15 cidades da Europa para o seu roteiro de viagem

15 cidades da Europa para o seu roteiro de viagem

1

Pensando em ir para a Europa ? Não é um pensamento só seu. Todo os anos milhares de pessoas de todo o mundo arrumam as malas e vão para o Velho Continente em busca de suas cidades turísticas, atrações históricas e seus símbolos culturais. Para fazer um belo roteiro que garante uma viagem completa e genuinamente europeia, você conhecerá neste texto 15 cidades na Europa que você deve fortemente considerar incluir em suas próximas jornadas.

Neste post, selecionamos cinco cidades da Europa em alta para 2017, cinco entre os destinos mais belos no continente e cinco lugares históricos que você precisa conhecer de perto.

Por que viajar para cidades da Europa

Primeiro, é interessante compreender o apelo de viajar para a Europa.

É claro que cada continente e cada país possui as suas atrações e com certeza todos eles têm algo de legal para conhecer e curtir. Escolher a Europa e suas cidades como destino não significa relegar os demais continentes ao segundo plano. Mas cá entre nós, o solo europeu tem algo de especial e algumas boas razões para ser visitado que outros lugares não possuem.

Confira algumas delas:

  • A Europa é segura –  Essa não poderia deixar de ser a primeira razão. Apesar de todas as questões com atentados e problemas migratórios que têm assaltado os jornais do mundo ultimamente, os número da segurança pública na Europa são de deixar nós brasileiros de queixo-caído. Literalmente os outros quatro continentes perdem de 7 a 1 em relação à segurança pública. Mesmo a Ásia, que possui Japão e Coréia, dois dos países mais seguros do mundo, não possui números tão bons como os europeus.
  • União Europeia não exige Visto – Nós brasileiros não precisamos tirar visto para viajar aos países membros da União Europeia. Basta seu passaporte atualizado e seguro de viagem (que é recomendado mesmo que não fosse exigido). Imagine ter que tirar visto para todos os países que você quiser incluir em seu roteiro. A Dor de cabeça e gastos extra com certeza não seriam uma grande motivação.
  • Fácil de conhecer e de viajar para vários lugares – Os europeus construíram uma malha de transportes eficiente e altamente interligada. Além de ser fácil de se locomover por modais de transporte diferentes (trem, avião, carro, ônibus, etc), você pode rodar vários países diferentes na mesma viagem com uma facilidade dificilmente encontrada em outros lugares.
  • Riqueza cultural, histórica e arquitetônica – Não é exagero dizer que a Europa é o berço da cultura ocidental e, por extensão, da cultura globalizada do nosso mundo atual. Foi lá que a revolução industrial e os grandes acontecimentos que moldaram o mundo nos últimos séculos se concentraram. E isso é visto a céu aberto por lá. As cidades são grandes museus ao ar livre e os centros de arte e cultura são simplesmente os melhores do mundo.
  • A comida, sim, a comida – Falar da culinária que você terá acesso na Europa é chover no molhado. Mas sim, essa é uma das razões que fazem a viagem tão especial. Itália, França, Espanha, Alemanha e todos os demais países possuem uma tradição gastronômica imponente e de dar água na boca. A Itália talvez seja o maior ícone da culinária europeia. Seus pratos são tão apreciados que praticamente já fazem parte da cultura global. Lembre-se de não ter vergonha de comer bem quando estiver por lá.

Essas são algumas ótimas razões para você se convencer que a Europa é um destino especial e tem tudo para fornecer uma viagem memorável. Agora que você está mais convencido de sua escolhida, vamos te ajudar a escolher as melhores cidades para visitar no Velho Continente.

Cidades da Europa em alta em 2017

Todos os anos algumas cidades da Europa se destacam, seja pelo seu eventual custo-benefício seja por algum evento internacional ou esportivo. As cidades da Europa em alta em 2017 são muitas. Sempre são, afinal de contas, estamos falando da Europa. Para este ano nós temos 5 grandes destinos recomendados:

1 – Glasgow, Escócia

Catedral de Glasgow_publico
Catedral de Glasgow é um monumento remanescente da Idade Média. Foto: Domínio Público

A Escócia é um país cuja visita pode ser casada com Londres e outras cidades Inglesas. A sua capital Glasgow é uma dessas cidades que ostenta uma atmosfera tão própria que é difícil não se lembrar de cada detalhe da viagem mesmo anos depois.

