É possível estudar e trabalhar na Inglaterra? Descubra

6
1777
Descubra!

Estudar e trabalhar na Inglaterra é o seu sonho?

Então saiba que ele pode se tornar real.

É possível, sim, completar a formação no Reino Unido e ainda ter um emprego para ajudar a arcar com os custos.

Mas para que isso se concretize, é importante verificar alguns detalhes referentes à legislação britânica. ☝

Quem pode estudar e trabalhar na Inglaterra são os portadores do visto Tier 4, o visto geral para estudantes que vão permanecer no país por um período maior do que seis meses.

Nesse caso, é possível trabalhar entre 10 e 20 horas por semana durante o semestre letivo, ou em tempo integral no período de férias.

Mas como conseguir o Tier 4? E onde encontrar um trabalho na Inglaterra? É sobre isso que vamos falar abaixo. ?

Group of exchange students in London
Com o visto Tier 4, é possível trabalhar e estudar na Inglaterra. Foto: iStock, Getty Images

Como estudar e trabalhar na Inglaterra

Bem, como já enfatizamos, para estudar e trabalhar na Inglaterra você vai precisar obter o visto Tier 4. Ele é destinado a pessoas que vão passar mais do que seis meses em solo inglês por motivos acadêmicos.

Se você for permanecer por menos de seis meses, portanto, não precisará desse visto. O que significa, também, que não poderá trabalhar no país em hipótese alguma.

Já se você for permanecer na Inglaterra estudando por um longo período de tempo, terá de solicitar no Consulado Britânico do Brasil o visto Tier 4, que permitirá a você trabalhar no país enquanto estiver cursando uma graduação, pós-graduação ou curso de idiomas – desde que respeite as cargas horárias estabelecidas pela legislação (no máximo, 20 horas semanais de trabalho em período letivo).

Passo a passo para estudar e trabalhar na Inglaterra

Se você quer obter o visto geral de estudante, precisará preencher uma série de requisitos. Abaixo, falamos um pouquinho sobre eles. ?

1. Carta de admissão

Primeiro, é preciso ter uma carta de admissão da instituição de ensino na qual você pretende entrar – independente de ser uma escola de intercâmbio ou universidade.

2. Teste de inglês

Também é preciso comprovar que você sabe falar inglês obtendo aprovação em um teste.

Na maioria das universidades, é exigido o IELTS. Porém outras instituições de ensino oferecem um teste próprio, para avaliar se o seu nível de inglês está apto para receber a confirmação eletrônica de matrícula chamada CAS (Confirmation of Acceptance for Studies), para poder fazer a sua aplicação para o visto do Tier 4

3. Instituição reconhecida

Outra questão importante: para obter a permissão de trabalhar no país, a instituição na qual você vai ingressar precisa ser reconhecida oficialmente pelo governo britânico. Você pode conferir se ela faz parte da lista de instituições reconhecidas no próprio site oficial do governo.

Tudo ok?

4. Visto Tier 4

Então, o próximo passo é solicitar o visto. Para isso, é preciso ter em mãos os seguintes documentos: passaporte válido, duas fotos do mesmo tamanho daquela do passaporte (com o seu nome no verso) e documentação de suporte financeiro.

A exigência de determinados documentos também pode variar dependendo do curso ou de determinadas circunstâncias, conforme consta no site do governo britânico.

A inscrição para emitir o visto é feita online, no site do governo. É necessário fazer uma conta no site, preencher o formulário e pagar a taxa de solicitação.

Depois, você deve imprimir a inscrição e levar ao consulado brasileiro mais próximo. A aprovação do visto vai depender das informações contidas no formulário, documentos de apoio e seu histórico de imigração.

Como é o trabalho na Inglaterra

Conseguiu o visto Tier 4 e quer aproveitar para receber uma graninha extra nas horas livres? Então, o próximo passo é buscar um trabalho de meio turno na cidade em que estiver.

Geralmente, as funções ocupadas por brasileiros são nas áreas de limpeza ou atendimento em restaurantes e serviços de hotelaria. Mesmo os salários mais baixos pagam cerca de £ 8 libras por hora.

