpo nos invernos gelados.

Se você fechar os olhos, deve conseguir imaginar os highlanders em torno de uma fogueira, gargalhando com uma garrafa na mão. É por isso que a comida e a bebida, o whisky, a cerveja e os pubs são uma parte essencial da apaixonante cultura escocesa.

E aí, curtiu as dicas do que fazer na Escócia? Vai incluir o país na sua próxima viagem ao Reino Unido? Conte para a gente nos comentários. ☺️

Deixe seu comentário

8 comentários