Além de ser mais barato do que Londres e outros centros Ingleses, Glasgow possui muitos passeios gratuitos, especialmente aos seus museus e prédios históricos. Apreciadores da companhia de um bom whisky irão adorar a cidade. A música local também é muito característica e é outra das coisas que ficam marcadas na memória

2 – Córdoba, Espanha

Outrora Córdoba foi o maior e mais vibrante centro cultural da Europa. Sua herança muçulmana e judia e seu aspecto histórico a faz um destino obrigatório para quem passa pela espanha (os outros dois são Barcelona e Madri). A principal atração é a Mesquita-Catedral de Córdoba.

3 – Utrecht, Holanda

A apenas 30 minutos de Amsterdam,  Utrecht é uma cidade mais jovem e estudantil, e como tal, também tem preços condizentes com seu público (o que é ótimo para nós viajantes). A cidade possui uma bela vida noturna e é um ótimo destino para descansar e aproveitar mais restaurantes e bares do que passeios cansativos e longos.

4 – Montpellier, França

Essa é uma cidade mediterrânea, tal como as demais dessa lista é mais em conta do que a capital de seu País, no caso, Paris. Como toda cidade francesa, dispõe de cafés e boulevards convidativos e cultos. O centro histórico, o Musée Fabree, o distrito de Antigone e o Jardin des Plantes são as principais atrações da cidade.

5 – Leipzig, Alemanha

Johann Sebastian Bach, Richard Wagner e Friedrich Nietzsche. Você conhece algum deles? É claro que sim. Não só eles como também Goethe, talvez o maior escritor da literatura alemã. Todos eles têm algo em comum: Leipzig. A “cidade dos heróis” como é chamada pelo papel que teve na queda do muro de Berlim, é uma cidade mais barata do que a central Berlim e ótima pedida para 2017. Dentre suas atrações estão sua arquitetura variada, a efervescente cena jovem e belas paisagens naturais com florestas e lagos

Gostando dos destinos? Que ótimo! Mas não pare por aqui. Temos mais sugestões logo abaixo.

5 das cidades mais belas da Europa

Abaixo, confira uma lista com cinco das cidades europeias mais bonitas e encantadoras:

1 – Paris

Paris é uma das principais cidades da Europa
Paris é uma cidade apaixonante. Foto: iStock, Getty Images

A capital francesa dispensa grandes apresentações. A popularidade da torre Eiffel, do museu do Louvre, do Arco do Triunfo e da avenida Campos Elísios é tão grande que quase não é necessário citar que são as maiores atrações da cidade. Paris é uma cidade cara, mas que se paga. Seja você um poeta buscando inspiração ou um jovem buscando a abundante vida noturna do boêmio bairro de Montmartre, Paris vale cada centavo de euro que você deixa por lá.

2 – Londres

Londres é uma das grandes capitais mundiais Sede do Parlamento britânico e detentora de uma história rica e de uma vibrante vida cultural. Os passeios pelos museus (a maioria com entrada gratuita) e por seus pubs a tornam ideal tanto para viagens em família como para diletantes em busca de experiências pessoais únicas.

A libra esterlina é uma moeda cara, mas se você souber aproveitar os passeios gratuitos pela cidade a visita acaba saindo por um preço muito menor do que você poderia imaginar.

3 – Barcelona

Terra natal do Barça e capital da Catalunha, Barcelona é passagem obrigatória de quem vai à península ibérica. Cidade ao mesmo tempo litorânea e montanhosa, moderna e tradicional, é também um centro cosmopolita e com um cardápio de atrações turísticas que não merecem uma visita rápida.

Faça questão de reservar alguns dias, no mínimo, para rodar pela cidade e dedicar a atenção que a mesma merece. De quebra, um jogo decisivo pelo campeonato espanhol em pleno Camp Nou pode coroar a visita com chave de ouro.

4 – Praga

Capital da República Checa, Praga é um dos centros urbanos europeus indicados para quem gosta de riqueza arquitetônica e vida cultural. Situada às margens do rio Vltava, a capital também conhecida como “Cidade das cem cúpulas” junta as duas melhores coisas de se viajar às cidades do leste europeu: é muito mais barata do que as capitais do oeste e é tão turística quanto.

Além de fazer bem para você e seu roteiro de viagem, Praga também pode ajudar a equilibrar as despesas de se conhecer os principais destinos turísticos como Paris e Londres.

