Minha Londres: Silvino Ferreira Jr

ANÚNCIO

O Mapa de Londres está lançando uma série de entrevistas chamada Minha Londres. Nela, perguntamos a viajantes e moradores da cidade o que a capital britânica tem de tão fascinante. E deu para descobrir bastante coisa. A primeira é que, como previsto no título da série, cada um vê Londres à sua maneira e elenca milhares de motivos para gostar do lugar. Nesta primeira entrevista, descubra qual é a Londres de Silvino Ferreira Jr, editor e cocriador do Canal Londres, site que reúne vídeos de viajantes brasileiros pela Europa.

Minha Londres: Silvino Ferreira JrSilvino Ferreira Jr pisou o solo britânico pela primeira vez em 1995. Viajou para Londres a fim de encontrar uma amiga e permaneceu na cidade durante dez dias. O mês não poderia ser mais apropriado – para quem quer ver neve e sentir frio – : dezembro. “Mas nem isso evitou que eu me apaixonasse pela cidade”, conta Silvino. “A impressão era a de que se tratava de uma cidade muito especial. Uma cidade que é histórica, antiga, mas que não ficou no passado. É uma cidade que lança tendência, uma cidade que parece um microcosmos, com gente de todas as partes do mundo.”

ANÚNCIO

A paixão deixou saudade e foi reencontrada três anos depois. Desta vez, um caso mais sério. Silvino morou um ano na cidade como estudante e aprofundou laços. Mas, novamente, teve de abandonar sua amada. Então ele se mudou para Portugal e não conteve o ímpeto britânico: visitava Londres a cada três meses. A união definitiva sedimentou-se com outro encontro: a inglesa Susan, com quem Silvino se casou.

E com a esposa, surgiu também a ideia de criar o Canal Londres

Minha Londres: Silvino Ferreira Jr

A ideia do Canal Londres surgiu em outubro de 2008, numa conversa com a Susan, minha esposa. Eu venho de publicidade, trabalhei muitos anos como redator, e ela estudou cinema. A ideia inicial era produzir um documentário sobre os brasileiros em Londres. Mostrar como eles vivem, como interagem com uma cultura bastante diferente da nossa, como se adaptam e vencem as barreiras da língua, comida, frio. Uma vez que a Susan tem muita experiência em comandar projetos para web, tínhamos todo equipamento necessário para iniciar o trabalho. Eu vim com a ideia de a gente ter o nosso próprio Canal. Fizemos alguns pilotos e lançamos o site no dia 2 de abril de 2009, com nove vídeos. Depois a ideia evoluiu para um viés mais turístico, fomos acrescentando links como o “dicas”, uma página dedicada à música, arte & e design.

ANÚNCIO

Quando fala para os amigos sobre Londres, quais são as recomendações?

Depende do amigo. A primeira coisa que pergunto é o que a pessoa curte, porque Londres tem opções para todos os gostos. Se você curte natureza, a cidade está repleta de belíssimos parques, como o Hyde e o Regent’s, os meus favoritos, mas é difícil morar em Londres longe de um parque. Para quem mora em São Paulo, é como se houvesse pelo menos um Ibirapuera para cada bairro da cidade. Se o amigo curte uma cervejinha, a cidade oferece uma variedade impressionante de opções: pubs à beira do rio, pub em barco, pub temático, pub para uma Guinness, pubs históricos, pubs irlandeses, que são sempre muito bons! Museus são quase todos de graça, e existem não apenas os mais conhecidos, como também os museus temáticos: museu do design, museu de design de interiores, museus de marcas, museu da infância, etc. Música: talvez não exista cidade melhor para músicos e para quem curte música. Basta lembrar das bandas inglesas famosas para você imaginar o que tem de bandas excelentes tocando por aqui e que não são tão conhecidas. Para quem curte música, dois lugares especiais: Soho e Brick Lane. A lista de coisas para fazer é infinita.

> Música brasileira no Canal Londres

> Arte & Design no Canal Londres

 

Qual é o seu roteiro favorito em Londres?

Tem um roteiro que fiz para um dos programas do Canallondres.tv, chamado Partindo de Trafalgar, que é um roteiro legal pra quem chega à cidade e quer fazer uma caminhada já conhecendo alguns dos principais cartões postais da cidade: você sai de Trafalgar Square, segue em direção ao Palácio de Buckingham, passa pela lateral do palácio e chega ao Hyde Park (se for um domingo, é bom aproveita pra conhecer o Speaker Corner), atravessa o parque caminhando ao longo do belíssimo lago, dá uma passadinha na Serpentine Gallery, que tem sempre boas exposições, e, de lá, segue para a Exhibition Road, onde ficam três grandes museus da cidade: Science, Natural History e Victoria and Albert Museum. Umas duas horinhas de caminhada que valem a pena.

Se só tivesse um dia em Londres, o que faria?

Andaria de pub em pub no Soho.

> Passeio pelos pubs no Canal Londres

Cite cinco atrações imperdíveis

  1. O Kew Gardens, jardim botânico da cidade. É indescritível, só indo lá pra saber. Dá pra passar o dia inteiro e você ainda vai sair sem ter visto tudo.
  2. Tate Modern, pra quem curte arte contemporânea, é um paraíso.
  3. The Toucan, o pub que serve a melhor guinness de Londres e que também é o lugar onde Jimmy Hendrix tocou pela primeira vez em solo britânico.
  4. Camden Town. Se você me disser que veio a Londres e não conheceu Camden Town, eu vou me sentir tentado a dizer que você está mentindo.
  5. Uma caminhada em Southbank, ao longo do Rio Tâmisa: London Eye, Tate Modern, The National Theatre são apenas algumas das atrações que estarão no seu caminho. Indo mais adiante, Shakespeare Globe, Tower Bridge, são as principais atrações.

Planos para o Canal Londres

Os primeiros 2 anos foram usados para gerar conteúdo e aperfeiçoar o site (navegação, player, equipamento, etc), construção de comunidades no twitter e facebook e, agora, estamos lançando o Canal Londres para iPhone e iPad. São mais de 200 vídeos produzidos em 12 países. Agora, estamos entrando na fase em que a prioridade é o crescimento da audiência. Começamos 2011 com o dobro de acessos do início de 2010 e já estamos indo para o triplo. Também já apareceram os primeiros interessados em investir no Canal, e essa é uma conversa que deve proseguir. Acho que é o caminho natural.

ANÚNCIO