Descubra as principais atrações de York, na Inglaterra

1
203
Compre agora!

York é um marco histórico para a Inglaterra. Localizada no condado de North Yorkshire, a cidade traz muitos resquícios da antiguidade em suas ruas e paisagens. Com apenas duas horas de viagem de trem a partir de Londres, você pode conhecer castelos, cavernas e heranças de outros povos que passaram por lá.

O passeio pelo túnel do tempo é só um dos chamarizes para York, sinônimo de Inglaterra e de suas tradições culturais.

Mas não fiquemos só nisso. Há muito mais em York para ser desbravado.

York - cidades medievais
York fica ao Norte de Londres, a 345 km da capital e a 2h de trem. Foto: iStock, Getty Images

Atrações de York, na Inglaterra

Vikings, romanos e ingleses, todos no mesmo lugar, em períodos diferentes da História da Inglaterra. York é recheada com reminiscências dos primeiros anos da humanidade. A estrutura urbana foi bem preservada e a cidade tem um elo muito forte com o passado. Caminhar pelas ruas de York é como frequentar um museu a céu aberto.

As tavernas, cafés e outros estabelecimentos acolhem o público, que é agraciado com atrações artísticas em todos os cantos. São muitas as opções de turismo, englobando um mergulho na religião, como por exemplo o York Minster, um mosteiro clássico que é o coração do catolicismo inglês. Uma grande escadaria leva ao topo da torre, que dá uma vista privilegiada para o resto da cidade.

Roteiro em Londres

É sempre um ótimo roteiro visitar a Clifford’s Tower, uma torre que revive a História no período medieval. Construída por Guilherme I, o Conquistador, a obra foi destruída algumas vezes em contexto bélico e teve sua última grande reconstrução no século XIII, por Henrique III. O horizonte com a Clifford’s Tower e as montanhas a seu redor é uma experiência essencialmente britânica.

O York Dungeon também não fica atrás no turismo. A construção oferece uma caverna com uma verdadeira imersão na antiga sociedade. Lá, você pode conhecer o funcionamento dos grandes tribunais, ver de perto como operavam os guardas das masmorras e como viviam os prisioneiros. Tudo apresentado com fidelidade histórica e boa interação com os guias e artistas que encarnam os personagens do passado.

Se ainda assim você não tiver se aventurado o bastante, o Jorvik Viking Center resolverá seu problema. Um museu dedicado à cultura escandinava e dos guerreiros vikings, que mostra como eles viviam, trabalhavam e deixaram o seu legado em York. É outra das fascinantes viagens aos séculos passados, com riqueza de detalhes.

Para quem deseja algo mais leve, a Chocolate Story é uma grande pedida. É uma loja especializada em doces, que remonta às origens do chocolate e proporciona uma experiência única e saborosa ao visitante.

O York City Cruises, por sua vez, consiste em passeios de barco pelo Rio Ouse, com o complemento de um bar e guias que mostram os pontos mais interessantes da cidade, viajando pelas águas locais.

Por fim, vale também conhecer o Railway Museum, uma grande exposição com trens e itens de ferrovia que resumem essa tão clássica forma de transporte na Inglaterra. Dos mais antigos trens até os vagões luxuosos que conduziram a realeza britânica, você será apresentado às relíquias do maior museu ferroviário do mundo.

De Londres para York

Existem várias formas para se chegar a York, na Inglaterra. A principal é por via férrea. York tem conexões diretas com Manchester, Londres e Edimburgo, na Escócia.

Outro modo é usar os ônibus em York. Eles são considerados os melhores e mais eficientes do Reino Unido e permite o transporte de animais. A pontualidade e a qualidade do serviço ajudam a manter a boa reputação dos ônibus na cidade.

York não possui um aeroporto, mas está a apenas trinta minutos de Leeds-Bradford. Outros aeroportos de cidades maiores estão a uma ou duas horas de estrada da cidade, como os de Manchester, Newcastle, Durham-Tees, Doncaster-Sheffield e Humberside.

Leia também: 8 cidades medievais da Inglaterra

Velha e Nova York

A origem de York remete aos romanos, que ocupavam a região por volta de 7000 a 8000 a. C e fundaram a cidade muito tempo depois, por volta de 71 d.C, mas foi apenas em 1396 que ganhou projeção local, graças ao Rei Ricardo II, que concedeu autonomia à cidade.

Com a medida de Ricardo II, York se consolidou, econômica e politicamente falando.

Nesse intervalo, os romanos já haviam entrado em decadência e deixaram York, que foi ocupada pelos anglos e posteriormente invadida por Vikings em 866 d.C.

A cidade já foi palco de grandes desgraças como as inundações dos rios Ouse e Foss, em 400 d.C, causando muitas mortes. Durante a dominação dos vikings, houve também o grande incêndio de 1068, durante uma rebelião popular. Em 1190, no York Castle, mais de 150 judeus foram mortos por um levante anti-semita. Séculos mais tarde, em 1644, se deu a Guerra Civil (1642-1651), que culminou na destruição de pontos-chave de York e na morte de 4000 soldados, além da captura de outros 1500 homens do batalhão.

Em fases mais pacíficas, sobretudo nos séculos XVII e XVIII, York se impôs como grande produtora têxtil, com alta movimentação de mercadorias para o restante da Inglaterra. Além disso, a região se converteu em um centro mercantil e social, com marcas bem definidas no ramo da cultura, algo que até hoje é visível na postura do povo de York.

No ano de 1664, exploradores da Inglaterra conquistaram a área de Nova Amsterdã, nos Estados Unidos. Rompendo o domínio holandês na região, os ingleses rebatizaram a cidade como Nova York e reinaram por 120 anos na colônia, até a independência dos Estados Unidos, em 1776.

Após intenso conflito armado, os ingleses deixaram a cidade americana em 1783, o que culminou na criação da Constituição dos EUA e na lenta consolidação do país como maior potência mundial quase dois séculos depois. Mas a marca britânica permanece visível na influência cultural e no nome da grande metrópole, que hoje abriga centenas de outros povos, raças e credos.

E aí, curtiu conhecer mais sobre a história e as atrações de York, na Inglaterra? Comente.

Compre agora!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here