Londres não é cara

7
185
Descubra!
David Hewitt, SXC

As pesquisas estão erradas. Londres não é tão cara assim.

Esses dias, uma pesquisa informou que Londres encontra-se na terceira posição do ranking de cidades mais caras para o turismo. Essa mesma pesquisa deu, como exemplo, o preço unitário de uma passagem de metrô, 4 libras. Mas o instituto responsável pela averiguação das informações esqueceu de contar que existe uma maneira de usar o transporte público quantas vezes for necessário por 8 libras por dia. Ainda parece caro?

Muitos turistas reclamam dos preços na capital britânica. Ao planejar a viagem, contabilizam o preço da passagem aérea, do hotel e do transporte dentro da cidade.

O susto começa na conversão. A disparidade entre o real e a libra esterlina é grande, embora esteja diminuindo consideravelmente nos últimos anos.

Então Londres é impagável por causa da libra? Não, calma. Só para se ter uma ideia: em 2004, uma libra chegou a custar 6 reais. Atualmente, uma moedinha de uma libra custa 2,50 reais.

O custo de Londres é justo. Quer passear de graça em um lugar que possui bom sistema de transporte público, baixa criminalidade e infraestrutura de saúde em plenas condições? Não, né? Então fique consciente disto: as pessoas gostam de se escandalizar, e todo ser humano adora criar manchetes. “Londres é a cidade mais cara do mundo”, dizem logo depois de retornar da capital britânica.

Você certamente já leu que o transporte em Londres é caro. Mas isso é mentira. O transporte público em Londres é tão bom, que ninguém precisa ter carro. Considere isso quando calcular que uma passagem única no Brasil custa, em uma média chutada para baixo, 2 reais. Digamos que você não tenha carro e precise usar o transporte público para tudo, do trabalho à balada. Então suponhamos que você use seis passagens de ônibus por dia. 6 x 2 = 12 reais x 30 dias = 360 reais. Em Londres, um passe mensal que inclui ônibus e metrô pode ser comprado por 106 libras. OK, faça a conversão: dá 265 reais.

Mas você vai dizer: ah, depois da segunda passagem de ônibus, eu ganho um desconto. OK, coloque o desconto aí. Se você fizer muito esforço, vai ter um custo hipotético em transporte tão alto quanto o de Londres. Com a diferença de que aqui você não será assaltado se pegar ônibus às 3h da manhã saindo bêbado da balada. E se você for assaltado e levar um tiro, terá direito a um hospital com leitos e médicos disponíveis.

Não é só no transporte que a comparação funciona. Vejamos o exemplo dos supermercados. No Asda e no Tesco, dois dos mais baratos de Londres, existem pacotinhos de miojo à venda por 10 pence. Já imaginou? Pense no que esse valor significa para o assalariado que ganha em libras. Ou volte ao mundo das conversões: no Asda, você compra 2 Cocas de dois litros por 3 libras (7,5 reais). Em supermercados do Brasil, você gasta R$ 4,50 por cada Coca 2 litros.

British Museum. Foto: David Hewitt

As frutas, por outro lado, são muito mais baratas no Brasil. Por isso, você pode comer muitas frutas antes de vir para cá. E aqui descobrir a capital britânica de forma bastante econômica. O Museu Britânico, a National Gallery, o Tate Britain, o Tate Modern, o Science Museum e o Victoria & Albert são apenas alguns exemplos de atrações turísticas que têm entrada completamente gratuita na cidade. Já imaginou pontos turísticos dessa magnitude com entrada franca no Brasil?

Claro. Também tem o Madame Tussauds, que custa quase 30 libras. Tem o London Eye, que arranca no mínimo 16 libras da carteira. E as igrejas, que de vez em quando insistem em cobrar. Mas peraí: você quer mesmo conhecer Londres, a capital do Reino Unido, a cidade seminal que serviu de palco inicial para as grandes bandas de rock, o lugar conquistado por romanos há quase 2 mil anos, a capital britânica que resistiu à Grande Praga de 1665, ao Grande Incêndio de 1666 e às blitze nazistas na Segunda Guerra Mundial? Então guarde uma graninha e desembarque sem medo.

Londres está esperando. E você vai se apaixonar. Vezes 2,50.

Descubra!

7 COMENTÁRIOS

  1. Conheci este site hoje, por indicação de uma amiga e simplesmente adorei!
    O post de “Londres não é cara” está sensacional, brilhante em sua argumentação.
    Realmente, a capital britânica é uma cidade tão maravilhosa e apaixonante que, na verdade, torna-se barata pelo que ela tem a oferecer.
    Sou completamente apaixonado por Londres, onde já estive duas vezes e pretendo voltar muitas outras mais!!!
    Caro é o Brasil, cheio de ladrões, violência impune e onde não se explora o turismo mas o turismo! Pensem nisso antes de reclamarem dos preços de verdadeiras jóias da civilização – como Londres!

  2. Caro mesmo é a moradia! A maioria dos flats, por exemplo, são caros demais pela simplicidade que oferecem. A cidade realmente é apaixonante, talvez esse seja o motivo do alto preço para se morar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu Comentário
Entre com seu nome aqui