Hyde Park é o mais conhecido dos London Royal Parks

3
400
Descubra!
Hyde Park - Mapa de Londres
Foto: Gustavo Heldt, Mapa de Londres

Os Parques Reais de Londres são áreas que no passado eram propriedade dos monarcas do Reino Unido, e um dos mais importantes e conhecidos é o Hyde Park.

Originalmente esses lugares serviam para a recreação da família real, e seu acesso era proibido.

Com a urbanização da cidade, aos poucos a entrada aos parques foi liberada ao público em geral.

No total, há oito áreas oficialmente reconhecidas como parques reais, sendo que o mais conhecido deles – embora não seja o maior (Richmond Park) – é o Hyde Park.

Veja mais fotos e informações sobre o Hyde Park

Hyde Park e seus atrativos

O Hyde Park é um dos parques a céu aberto mais famoso de Londres, e isso se deve a grande quantidade de turistas e visitantes que o local recebe todo dia.

Num total, mais de 7 milhões de pessoas visitam o Hyde Park todos os anos, e esse amor que os turistas tem por essa lugar é graças a presença de muito verde, pistas para ciclismo, um lago onde é possível passear de barco, cafés/restaurantes, além de gramados ideais para deliciosos piqueniques (excelente dica para o verão).

Originalmente, a área onde hoje se encontra o parque era propriedade dos monges da abadia de Westminster, e foi adquirida em 1536 pelo rei inglês Henrique VIII, que, acompanhado de membros da corte, tinha, como hábito, caçar na região.

O uso do parque Hyde (nome que vem de hide, uma unidade de medida que compreende em torno de 0,24 a 0,49 km², sendo esse o tamanho original do parque) era restrito à caça até o reinado do rei inglês Jaime I, quando o parque passou a ter acesso limitado. Somente em 1637, sob o reinado do rei inglês Carlos I, o público em geral teve sua entrada permitida.

Em 1665, quando a peste negra dizimava a população londrina, muitos decidiram acampar no parque, na esperança de serem poupados da doença.

No fim do século XVII, o rei inglês Guilherme III transferiu a corte para o palácio de Kensington. Considerando que o caminho até o palácio de São Tiago era demasiado perigoso, em 1690, o rei decidiu instalar trezentas lâmpadas a óleo numa estrada que atravessava o parque Hyde, que acabou sendo a primeira estrada artificialmente iluminada do país, conhecida como “Caminho do Rei”.

Na década de 1730, Carolina de Ansbach, esposa do rei inglês Jorge II, realizou várias mudanças no parque, incluindo a criação do lago Sinuoso.

Com o passar dos anos, o parque se tornou um lugar para celebrações nacionais, sendo um dos cartões postais de Londres. Um deles foi a apresentação históricas dos Rolling Stones, em 1969, com público estimado entre 250 e 500 mil pessoas, e Queen, em 1976, com a presença de 150 mil pessoas.

Normalmente, os grandes eventos ocorrem no fim de semana, durante o dia. Os Stones, aliás, voltaram ao Hyde Park em julho de 2013. Por isso, para você que está visitando Londres, esse é aquele tipo de passeio que precisa ser incluído no roteiro.

O local abre diariamente das 5 horas até meia-noite, e nele é possível ainda apreciar uma fonte em homenagem à princesa Diana.

O Hyde Park é tão bem localizado que fica a uma curta distância a pé dos jardins de Kensington (Kensington gardens). Lá é possível apreciar mais de 111 hectares, repletos de verde e bela arquitetura.

Os jardins, na verdade, circundam o Palácio de Kensington, local onde morou a princesa Diana e que atualmente é a residência oficial do duque e da duquesa de Cambridge, William e Catherine. Pode ser visto também os jardins italianos (com suas fontes e estátuas), além do belíssimo Albert Memorial, monumento em homenagem ao príncipe Albert, marido da rainha Victoria.

Se você estiver passando pelo Hyde Park e resolver fazer uma visitinha ao Palácio de Kensington, veja mais detalhes sobre preços da entrada clicando aqui.

Os Parques Reais de Londres

A maioria dos parques está localizada na área central de Londres, estando Bushy Park, Greenwich Park e Richmond Park nos subúrbios. Todos eles são administrados pela Royal Parks Agency e são policiados pela Metropolitan Police Service.

Os fundos para a manutenção dos parques são provenientes do governo (enquanto outros parques na cidade contam com a ajuda dos distritos locais). Algumas atividades comerciais e eventos (como concertos) também contribuem na receita dos parques.

Um aviso: não se assuste se encontrar londrinos bem à vontade deitados se banhando com os raios solares. Em Londres, clima agradável e sol são dois fatores raros na meteorologia.

Conheça cada um dos parques reais de Londres

Saiba mais sobre o Hyde Park

Para visitar o Hyde Park, é super fácil. Basta ir pegar um metro e descer na Marble Arch (Central Line), em um extremo, e Hyde Park Corner (Piccadilly Line).

O lugar é mais movimentado no verão, onde as pessoal aproveitam a junção do sol com a grama do parque para se despir das camisas, e poder tirar a cor branca do corpo, tão comum entre os ingleses.

Mesmo quando a temperatura não pareça tão convidativa para estrangeiros, é comum ver os londrinos sentados na grama, aproveitando a brisa com roupas mais curtas, enquanto os turistas ficam cheio de casacos tentando escapar do frio.

Veja também: Roteiro para conhecer o Hyde Park

Ao longo do parque, encontram-se belezas de todos os tipos, que podem ser vistas na pluralidade cultural da cidade.

Diversos grupos, casais e solitários do parque, até os elementos inanimados são figurinhas carimbadas no Hyde Park.

Todos ali estão prontos para apreciar o que de melhor o parque tem a oferecer, seja por ficar deitado na grama durante horas, ou caminhando por sua extensão.

Em falar em espaço, dificilmente, você vai conhecer toda a extensão do Hyde Park. Então, para perambular com um senso um pouco mais aguçado de direção e sentido, conheça alguns pontos básicos:

  • Serpentine River se localiza no lado oeste e sudoeste, perfazendo uma fronteira com o Kensington Gardens;
  • Speaker’s Corner, onde a revolta é liberada e os oradores sobem em banquinhos para discursar, situa-se no noroeste do parque, próximo a Marble Arch;
  • Bayswater Road percorre a ala norte, enquanto a Rotten Row fica ao sul.
Descubra!

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu Comentário
Entre com seu nome aqui