Londres em dias de chuva

Londres em dias de chuva

Como uma das grandes capitais mundiais, Londres recebe milhões de visitantes todos os anos. São pessoas de todo o planeta, com hábitos e culturas distintas. A consequente pluralidade cultural é enaltecida pelos britânicos, mas, em virtude de as impressões sobre a cidade variarem muito, alguns mitos são criados. Um dos mais famosos diz respeito à suposta chuva excessiva que diariamente – dizem – acomete a capital inglesa.

Mas isso não é verdade. O clima de Londres é, sim, mais fechado quando comparado às cidades brasileiras, afinal, vivemos em um país tropical, onde a incidência solar é muito maior quando comparada ao continente europeu. Só que associar Londres a chuvas torrenciais é um mito: o fato é que não chove tanto assim na cidade.

De qualquer forma, se você pretende visitar Londres, a chuva não será motivo para preocupação. A capital britânica tem seus dias cinzentos e chuvosos, principalmente no inverno, mas isso não significa que o turista ficará sem atrações para conhecer. Famosa por seus parques, que costumam lotar em dias de sol, Londres está repleta de pontos turísticos com ambiente climatizado: museus, exposições e pubs encabeçam a lista de preferências quando a chuva insiste em cair. Para você planejar melhor sua viagem, reunimos algumas dicas de locais bacanas que podem valer sua visita.

Veja o que fazer em Londres em dias de chuva:

Museu Britânico

Trata-se do mais clássico dos museus londrinos. Com um acervo superior a 8 milhões de peças, cuja história remete a toda a humanidade, o Museu Britânico foi o primeiro grande museu público, gratuito, secular e nacional em todo o mundo. Ainda hoje, a entrada é gratuita. Mas esteja atento: é praticamente impossível acompanhar tudo com uma única visita. Se você tem pouco tempo, dê preferência para os destaques do local.

Museu Britânico em Londres
Museu Britânico em Londres. Foto: Mapa de Londres.

Churchill War Rooms

Como capital de uma das grandes potências mundiais envolvidas nos dois maiores conflitos da história da humanidade, Londres tem muito a contar quando o assunto são as guerras. Existem quatro museus principais dedicados aos embates, cada um com uma abordagem distinta. Se você se interessa pelo tema, vale a pena considerar a visita a todos eles, mas, se o seu perfil não for dos mais fanáticos pelo assunto, pelo menos procure visitar o Churchill War Rooms, considerado o melhor da capital. Basicamente, o museu conta a história do gabinete de guerra comandado pelo primeiro-ministro Winston Churchill – até hoje uma figura britânica icônica – durante a Segunda Guerra Mundial.

Churchill War Rooms. Fotos: Mapa de Londres
Churchill War Rooms. Foto: Mapa de Londres

Science Museum

Pretende viajar para Londres com a família? Talvez esse seja o melhor programa se você tiver filhos pequenos e o sol não colaborar. Interativo, moderno e tecnológico, o Science Museum conta a história da ciência por meio de exemplos práticos, abusando de fotos, vídeos, computadores, hologramas e todo tipo de engenhosidade imaginável. Mais do que uma burocrática e monótona visita a um museu, trata-se de uma imersão no mundo dos avanços científicos.

Bem-vindo ao Museu de Ciências de Londres. Fotos: Mapa de Londres
Museu de Ciências de Londres. Foto: Mapa de Londres

Museu de Cera Madame Tussauds

Atualmente, a franquia é bastante conhecida, com representantes espalhados em 12 países ao redor do mundo, mas tudo começou em Londres. Se você é fanático por celebridades e está à procura de uma boa foto, pode ser a ocasião ideal. No museu, é possível encontrar réplicas perfeitas de grandes estrelas do mundo artístico e também de personalidades históricas. Amy Winehouse, Obama, Churchill, Princesa Diana e Gandhi são algumas das tantas atrações.

