Notícias de Londres: as principais fontes de informação da Terra da Rainha

1
97
Compre agora!

As notícias de Londres repercutem no mundo inteiro. Parece que os acontecimentos na capital britânica têm apelo maior do que no restante do planeta.

Talvez as notícias de Londres possuam maior amplitude devido à importância histórica e hegemônica da Inglaterra e do Reino Unido.

Talvez o principal motivo esteja no entorno da Família Real, da tradição monárquica e do embate cotidiano entre a conservação das raízes britânicas e a efervescência de um caldeirão de culturas e influências que transborda de Londres e ultrapassa as fronteiras do Velho Continente.

Talvez sejam os jornais, os veículos de imprensa e as grandes redes de comunicação que levem as notícias de Londres a um patamar mais elevado. Afinal, Londres é o verdadeiro hub jornalístico da Europa.

De qualquer forma, as notícias de Londres, da Inglaterra e do mundo ainda são tratadas com seriedade por grandes jornais da Inglaterra.

Não é difícil reconhecer quais são os mais confiáveis e os que possuem menor preocupação com o valor e os princípios jornalísticos, mas ainda há um bom número de veículos que respeitam o leitor e as tradições do ofício em solo inglês. A maioria está situada em Londres, centro econômico e grande metrópole britânica.

Roteiro em Londres

Neste post, vamos descobrir quais são as principais fontes de notícias de Londres, como se manter informado sobre os acontecimentos britânicos e em quais jornais e veículos ficar de olho para encontrar o bom jornalismo.

Vamos lá?

Quiosque de jornais em Londres
Jornalismo impresso ainda tem espaço em Londres. Foto: CC0, Max Pixel

Notícias de Londres nos jornais ingleses

A seguir, você vai descobrir onde ficar de olho para encontrar as notícias de Londres:

The Guardian

Um dos mais importantes jornais entre os diários ingleses é o Guardian, de alcance mundial, que traz notícias sobre acontecimentos dentro e fora do país, com um seleto grupo de colunistas. Nesse contexto, não é só o eixo de Londres que ganha atenção nas notícias. O mundo inteiro é assunto constante no Guardian. A cobertura cuidadosa faz do grupo, fundado em 1821, um dos pilares jornalísticos na Inglaterra.

The Telegraph

O Telegraph também desfruta de muito prestígio entre os produtores de notícias na Inglaterra, apesar de não esconder sua inclinação política nos editoriais e outros artigos de opinião. Fundado em 1855 e com forte influência do Partido Conservador, o Telegraph é conhecido por suas manchetes impactantes e objetivas, sem perder qualidade por práticas sensacionalistas. Ainda é uma das fontes de informação mais confiáveis da Europa, assim como o Guardian.

The Times

Um outro jornal de grande prestígio é o Times. Fundado em 1785, o diário londrino aposta em um formato compacto para continuar sendo uma das principais fontes de informação da Inglaterra. Foi o Times, aliás, que inventou a fonte Times New Roman, uma das mais básicas da história da escrita nos últimos séculos. É mais um dos gigantes baseados em Londres. Em seu site, o jornal dá muita atenção ao conteúdo produzido por seus colunistas, além de acompanhar assuntos polêmicos do momento, como o Brexit.

The Observer

Comprado pelo Guardian Media Group, o Observer se reinventou ao longo de sua trajetória. É o jornal mais antigo do mundo, criado em 1791, com orientação política centro-esquerdista. O veículo circula semanalmente aos domingos e tem maior concentração de exemplares em Londres, sua cidade-base. Depois de ser absorvido pela estrutura do Guardian, o Observer possui apenas uma página satélite na internet, como suplemento da marca principal do grupo. Notícias, artigos de opinião e outros especiais são frequentes no site.

Financial Times

Para quem vive de negócios, o Financial Times talvez seja a proposta ideal de notícias da Inglaterra. O veículo tem versão impressa que circula em todo o Reino Unido e um site oficial, no qual o mercado e a economia são as principais pautas. Tudo que envolve dinheiro e investimentos é de interesse do Financial Times, que desde 1888 se especializou nesse ramo.

The Sun, Daily Mail e Metro

À parte dos dois dinossauros de mídia, os veículos The Sun, Daily Mail e Metro tomaram uma grande fatia do mercado editorial, liderando com folgas o número de jornais vendidos diariamente na Inglaterra. Entretanto, essa força se explica pelo caráter polêmico e de tabloide, com forte apelo para manchetes e notícias sobre a vida particular de celebridades. Não raro, suas capas apresentam histórias duvidosas com apurações pouco cuidadosas.

O histórico do The Sun é particularmente problemático. O veículo já foi desmascarado em diversas pautas e atraiu enorme rejeição do público do futebol, pelo seu envolvimento na trama que sucedeu a tragédia de Hillsborough, em Sheffield, quando 96 torcedores morreram por negligência policial e superlotação. Na época, em 1989, o tablóide se posicionou contra os hooligans (torcedores organizados conhecidos pela violência), causa difundida pela ex-premiê Margaret Thatcher.

A postura impopular foi enfatizada com várias reportagens controversas, que culpavam as vítimas pelo incidente nas arquibancadas. No entanto, o conteúdo do The Sun também tem o diferencial de trazer histórias curiosas no cotidiano da Inglaterra. Seus personagens favoritos são criminosos ou vítimas de tramas violentas e desaparecimentos.

Os três veículos em questão, todos baseados em Londres, também possuem inclinação conservadora, mas o sensacionalismo, nesse caso, compensa, já que as publicações ultrapassam a casa de um milhão de exemplares vendidos no Reino Unido, estatística baseada no ano de 2017.

Dos três, o Metro é o menos sensacionalista. É distribuído gratuitamente nas estações de metrô, carregado para os trens por passageiros apressados e lido rapidamente entre o ponto mais próximo de casa e o desembarque, quando é deixado para um novo commuter, que passa os olhos pelas manchetes antes de se concentrar nas notícias do futebol.

Daily Mirror

Em contrapartida aos jornais e tablóides conservadores, o Daily Mirror é o principal representante da classe trabalhadora inglesa. Alinhado com a pauta do Labour Party, apresenta uma linguagem mais popular, para atrair mais leitores nas classes médias e baixas do país.  

BBC e as notícias de Londres e da Inglaterra

Gigante do ramo da comunicação, a BBC é um símbolo de Londres e da Inglaterra. Fundada em 1922 e pertencente ao governo do Reino Unido, a emissora se expandiu muito no século passado, ganhando força no rádio e na internet, além de sua vasta rede de filiais ao redor do mundo e canais para diferentes segmentos, como culinária, esportes, cidades, etc.

Presente em outros países como o Brasil, com uma versão em português de seu portal, a BBC ainda é uma das grandes produtoras de material jornalístico e qualidade inquestionável. Sediada em Londres, tem enorme alcance nas residências da Inglaterra, com alto poder de influência e penetração nas casas das famílias, das mais pobres às mais ricas.

É muito fácil ficar em contato com Londres e todo o panorama da sociedade inglesa acompanhando ao canal, que também aparece em operadoras a cabo no Brasil com a sua versão noticiosa, incluindo ainda debates sobre política e temas de interesse mundial.

Em complemento às suas notícias, a BBC também se consolidou no ramo do entretenimento, com muitas atrações e séries premiadas internacionalmente. Muitas delas, como Sherlock, estão no catálogo de seriados britânicos da Netflix.

E você, como fica por dentro das notícias de Londres? Deixe um comentário.

Compre agora!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here