Descubra as principais atrações de Bristol, na Inglaterra

0
99

Bristol, na Inglaterra, foi apontada nos últimos anos como a melhor cidade para se morar no Reino Unido. Ela tem charme, atrações, cultura e até uma moeda própria (what?).

Localizada no sudoeste do país, Bristol pode ser visitada a partir de Londres. Quer saber se vale a pena e entender melhor onde ela fica, como chegar, o que tem lá e que história é essa de moeda própria?

Então siga a leitura e boa viagem.

Bristol na Inglaterra

Atrações de Bristol, na Inglaterra

Galerias de arte e casas de shows agitam a vida urbana em Bristol. O centro da cidade, rico em opções de entretenimento, também oferece uma vasta gama de lojas e centros comerciais. É o caso do Bristol Shopping Quarter, com as principais grifes do mundo em uma só quadra.

Já o Clifton Village Shopping é uma experiência mais clássica, com arquitetura e itens que remetem à antiguidade. O local tem muitos bares, cafés e jardins, trazendo um pouco da história da Inglaterra em paisagens e passeios de barco pela orla.

O apelo de museus e outras atrações de lazer fazem de Bristol um dos pontos mais interessantes da Inglaterra. Anualmente, durante o mês de agosto, acontece a Bristol Balloon Party, que consiste em reunir centenas de balonistas de várias partes do mundo em quatro dias de festa. O céu da cidade é tomado pelos balões, que colorem a vista aérea em Bristol. A celebração começou na década de 1970 e completará 40 anos em 2018.

Roteiro em Londres

A embarcação Brunel SS Great Britain também é um marco em Bristol. O navio da Era Vitoriana está aberto para visitas e proporciona uma verdadeira viagem no tempo e nas tradições marítimas inglesas. Existe uma loja de souvenirs nas imediações do Brunel SS, para quem deseja guardar lembranças do passeio.

Viver em Bristol durante o ano também pode ser uma boa alternativa às metrópoles da Inglaterra. A cidade tem duas grandes universidades: a University of Bristol e a University of West of England, acolhendo muitos estudantes que viajam de outras partes do mundo.

Um fator muito curioso de Bristol é que a região tem uma moeda própria, a Libra de Bristol, que pode ser operada tanto por papel (em cédulas), quanto por computador ou celular. A invenção da moeda teve o intuito de fortalecer e facilitar a economia local, priorizando a segurança nas transações financeiras. A cotação é a mesma da libra que circula em toda a Inglaterra, mas o dinheiro de Bristol é gerido por uma empresa de crédito local e tem plena funcionalidade eletrônica.

Nos esportes, não é necessário viajar para Londres a fim de acompanhar um jogo de futebol. São dois os clubes da cidade: o Bristol City, que joga no Ashton Gate Stadium,  e está na segunda divisão inglesa. O Bristol Rovers, mandante no Memorial Stadium, disputa a terceira. Há também uma equipe de rugby na cidade: o Bristol Rugby joga a segunda divisão local da modalidade.

Como chegar a Bristol

Estradas importantes da Inglaterra passam por Bristol, ajudando a ligar a cidade às demais localidades do país pela M4 e M5, rodovias próximas à Londres. Além das estradas, o acesso à Bristol se dá por aeroportos e ferrovias.

O Bristol Airport, inaugurado em 1957 e recebe mais de 7 milhões de passageiros por ano. É o nono aeroporto mais movimentado da Inglaterra. De lá, saem aviões para mais de 100 países. Até 2030, o aeroporto passará por reformas de expansão. Todas essas obras são feitas gradualmente para não afetar a operação do local.

A estação de trem Bristol Temple Meads, inaugurada em 1840, é a maior do oeste da Inglaterra e faz conexões com Manchester, Birmingham, Londres, Escócia e País de Gales pela via férrea, com oito pistas e 15 plataformas de embarque. O tráfego de passageiros é maior do que o do aeroporto, alcançando mais de 10 milhões de pessoas por ano.

Interior da Inglaterra

Fora do eixo metropolitano da Inglaterra, algumas cidades podem ser igualmente interessantes para turismo, trabalho ou educação. O interior da Inglaterra também merece um pouco de atenção, especialmente nas seguintes cidades:

Brighton

Brighton traz praias e outras atrações litorâneas para o público inglês e estrangeiro. Localizada na costa sul do país, a região dá atenção especial à arte e à cultura e reúne muitos turistas durante o verão. No mundo do esporte, Brighton tem um time na elite inglesa, disputando a concorrida Premier League. O clube atua no American Express Community Stadium.

Liverpool

Terra dos Beatles, Liverpool é uma das potências do noroeste inglês. Em recuperação econômica desde os anos 1990, em virtude da indústria, a cidade respira a arte, o cenário musical e o futebol. Com dois rivais de enorme tradição local, Liverpool e Everton, a torcida se divide entre os times, que também estão na Premier League, principal competição na Inglaterra. Nos anos 1960, Liverpool ficou conhecida mundialmente como a casa de quatro ícones do rock: os Beatles começaram a trilhar lá um caminho de sucesso que marcou a música.

Manchester

Capital da indústria têxtil da Inglaterra, Manchester tem histórica relação com as ferrovias inglesas e com a Revolução Industrial, que explodiu nas fábricas mancunianas no século XIX. Assim como Liverpool, Manchester possui dois gigantes do futebol. Os rivais Manchester City e United disputam a hegemonia inglesa com o Chelsea nos últimos anos. Ambos contam com estádios de grande porte e contam com ampla torcida dentro e fora do país.

Oxford

Às margens do Rio Tâmisa, a pequena Oxford abriga uma enorme tradição no ensino. É lá que fica a Oxford University, que está entre as dez melhores instituições educacionais do mundo. A universidade formou diversas personalidades em ramos como o da arte, da política e da ciência, como os escritores Oscar Wilde e J.R.R Tolkien e o ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton.

Gostou das dicas sobre Bristol e algumas das cidades do interior da Inglaterra? Comente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here