5 – Moscou

A capital russa, Moscou, é uma cidade imponente e bela de tirar o fôlego. Mas nem sempre figura entre as mais visitadas do mundo. O fato de a Federação Russa não ser exatamente muito simpática aos olhos da maioria dos europeus e outros países às vezes faz com que as cidades do países sejam preteridas em favor das concorrentes do oeste. No entanto, não há dúvidas que se trata de um grande centro de turismo.

O teatro Bolshoi (grande teatro, em russo), o Kremlin e a catedral de Santa Sofia são atrações tão conhecidas quanto o Louvre e o Arco do Triunfo. Detentora de uma moeda desvalorizada, o Rublo, a Rússia pode ser um destino barato comparado às principais capitais da zona do euro. Moscou está bem a leste e pode ser casada com um passeio pelos demais países do leste europeu.

Cidades históricas da Europa

Dizer que uma cidade europeia é histórica é quase redundância. O Velho Continente não possui esse apelido por nada. Sejam as capitais ou as cidades menores e distritos rurais, é difícil encontrar um centro urbano na Europa que não tenha uma longa história para contar.

Algumas cidades são destaques dos nossos livros de história. Capítulos inteiros e coleções inteiras podem ser encontradas em bibliotecas e livrarias sobre cidades como Roma e Atenas.

Essas cidades históricas são as últimas paradas antes de colocarmos um ponto final em nossa viagem.

1 – Roma

Coliseu
Pontos históricos de Roma atraem milhares de visitantes à Itália. Foto: iStock, Getty Images

Não tem como não conhecer Roma, literalmente falando. Mesmo que você nunca tenha pisado em solo italiano e não saiba pedir um espaguete na língua de Dante, você já estudou, viu filmes, leu livros, notícias e reportagens sobre a lendária e real cidade de Roma.

A capital Italiana é herdeira do clássico Império Romano, que no imaginário ocidental é conhecido por suas ruínas e pelas adaptações para cinema feitas por tantas vezes. Ligada umbilicalmente à Igreja católica também, Roma é a própria história sendo dita em concreto e asfalto.

2 – Atenas

A capital Grega está no mesmo patamar de Roma. Não adianta ter nascido longe, não gostar de história e ter pavor daquelas letrinhas gregas que povoam os livros de matemática, você conhece a Grécia e Atenas de uma forma ou de outra.

Tal como Roma, Atenas faz parte da constituição da própria história do ocidente e é tão estudada e representada em nossa cultura que dificilmente você encontrará alguém que não reconheça as colunas do Partenon. Sair do cinema e dos livros e conhecer as ruas e as pessoas é ainda melhor.

3 – Berlim

Berlim e os seus 3,5 milhões de habitantes é a maior cidade da Alemanha. Centro da maior potência econômica da Europa, essa cidade da Europa germânica também respira história em suas grandes avenidas, ruas e vielas.

Surgida no século 13, Berlim foi capital sucessivamente dos Reinos da Prússia, do Império alemão, da República de Weimar, do Terceiro Reich, e da República da Alemanha. História viva do século XX e da Guerra fria, quando foi dividida em Berlim ocidental e oriental, a cidade é um livro que se desdobra a cada esquina para quem se dispõe a visitá-la. Passeio obrigatório na Alemanha.

4 – Lisboa

Lisboa é uma cidade relativamente pequena, com pouco mais de 500 mil habitantes. Mas sua história é gigante. Cidade em que morou Fernando Pessoa e muitos dos grandes mestres da literatura em língua portuguesa, a capital lusa é um dos destinos preferidos dos brasileiros na Europa. Ao mesmo tempo barata, segura, histórica e com um sentimento de familiaridade para todos nós brasileiros.

Essa cidade tem tudo para ser a porta de entrada de seu roteiro na Europa. Entrar na Europa por Lisboa é como ganhar a taça de um torneio antes mesmo de ganhar a final.

5  – Istanbul

Por fim, nossa última recomendação. Ao mesmo tempo europeia e asiática, a capital da Turquia é herdeira de toda a cultura do Império Otomano. Trata-se do centro urbano mais populoso da europa com mais de dez milhões de habitantes e ponto de contato nevrálgico entre o continente europeu e o Oriente Médio.

A cidade abriga uma culinária histórica e muito própria, construções e mesquitas estonteantes e feiras ao melhor estilo da antiguidade otomana. É uma das cidades mais históricas do mundo e coroa nossa viagem de forma inesquecível.

E aí, como está o seu roteiro de viagem pela Europa até agora ? Mais histórico ou mais turístico? O que achou das nossas sugestões? Deixe um comentário.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

1 comentário