London Pass vale sempre a pena?

ANÚNCIO

O London Pass é um passe que concede entrada gratuita em dezenas de atrações de Londres e ingresso sem fila para alguns dos pontos turísticos mais concorridos. Parece ótimo, né? Mas nem sempre o London Pass vale a pena. Neste post, vamos explicar por que você deve planejar muito bem o seu roteiro antes de decidir se faz essa compra ou adquire os ingressos na loja da VisitBritain, o órgão oficial de turismo da Grã-Bretanha.

O que o London Pass oferece

Torre de Londres foi erigida na invasão normanda. Foto: Mapa de Londres
Ingresso para a Torre de Londres está incluso no London Pass. Foto: Mapa de Londres

O London Pass oferece entrada gratuita em muitas atrações de Londres. Abaixo, confira algumas das atrações mais caras pelas quais você não precisaria pagar individualmente se adquirisse o passe:

ANÚNCIO

Abadia de Westminster

Churchill War Rooms

HMS Belfast

ANÚNCIO

Kew Gardens

London Bridge Experience

London Transport Museum

London Zoo

Palácio de Kensington

Shakespeare’s Globe Theatre Tour

Torre de Londres

Tour e Museu de Wimbledon

Tour pelo Estádio de Wembley

Tour pelo Estádio do Arsenal

Tour pelo Estádio do Chelsea

A lista completa de atrações cobertas pelo London Pass você encontra neste link.

Além da entrada nessas atrações, o passe permite que você não pare na fila na Torre de Londres, sempre muito concorrida.

Quanto custa o London Pass

London Pass - Mapa de LondresO passe, tipo um cartão com chip, é comercializado com duração pré-determinada:

1 dia (Adulto: 59,00 / Criança: 39,00)

2 dias (Adulto: 79,00 / Criança: 59,00)

3 dias (Adulto: 85,50 / Criança: 59,40)

6 dias (Adulto: 109, 65 / Criança: 75,65).

O que o London Pass não oferece

O London Pass não cobre algumas das mais caras atrações de Londres, como o museu de cera Madame Tussauds, a London Eye, a London Dungeon, Aquário de Londres, St Paul’s Cathedral e tour pelos estúdios do Harry Potter.

Como funciona o passe turístico

Durante o período estabelecido, o cartão possibilita a visita a quaisquer dos pontos turísticos anunciados – e alguns deles sem fila. Além dessa facilidade, o London Pass ainda oferece desconto em restaurantes e bares conveniados e a opção de comprar, juntamente ao passe, um cartão de transporte.

Período de validade

Vamos a um exemplo. Se você comprou o passe de um dia, você pode entrar em qualquer uma das atrações durante o dia inteiro. Nesse caso, quanto mais atrações caras você visitar no dia, mais vai valer a pena. É importante lembrar que muitas atrações anunciadas se localizam distantes umas das outras, ou seja, você precisa considerar o tempo de deslocamento entre elas ao planejar quantas encaixar em um único dia.

Além disso, não esqueça: o dia é o do calendário (segunda-feira, por exemplo), e não um período de 24 horas seguidas. Se você começar a usar o cartão de um dia na tarde de uma quarta-feira, não poderá utilizá-lo na quinta.

London Pass no smartphone

Em vez de coletar o passe ou esperar a entrega no Brasil, é muito mais fácil baixar o aplicativo do London Pass e utilizá-lo no celular. Assim, o passe será ativado ao passar na primeira atração em Londres, que lerá o código QR para detectar a validade do London Pass.

Quando o London Pass vale a pena

Você nem sempre vai economizar comprando o cartão, já que muitos pontos turísticos de Londres podem ser visitados gratuitamente – e algumas das atrações caras não são cobertas, como já mencionamos.

Por isso, para saber se vai valer a pena financeiramente, você precisa definir quais atrações farão parte do seu roteiro. Se ele estiver cheio de museus, o passe pode não fazer tanto sentido, porque a maioria tem entrada gratuita em Londres.

E não são apenas os museus que têm ingresso grátis na cidade. Duvida? Então confira algumas das opções:

  • Todos os Parques Reais de Londres
  • Museu Britânico
  • Imperial War Museum
  • Museu de Londres
  • National Gallery
  • Museu de História Natural
  • Science Museum
  • Tate Britain
  • Tate Modern
  • Victoria & Albert Museum.

Dito isso, é importante lembrar que o London Pass pode ser útil mesmo não seja tão vantajoso financeiramente. Isso porque é extremamente prático ter um passe apenas para quase todas as atrações pagas de Londres.

Compro ou não compro?

Financeiramente, como desvendar se valerá a pena? Simples. Abaixo, estão dois links, um com todas as atrações oferecidas pelo London Pass e outro com os preços das principais atrações turísticas da cidade. Depois de ter seu roteiro em mãos, é só somar os valores individuais de cada atração desejada e comparar com o custo do passe.

Todas as atrações do London Pass

Preços das atrações de Londres

Lembre-se: 1) Há que se considerar no mínimo 2 horas por atração e não esquecer do tempo de deslocamento; 2) Em algumas atrações pagas, crianças menores de 4 ou 5 anos entram de graça mesmo sem o passe.

Link para comprar o London Pass

E aí, gostou das dicas para decidir se vale a pena comprar o London Pass? Se você já usou o passe, deixe um comentário e compartilhe sua experiência com os outros leitores.

ANÚNCIO