Blogagem Coletiva – Meus 7 Links

0
7

Para o Mapa de Londres, a blogagem coletiva constitui-se de terreno inexplorado. Mas a rede de links disseminados pela trupe viajante da blogosfera chegou até nós. A Cláudia, do A Viagem Certa, foi convidada pela Patrícia, do Turomaquia, pela Bárbara Bueno, do Brasil na Itália, e pelo Henry Bugalho, do Mãos de Vaca. Por sua vez, a Cláudia convidou a Natasha e o João, do Pra Ver em Londres. Esses apaixonados pela capital britânica, então, lembraram da gente e de mais uma porção de blogs bacanas.

A ideia dessa Blogagem Coletiva proporciona uma espécie de retrospectiva, pois convida a destacar sete posts que, por motivos diferentes, marcaram a história do blog. Então, de bússola em punho e muita atenção aos barcos suspeitos que passam pela gente no Tâmisa, vamos desbravar o Mapa de Londres:

  1. O post mais bonito

O post chamado Os Pontos Turísticos de Londres. Ele visa a reunir as atrações mais famosas e requisitadas da capital britânica. Tem divisões certinhas, como igrejas, museus, parques, palácios, grátis, etc. Na verdade, ele reúne diversos posts, então se trata realmente de um manancial bacana de informações básicas para a montagem de um roteiro de viagem.

  1. O post mais popular

O número de acessos indicado pelo Google Analytics não deixa dúvida: o post mais popular é o Mapa de Atrações Turísticas de Londres, um campeão de visitas desde o início do site. Nele, criamos um mapa do Google reunindo um grande número de atrações e também reproduzimos um mapa antigo, desenhado, com os pontos turísticos mais atraentes de umas décadas atrás (London Eye não existia, por exemplo).

  1. O post mais controverso

Poucos posts do blog são construídos em primeira pessoa, na voz do editor, Gustavo Heldt. Isso porque o conceito básico do Mapa de Londres pretendia configurar o blog como um guia turístico. Com a remodelação realizada recentemente, procuramos (eu e meu irmão, Guilhermo, braço direito da história) estabelecer duas plataformas de acesso: o guia, mais formal, no site principal, e o blog, mais crônico e pessoal, que pode ser acessado tanto pela home quanto pelo endereço https://mapadelondres.org/blog.

Assim, poucos posts, até agora, tiveram a capacide de se transformar em motivo de controvérsia. Um que imaginei que pudesse suscitar discussões se chama Londres não é cara. Nele, só para dar um exemplo, defendo que o transporte em Londres, mesmo em comparação com o Brasil, não pode ser considerado caro. Confira e revolte-se, se for o caso.

  1. O post que ajudou mais gente

Dentro do nosso Guia Básico, temos o Guia do Transporte, que pretende orientar passo a passo o visitante em Londres. Assim, constitui-se de um dos materiais que mais auxilia os leitores que estão planejando sua viagem, conjuntamente ao guia de pontos turísticos, já mencionado.

  1. O post de sucesso surpreendente

Há alguns dias, publiquei um Guia Para Identificar Estrangeiros em Londres. É um texto irônico, construído com base em alguns elementos verdadeiros que realmente ilustram bem algumas nacionalidades que se encontram na capital britânica. O texto teve muitos acessos no dia e foi compartilhado por um monte de gente no Facebook. Como esse, outros virão.

  1. O post sem o sucesso merecido

A série Personagens de Londres não faz grande sucesso entre os leitores do site. Na verdade, trata-se de uma aposta e uma vontade pessoal minha de escrever sobre esses assuntos que despertam pouca curiosidade de quem se interessa mais por pontos turísticos do que por histórias. Com Os Corvos da Torre de Londres, acho que consegui unir esses dois elementos, mas isso não foi o suficiente para angariar os cliques merecidos. Quem sabe agora, com esse semiapelo, o post se destaca mais?

  1. O post do qual mais me orgulho

Não há um único post do qual me orgulhe. Mas talvez os que mais demandem esforço e que mais me proporcionem prazer ao redigir sejam aqueles que contam um pouco a história de Londres. Elejo, por isso, um símbolo da história da cidade, o Palácio de Whitehall, que sobrepujava até o Palácio de Versalhes no século 17, antes de servir de palco para a execução do Rei Charles I e de um incêndio que o extinguiu quase por completo. Restou a Banqueting House, outro post bacana.

Quebrando as regras

Não vou indicar outros sete blogueiros para participarem, porque os blogueiros que acompanho já foram convidados ou já estão participando. Então, resta apenas citar aqui alguns posts com os 7 links de blogs bacanas:

Básico e Necessário

Pra ver em Londres

Aprendiz de Viajante

Turomaquia

A Viagem Certa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here