Valor da Libra: é melhor comprar agora ou depois?

Valor da Libra: é melhor comprar agora ou depois?

5

O valor da libra esterlina e as perspectivas de queda ou aumento são dúvidas frequentes entre os nossos leitores. “Devo comprar agora ou esperar?” é uma das perguntas mais recorrentes que recebemos.

Nem os economistas do Banco Central teriam a resposta mágica para apontar um momento ideal para a compra da moeda. A verdade é esta: não dá para saber qual vai ser o valor da libra amanhã, semana que vem ou no próximo mês ou ano.

Mas calma. O segredo para fazer um bom negócio é simples: divida a compra das libras em mais de uma aquisição. Assim que possível, comece a comprar, e vá comprando aos poucos, com uma boa antecedência em relação à viagem.

Dessa forma, você está protegido: vai comprar a moeda por um valor médio da libra, e não pelo menor ou maior valor. É maneira mais garantida de fazer um bom negócio. Se você comprar tudo de uma vez, não importa com que informações estiver embasado, estará testando a sua sorte.

Valor da Libra hoje

A temida Libra Esterlina. Foto: Mapa de Londres
A temida Libra Esterlina. Foto: Mapa de Londres

Se você quer saber qual é a cotação da libra hoje, dê uma olhada no site do Banco Central, a fonte mais confiável sobre o assunto. Selecione a moeda desejada, Libra Esterlina, e o período de variação. Neste momento, dia 8 de dezembro de 2016, o valor da libra é R$ 4,28.

O que significa isso? Significa que, para comprar uma libra, você precisaria desembolsar R$ 4,28. Mas você não vai encontrar a libra por esse valor nas casas de câmbio. Certamente ela estará mais cara do que a cotação do Banco Central.

Então, depois de descobrir o valor da libra de referência, você deve pesquisar nas diferentes casas de câmbio. Não compre logo na primeira que encontrar, pois costuma haver bastante variação.

Digamos que você queira comprar 2 mil libras para sua viagem. Então que tal dividir essa compra em três ou quatro vezes?

Para a compra, você precisa fornecer RG, CPF, endereço e telefone. Não é necessário apresentar o passaporte.

Uma opção para quem vai comprar um valor alto é dividir parte em moeda e parte em cartões de débito.

Cobrança de IOF na compra de libras

Em maio de 2016, a Receita Federal elevou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para a compra de moeda estrangeira de 0,38% para 1,1%. Enquanto isso, o IOF para cartões de débito e crédito segue no mesmo patamar: 6,38%. Esse mesmo percentual dos cartões vale tanto para o débito e crédito normal quanto nos modelos pré-pagos e nos cheques de viagem.

Mesmo com a incidência desse imposto, os educadores financeiros ainda sugerem que a compra de libras seja dividida em mais de um momento e que o cartão de crédito seja utilizado com muita parcimônia no exterior, já que a cotação da moeda na hora da aquisição do produto ou serviço é diferente da cotação no fechamento da fatura.

Ou seja, você pode ter uma péssima (ou agradável) surpresa. Para não depender da sorte e do IOF mais elevado, use o crédito com moderação.

Mas não há por que demonizar os cartões. Apesar de carregarem imposto mais elevado do que a compra de moeda em espécie, os cartões de débito e crédito representam uma segurança para o consumidor. Caso sejam roubados ou extraviados, podem ser bloqueados imediatamente. Já o dinheiro em papel não vai ser rastreado e recuperado.

Valor da libra com o Brexit

Theresa May
Manifestantes em Londres saíram às ruas para ficar na União Europeia: “MAY WE STAY?”. Foto: iStock, Getty Images

A cotação da libra caiu bastante desde o referendo que optou pelo Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia. A moeda enfraqueceu por conta dos temores em relação ao futuro da economia do país. Muitos analistas previram que grandes corporações e bancos deixariam de ter sua sede em Londres.

O medo, por enquanto, não foi materializado. No início de 2017, com movimentações mais decisivas da primeira-ministra Theresa May, teremos uma ideia melhor dos rumos da economia.

Lembre-se, ao fazer os seus cálculos, que uma piora na economia do Reino Unido não significa necessariamente um real mais valorizado em relação à libra, ok? O cenário interno brasileiro também conta pontos, e o clima político ainda é bastante instável e volátil.

De qualquer forma, neste momento, para quem vai viajar para Londres, o valor da libra está mais amigável. Há pouco tempo, a moeda chegou a custar R$ 5,90, um peso bem grande para quem recebe em reais. Hoje, nas cercanias de R$ 4, a situação melhorou um pouco.

E você, como está se planejando para comprar libras? Qual cotação você encontrou? Comente.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

5 comentários