Minha Londres: Silvino Ferreira Jr

Minha Londres: Silvino Ferreira Jr

5

O Mapa de Londres está lançando uma série de entrevistas chamada Minha Londres. Nela, perguntamos a viajantes e moradores da cidade o que a capital britânica tem de tão fascinante. E deu para descobrir bastante coisa. A primeira é que, como previsto no título da série, cada um vê Londres à sua maneira e elenca milhares de motivos para gostar do lugar. Nesta primeira entrevista, descubra qual é a Londres de Silvino Ferreira Jr, editor e cocriador do Canal Londres, site que reúne vídeos de viajantes brasileiros pela Europa.

Silvino Ferreira Jr pisou o solo britânico pela primeira vez em 1995. Viajou para Londres a fim de encontrar uma amiga e permaneceu na cidade durante dez dias. O mês não poderia ser mais apropriado – para quem quer ver neve e sentir frio – : dezembro. “Mas nem isso evitou que eu me apaixonasse pela cidade”, conta Silvino. “A impressão era a de que se tratava de uma cidade muito especial. Uma cidade que é histórica, antiga, mas que não ficou no passado. É uma cidade que lança tendência, uma cidade que parece um microcosmos, com gente de todas as partes do mundo.”

A paixão deixou saudade e foi reencontrada três anos depois. Desta vez, um caso mais sério. Silvino morou um ano na cidade como estudante e aprofundou laços. Mas, novamente, teve de abandonar sua amada. Então ele se mudou para Portugal e não conteve o ímpeto britânico: visitava Londres a cada três meses. A união definitiva sedimentou-se com outro encontro: a inglesa Susan, com quem Silvino se casou.

E com a esposa, surgiu também a ideia de criar o Canal Londres

A ideia do Canal Londres surgiu em outubro de 2008, numa conversa com a Susan, minha esposa. Eu venho de publicidade, trabalhei muitos anos como redator, e ela estudou cinema. A ideia inicial era produzir um documentário sobre os brasileiros em Londres. Mostrar como eles vivem, como interagem com uma cultura bastante diferente da nossa, como se adaptam e vencem as barreiras da língua, comida, frio. Uma vez que a Susan tem muita experiência em comandar projetos para web, tínhamos todo equipamento necessário para iniciar o trabalho. Eu vim com a ideia de a gente ter o nosso próprio Canal. Fizemos alguns pilotos e lançamos o site no dia 2 de abril de 2009, com nove vídeos. Depois a ideia evoluiu para um viés mais turístico, fomos acrescentando links como o “dicas”, uma página dedicada à música, arte & e design.

Quando fala para os amigos sobre Londres, quais são as recomendações?

Depende do amigo. A primeira coisa que pergunto é o que a pessoa curte, porque Londres tem opções para todos os gostos. Se você curte natureza, a cidade está repleta de belíssimos parques, como o Hyde e o Regent’s, os meus favoritos, mas é difícil morar em Londres longe de um parque. Para quem mora em São Paulo, é como se houvesse pelo menos um Ibirapuera para cada bairro da cidade. Se o amigo curte uma cervejinha, a cidade oferece uma variedade impressionante de opções: pubs à beira do rio, pub em barco, pub temático, pub para uma Guinness, pubs históricos, pubs irlandeses, que são sempre muito bons! Museus são quase todos de graça, e existem não apenas os mais conhecidos, como também os museus temáticos: museu do design, museu de design de interiores, museus de marcas, museu da infância, etc. Música: talvez não exista cidade melhor para músicos e para quem curte música. Basta lembrar das bandas inglesas famosas para você imaginar o que tem de bandas excelentes tocando por aqui e que não são tão conhecidas. Para quem curte música, dois lugares especiais: Soho e Brick Lane. A lista de coisas para fazer é infinita.

> Música brasileira no Canal Londres

> Arte & Design no Canal Londres

 

Qual é o seu roteiro favorito em Londres?

Tem um roteiro que fiz para um dos programas do Canallondres.tv, chamado Partindo de Trafalgar, que é um roteiro legal pra quem chega à cidade e quer fazer uma caminhada já conhecendo alguns dos principais cartões postais da cidade: você sai de Trafalgar Square, segue em direção ao Palácio de Buckingham, passa pela lateral do palácio e chega ao Hyde Park (se for um domingo, é bom aproveita pra conhecer o Speaker Corner), atravessa o parque caminhando ao longo do belíssimo lago, dá uma passadinha na Serpentine Gallery, que tem sempre boas exposições, e, de lá, segue para a Exhibition Road, onde ficam três grandes museus da cidade: Science, Natural History e Victoria and Albert Museum. Umas duas horinhas de caminhada que valem a pena.