Museu de Cera. Foto: Mapa de Londres
Os Beatles no Madame Tussauds. Foto: Mapa de Londres

Estúdio das gravações de Harry Potter

Se você passou a adolescência acompanhando a história de Harry, Rony e Hermione, a visita aos estúdios em que a Warner Bros gravou boa parte dos filmes é parada obrigatória na capital londrina. Lá, você terá a oportunidade de ver de perto – e fotografar – alguns dos ambientes mais icônicos da série: Beco Diagonal, Salão Comunal da Grifinória, quarto do Harry na casa dos Dursley. De quebra, há a possibilidade de provar uma cerveja amanteigada e aproveitar o deslocamento para visitar a Plataforma 9 ¾ em King’s Cross, que fica pertinho dos estúdios. O ideal é reservar pelo menos uma tarde para a visita, pois são muitas atrações e o risco de se empolgar é real – ou mágico!

Cama do Harry Potter
Cama do Harry é uma das atrações do estúdio. Foto: Mapa de Londres

Aquário de Londres

O Sea Life London Aquarium reúne a maior quantidade de animais marinhos no Reino Unido, com destaque para os quarenta tubarões. São necessários 2 milhões de litros da água para abrigar as milhares de criaturas. Bem próximo a London Eye, trata-se de uma ótima opção para quem está em Londres com os filhos. Se puder, visite o local durante a semana, evitando os momentos de público intenso.

Aquário de Londres. Foto: Mapa de Londres
Aquário de Londres é uma ótima opção com crianças. Foto: Mapa de Londres

Lojas de departamento: Harrods

Do ponto de vista financeiro, Londres talvez não seja tão atraente quanto os Estados Unidos quando o assunto é fazer compras. Mesmo assim, o turista brasileiro pode obter vantagens em relação ao preço pago no Brasil, já que o imposto sobre a importação de produtos está entre os mais caros do país. Com mais de 90 mil metros quadrados dividos em sete andares, a Harrods é a maior loja de departamento de Londres. Mas não se engane: a megalomania acompanha os preços, já que boa parte dos produtos estão ligados a grifes famosas.

Harrods. Foto: Kamilla Fernandes
Em Londres, compras também são atração. Foto: Kamilla Fernandes, especial para o Mapa de Londres

Lojas de departamento: Selfridges

Considerada a melhor loja de departamentos do mundo, a Selfridges é um dos mais prestigiados endereços de compras na Europa. Em virtude do foco na beleza das vitrines e do cuidado com a aparência, o local transformou-se em um ponto turístico. São seis andares de produtos, com 17 locais destinados à alimentação. Não custa lembrar: procure controlar o impulso consumista e não gaste todo o seu dinheiro na loja. Dê preferência para as oportunidades únicas e que sejam comprovadamente vantajosas. Agora, se você planeja afundar o pé na lama, considere pedir o reembolso dos impostos.

Selfrdiges. Foto: Kamilla Fernandes
Que tal um pulinho na melhor loja de departamentos do mundo? Foto: Kamilla Fernandes, especial para o Mapa de Londres

The Sherlock Holmes Pub

Quando o assunto são os pubs, Londres é uma referênia mundial. As opções são tantas e reúnem características tão distintas que fica difícil escolher. Voltado para os fãs de Sherlock Holmes, o pub é temático, tem um bar no térreo – com cervejas que homenageiam os personagens -, restaurante no andar de cima e, ao lado, uma espécie de museu (que não pretende superar o Sherlock Holmes Museum). A atração é indicada para leitores, curiosos e viajantes que desejam conhecer um pub peculiar na capital inglesa. Se esse pub não corresponde ao seu perfil, não desanime: confira cinco pubs históricos de Londres e escolha o seu.

Sherlock Holmes Pub. Foto: Mapa de Londres
Experimente a Ale do Sherlock. Foto: Mapa de Londres

Peça de teatro: Les Misérables

Que tal aproveitar a noite chuvosa para assistir ao musical há mais tempo em cartaz em todo o mundo? Desde 1985, o Les Mis, como a peça é popularmente conhecida, emociona londrinos e viajantes. As atuações são tão impressionantes e a imersão é tão completa que mesmo quem alega não gostar de musicais costuma se surpreender. Construído em 1901, o Queen’s Theatre, onde a peça é encenada, é uma atração à parte. Se você gosta de história, música ou teatro, vale a pena conferir.

Les Misérables. Foto: Mapa de Londres
Teatro é o refúgio ideal em dias de chuva. Foto: Juli Haas, Mapa de Londres

Leia também

Londres no inverno

Londres em dias de sol

Troca da Guarda no fim do ano

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

2 comentários