De Trafalgar Square para o Palácio de Buckingham

De Trafalgar Square para o Palácio de Buckingham

1

A primeira coisa que você deve perguntar ao ler que criamos um roteiro para caminhar de Trafalgar Square até o Palácio de Buckingham é: “Por que tantos passeios começam em Trafalgar Square?”. Existem três razões para isso: 1) É um ponto turístico que rende boas fotos, 2) É um lugar histórico e 3) É o Centro de Londres.

Neste roteiro, não vamos determinar horários nem tempos para cada uma das paradas. Melhor deixar que você decida isso ao longo do caminho. Portanto a rota apresentada neste post pode levar de 4 a 12 horas, dependendo do interesse e da pressa de cada um. Fique à vontade também para subverter a ordem dos passos, eliminar o que achar desinteressante e até sugerir outras possibilidades nos comentários lá em baixo.

Mapa do roteiro


View Caminhada de Trafalgar Square in a larger map

De cada parada, vamos destacar sua história, pontos para fotos e informações básicas. A maioria das fotos são, na verdade, reproduções do Google Street View, obtidas com o intuito de registrar o caminho como se a câmera fosse o próprio viajante.

Trafalgar Square

É a praça mais importante de Londres, pois dá guarida às principais manifestações e celebrações governamentais e populares, de protestos contra a Guerra no Iraque às comemorações de Ano-Novo. O nome, Trafalgar, advém da Batalha de Trafalgar, uma vitória britânica durante as guerras napoleônicas contra a França, em 1805.

O Almirante Nelson

O principal ponto da praça é a coluna do Almirante Nelson, ornada por quatro placas de bronze, extraído de armas capturadas dos franceses, em sua base, todas contando histórias de batalhas contra as forças napoleônicas. Nelson é protegido por quatro leões, extremamente indicados para a montaria, embora a iniciativa possa ser repelida.

> Mais sobre a Trafalgar Square

National Gallery

Aquela cúpula que você avistou atrás da fonte é a National Gallery, que reúne algumas das mais belas pinturas do mundo. Mais de 2,3 mil telas estão expostas na coleção permanente do museu, que tem entrada gratuita.

Em uma galeria de arte, é melhor não deixar que os nomes orientem sua visita. Lá estão expostas pinturas de artistas do porte de Leonardo da Vinci, Botticelli, Caravaggio, Renoir, Monet, Van Gogh e Picasso. Mas talvez sua experiência seja mais agradável se você navegar livremente pelos espaços, parando diante das formas e cores que lhe agradarem e buscando mais informações sobre o que você viu.

> Como visitar a National Gallery

Charing Cross

Saindo da National Gallery, siga uma linha reta ao Sul, em direção ao cavalo de bronze, local original da Charing Cross (o centro da cidade). Ali você verá duas ruas, como na figura abaixo: a Mall, que o levará diretamente ao Palácio de Buckingham, e a Whitehall, que o conduzirá pelo caminho escolhido pelo Mapa de Londres.

Olha o Big Ben lá no fundo

Whitehall

Você está no território do antigo Palácio de Whitehall, residência oficial britânica de 1530 a 1698, até que um incêndio o destruiu quase completamente. Antes das chamas o consumirem, era o maior palácio da Europa, sobrepujando o Vaticano e Versalhes. Quase tudo o que você está vendo são prédios do governo, muitos deles belíssimos.

> Saiba mais sobre o Palácio de Whitehall

Scotland Yard

Great Scotland Yard

Quando você chegar à Great Scotland Yard, tire uma foto da plaquinha da rua. Foi devido a ela que a Metropolitan Police, a principal polícia de Londres e do Reino Unido, ficou conhecida como Scotland Yard. A corporação, no entanto, não fica mais instalada nesse local.

Banqueting House

Banqueting House

Siga pela Whitehall mais alguns passos. Depois da Horse Guards Parade, você avistará a última construção remanescente do Palácio de Whitehall, a Banqueting House. Foi ali em frente que o Rei Charles I foi executado, acusado de traição à pátria.

> Saiba como visitar a Banqueting House

10 Downing Street

Mais alguns passos, e você encontra a Downing Street, à direita. Ali, no número 10, reside o primeiro-ministro britânico. Após diversas tentativas de atentados, no entanto, a rua foi fechada. Mas dá para espiar e tirar umas fotos através do portão.

10 Downing Street

Você deve agora reprimir o instinto e dobrar à direita na Great George St. Olhe para trás agora: sim, o Big Ben está lá, sorridente, mas ele fará parte de outro passeio. Siga em frente e dobre à primeira à direita novamente, na Horse Guards Road.

> Mais sobre o 10 Downing Street

Churchill War Rooms

Olhe com cuidado à sua direita, pois uma entrada pequena esconde o Churchill War Cabinets, o gabinete de guerra do primeiro-ministro britânico durante a Segunda Guerra Mundial. Foi ali se traçou o plano do Dia D, determinante para a vitória aliada no conflito contra os nazistas. Vale a visita.

Churchill War Rooms: consegue achar?

> Saiba como visitar o gabinete de guerra de Churchill

> Perfil de Winston Churchill

St James’s Park

Siga na Horse Guards Road. À esquerda, você vê o St James’s Park, o mais antigo Parque Real de Londres. Pode entrar e perambular à vontade pelo verde deslumbrante do lugar.

St James's Park

> Saiba mais sobre o St James’s Park

Horse Guards Parade

Desde que você siga o caminho até a Horse Guards Parade. Dependendo do horário, você pode captar ali uma das Trocas da Guarda. Se não for a hora certa, não tem problema: normalmente, você encontra um ou outro guarda de sentinela, e sem grande concorrência pelo flash.

Horse Guards Parade

The Mall

Logo depois da parada, você chega à The Mall. Sabe o que é? A rota cerimonial de acesso ao Palácio de Buckingham. Antes de dobrar à esquerda e rumar para o palácio, olhe para a Admiralty Arch, à direita, construído em homenagem à Rainha Vitória.

The Mall conduz ao Palácio de Buckingham

A Mall é a rota utilizada pelas procissões de carruagens reais em dias de eventos oficiais. Ela apresenta essa coloração avermelhada a fim de parecer um tapete vermelho para a realeza. Ao longo da rota, são estendidas bandeiras do Reino Unido. Em domingos, ela é fechada para o tráfego de veículos.

Monumento para Victoria

O monumento que você enxerga ao se aproximar do Palácio de Buckingham se configura como uma homenagem à primeira Rainha a morar no local, Victoria, a soberana britânica que reinou por mais tempo.

Palácio de Buckingham

Um dos principais ícones de Londres, o Palácio de Buckingham é a residência oficial da realeza desde 1837. Antes de se converter em palácio real, era a mansão do Duque de Buckingham, construída em 1705.

Fachada do Palácio de Buckingham

Os visitantes podem se deslumbrar tirando fotos em frente ao palácio, conferir a Troca da Guarda e também visitar as salas de estado durante o verão.

> Mais sobre o Palácio de Buckingham

> Como visitar o palácio

> Acompanhe a Troca da Guarda

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

1 comentário