Se só tivesse um dia em Londres, o que faria?

Andaria de pub em pub no Soho.

> Passeio pelos pubs no Canal Londres

Cite cinco atrações imperdíveis

  1. O Kew Gardens, jardim botânico da cidade. É indescritível, só indo lá pra saber. Dá pra passar o dia inteiro e você ainda vai sair sem ter visto tudo.
  2. Tate Modern, pra quem curte arte contemporânea, é um paraíso.
  3. The Toucan, o pub que serve a melhor guinness de Londres e que também é o lugar onde Jimmy Hendrix tocou pela primeira vez em solo britânico.
  4. Camden Town. Se você me disser que veio a Londres e não conheceu Camden Town, eu vou me sentir tentado a dizer que você está mentindo.
  5. Uma caminhada em Southbank, ao longo do Rio Tâmisa: London Eye, Tate Modern, The National Theatre são apenas algumas das atrações que estarão no seu caminho. Indo mais adiante, Shakespeare Globe, Tower Bridge, são as principais atrações.

Planos para o Canal Londres

Os primeiros 2 anos foram usados para gerar conteúdo e aperfeiçoar o site (navegação, player, equipamento, etc), construção de comunidades no twitter e facebook e, agora, estamos lançando o Canal Londres para iPhone e iPad. São mais de 200 vídeos produzidos em 12 países. Agora, estamos entrando na fase em que a prioridade é o crescimento da audiência. Começamos 2011 com o dobro de acessos do início de 2010 e já estamos indo para o triplo. Também já apareceram os primeiros interessados em investir no Canal, e essa é uma conversa que deve proseguir. Acho que é o caminho natural.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Por causa de uma pesquisa escolar, conheci a página,assistí “O mundo segundo os brasileiros”!E olaha onde estou!gostei.

  2. Olá, conheci o site inicialmente por pesquisas no google. E hoje, assistindo “O mundo segundo os brasileiros” ouvi em um trecho o Silvino dizer algo sobre uma pagina, e resolvi pesquisar. Cá estou!

    Ano que vem pretendo finalmente conhecer Londres, e quero usar esse ano todo pra programar perfeitamente minha viagem e desfrutar o máximo da cidade que eu puder!
    Pretendo ficar 10 dias em solo inglês, e tenho um milhão de dúvidas.
    Gostaria primeiramente que me sugerissem os melhores posts, posts que me ajudariam a programar essa viagem.
    E tenho algumas pequenas dúvidas como:

    -Devo contratar um guia, ou consigo muito bem me virar e conhecer vários lugares bacanas livre desse gasto? (Não queria guia, pois quero viver a cidade mais livremente, tenho a sensação de estar preso a um guia, opinião própria)

    -Meu inglês (ainda não muito perfeito) é o Americano, se em um ano, assistindo filmes e entrevistas eu não pegar o tal sotaque britânico, vou passar vergonha, ou perceber as pessoas me olhando estranho?

    -Quero frio! Muito frio e Neve, muita neve! Me programei pra final de Janeiro ou começo de Fevereiro, fiz uma boa escolha?

    -Ainda não fechei, mas pretendo fechar um pacote de viagem pela “CVC” incluso passagem (ida e volta) + Hotel ( 10 dias) por mais ou menos R$3.200,00 (Hotel mais barato). Vocês acham que está um bom preço, ou compensaria mais comprar a passagem separada e procurar um Hotel por minha conta?

    -Gostaria que me indicassem um guia de Londres (livro).

    Essas são uma das muitas dúvidas que tenho sobre Londres, se poderem responder pelo menos parte delas, será de grandíssima ajuda.

    Site incrível. Parabéns.

    http://www.kawagalvao.com

  3. AMEI ESTE SITE ESPERO UM DIA PODER CONHECER LONDRES. GENIAL ESTA IDÉIA POIS ASSIM A GENTE JÁ VAI SABENDO O QUE PODE CONHECER NA CIDADE.