Mas o que você deve estar questionando é: como achar um emprego? O que costuma ocorrer entre quem vai estudar na Inglaterra é receber indicações de amigos ou colegas de escola sobre cargos disponíveis.

Além disso, a maioria dos restaurantes, lojas e bares também têm formulários de emprego à disposição.

A dica é básica: entre no local e, cordialmente, pergunte se eles estão com vagas abertas e preencha o formulário ou entregue o currículo.

Também vale procurar online. Há diversos sites que divulgam vagas de emprego no Reino Unido, como o Monster, o Total Jobs, o London Jobs e o Hays.

Se é o seu sonho estudar e trabalhar na Inglaterra, vá atrás e não desista! Nós vamos ficar aqui na torcida. ?

E aí, curtiu as dicas para estudar e trabalhar na Inglaterra? Elas foram úteis para você? Comente!

E para quem quer uma assessoria completa para estudar e trabalhar em Londres, uma dica:

CTA 4 inglaterra estudo intercâmbio

Bolsa para estudar na Inglaterra

Você sabia que pode conseguir bolsa para estudar na Inglaterra com até 50% de desconto?

Com descontos como esse, na pós-graduação, em diversos cursos de mestrado e universidades, é possível estudar por valores semelhantes ou até menores do que no Brasil.

Um dos motivos para isso é que os cursos de mestrado na Inglaterra têm duração de um ano, e não dois. Dessa forma, você obtém uma capacitação e um reconhecimento internacional em menos tempo, aproveitando o melhor da cultura da Inglaterra, e por um preço ainda menor do que no Brasil.

Parece impossível, mas não é, especialmente para quem recebe o visto Tier 4 e assim ganha condições de trabalho durante o período de estudos.

Confira: bolsas para mestrado e pós na Inglaterra

Por que estudar e trabalhar na Inglaterra

Além da possibilidade de trabalho, o estudo na Inglaterra oferece muitas outras vantagens em relação a outros destinos:

  • Cultura: a Inglaterra é um dos berços culturais do planeta. Influenciou o mundo inteiro em diversos momentos e traz referências e história em cada esquina. Trata-se de um verdadeiro museu a céu aberto.
  • Qualidade de ensino: a Inglaterra tem algumas das instituições de ensino mais respeitadas e prestigiosas do mundo. O nível das escolas e das universidades é excelente, e por isso você pode aprender mais e melhor. Depois, ganha um diploma ou certificado reconhecido e respeitado para voltar ao Brasil em um novo patamar profissional.
  • Museus gratuitos: além de ser um museu a céu aberto, Londres é a capital dos museus. E todos os grandes museus públicos de arte e história são gratuitos! Sim, você pode passar as tardes no Museu Britânico sem pagar nada por isso. Para estudar, que tal dar um pulo na Biblioteca Britânica? E no fim de semana, quem sabe dar um passeio na National Gallery e no Tate Modern?
  • Pluralidade de nacionalidades: a Inglaterra é um ímã de estudantes de todos os cantos do mundo. Por isso, você vai estudar com espanhóis, italianos, franceses, poloneses, russos, americanos, canadenses e até brasileiros. Esse contato com outras nacionalidades favorece não apenas o conhecimento de outras culturas, mas também um networking de estudo e trabalho que pode levá-lo mais tarde para outros países.

Gostou das dicas para estudar e trabalhar em Londres? Deixe um comentário.

Descubra!

6 COMENTÁRIOS

  1. Inglês fluente ou avançado abre muitas portas de oportunidades profissionais, de viagens e de lazer! Hoje existem muitos recursos para se aprender a língua, principalmente pela internet. Depois de muita pesquisa encontrei alguns bons sites, como essa página (http://alcanceafluencia.com/) que fornece treinamentos sobre aprendizagem acelerada, Estudos Gratuitos, Ebooks, Guias e Dicas para aprender inglês com Música! Fantástico! O melhor que já vi!

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu Comentário
Entre com seu nome aqui