Idioma da Inglaterra: curiosidades e origens do inglês

Idioma da Inglaterra: curiosidades e origens do inglês

Big Ben e a estátua de Winston Churchill
Da Inglaterra, surgiu o idioma mais falado no mundo. Foto: iStock, Getty Images

O idioma da Inglaterra, o inglês, ganhou o mundo e se tornou uma língua universal. O que o esperanto tentou, com uma linguagem de regras lógicas e sem exceções, o inglês conseguiu através da importância cultural e econômica do Reino Unido e dos Estados Unidos.

Além de ser a língua na qual Hamlet e O Senhor dos Anéis foram originalmente escritos, o idioma da Inglaterra deu vida também a uma série de obras importantes da literatura, do cinema, das artes e da economia.

Mas de onde veio afinal a língua inglesa? Como ela veio a se tornar a língua que conhecemos hoje?

As origens do inglês remontam à formação dos reinos saxões na Bretanha da era medieval. Mais para trás ainda, durante o domínio romano das ilhas britânicas e do início da colonização do arquipélago pelo povo Celta por volta de 700 a.c (faz tempo né?!), está o início do idioma que com decorrer das transformações  na região do atual Reino Unido iria dar forma ao Idioma da Inglaterra.

A seguir, vamos entender como foi o desenvolvimento do inglês e os processos alçaram o idioma à condição de língua universal.

Como surgiu o idioma da Inglaterra

O idioma inglês é uma língua de raiz germânica que surgiu em decorrência da mistura de vários dialetos que conviveram no arquipélago britânico. Os dialetos e idiomas mais importantes para o desenvolvimento do inglês foram:

  • Anglo-frísio
  • Saxão
  • Celta britânico
  • Franco-Normando
  • Latim.

O Anglo-frísio e o saxão foram dialetos trazidos à Grã-bretanha por povos germânicos da europa central. O Celta britânico era o dialeto falado pelo povo Celta que ocupava as ilhas britânicas desde  700 a.c. A própria palavra English é derivada do termo Anglo, que denominava a tribo germânica que ocupou a bretanha na baixa idade média.

Conforme a influência exercida por esses dialetos, o idioma da Inglaterra pode ser dividido historicamente em três:

  • Inglês Antigo
  • Inglês Médio
  • Inglês moderno.

Cada fase na qual o idioma inglês adquiriu novas características teve influências de outros dialetos que se miscigenaram devido à invasões e conquistas territoriais das ilhas britânicas por povos diferentes.

O inglês antigo

A princípio, o inglês antigo agrupava dialetos diversos que foram trazidos à Grã-bretanha pelos povos saxões. Os reino anglo-saxões possuíam também origens em variadas regiões da europa central e do norte, portanto, também possuíam dialetos distintos.

No entanto, o Saxão ocidental foi o dialeto que passou a dominar o inglês. Foi nesse dialeto que o poema Beowulf foi escrito. O Old English é o inglês do período de influência anglo-saxã, que se estendeu do século 5 ao século 12.

Inglês Médio

O Inglês médio, ou Middle English, foi o dialeto originado a partir das influências das invasões vikings (séculos 8 a 11) e da conquista normanda dos reinos anglo-saxões. Nesse período o inglês sofre acréscimos da língua normanda, uma língua românica e que futuramente daria origem ao francês, e das línguas germânicas setentrionais.

O período de predomínio do Middle English vai do século 11, especialmente 1066, ano da conquista Normanda da Inglaterra até o século 15. The Canterbury Tales, de Geoffrey Chaucer, é a obra escrita mais conhecida do Inglês Médio.

Inglês Moderno

Foi no Inglês moderno que Shakespeare escreveu suas obras. O Modern English tem como característica uma maior padronização do idioma como um todo. Em linha qual o processo de ascensão das línguas nacionais em detrimento do latim que dominava a vida eclesiástica e acadêmica, alguns novos acontecimentos foram determinantes para moldar o inglês moderno:

  • Desenvolvimento da Inglaterra como Estado Nação e potência colonial, o que avivou o sentimento de pertencimento a um país e a ideia de língua pátria
  • Desenvolvimento da literatura inglesa
  • Adoção do inglês para documentos do governo e da nobreza, em detrimento do latim.

O Inglês moderno se espalhou pelo mundo graças ao desenvolvimento e crescimento do Império Colonial britânico, que no século 19 chegou a abarcar uma área equivalente a 25% dos territórios do mundo (apenas área terrestre, que fique entendido).

Com a consolidação dos EUA como potência sucessora da Inglaterra a partir da Segunda Guerra Mundial, país que herdou o idioma da Inglaterra, o Inglês continuou a se expandir e aumentar em importância econômica e social.

Curiosidades sobre o idioma da Inglaterra

Confira abaixo algumas características interessantes sobre o inglês:

  • O inglês é a língua mais falada do mundo quando se inclui nativos e não nativos
  • É o terceiro idioma com o maior número de falantes nativos, ficando atrás apenas do mandarim e do espanhol
  • Apesar de ser a língua nativa da maioria dos americanos, os EUA não adotam em sua constituição uma língua oficial. Ao contrário do Brasil, onde o Português é designado como língua oficial na própria constituição, nos EUA, por não haver artigo semelhante, qualquer estado poderia definir uma língua oficial diferente do inglês por meio da aprovação de um artigo local
  • O inglês é usado como língua oficial da União Europeia (mas isso é algo que pode mudar com a conclusão do Brexit)
  • É usado como língua oficial de diversos organismos mundiais como: OTAN, NAFTA, ONU, OEA e Comitê Olímpico Internacional
  • A letra mais comum do inglês é o “E”
  • A letra mais usada no início de palavras inglesas é o “S”
  • O inglês é usado em todas as companhias aéreas do mundo em seus voos. Não importa qual país você esteja sobrevoando, além da língua local, você também ouvirá algumas instruções em inglês (se vai ser possível entender, aí já é outra história)
  • Você sabe o que são pantogramas? São frases nas quais todas as letras do alfabeto são utilizadas. No caso do inglês, o pantograma mais famoso é: The quick brown fox jumps over the lazy dog.

Gostou de conhecer um pouquinho mais sobre a formação da língua da Inglaterra e as principais curiosidades sobre o inglês?

Então, que tal se programar para um intercâmbio no berço do idioma e fazer uma imersão em toda a cultura da Inglaterra?

cta - Estudar em Londres

 

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários