13 curiosidades sobre Stephen Hawking

4
211
Descubra!

Em março de 2018, o mundo perdeu aos 76 anos o físico britânico Stephen Hawking, após lutar desde os 21 anos contra a esclerose lateral amiotrófica (ELA).

O físico, apontado como o cientista mais popular desde Albert Einstein, morreu em sua casa em Londres, e foi responsável por pesquisas que exploravam a natureza da gravidade e a origem do universo.

Vivendo a maioria do tempo em Londres, e com uma vida rodeada de conquistas, Stephen Hawking mostrou que a doença não era um empecilho para as suas atividades, e que mesmo vivendo em uma cadeira de rodas, ainda apresentava grandes pesquisas a sociedade humana, como a elaboração de livros que mudaram a forma como os cientistas olhavam os fenômenos físicos do universo.

Mas além de ser um renomado físico, a vida de Stephen Hawking foi recheada de curiosidades, que vão bem além dos trabalhos criados e das teorias elaboradas.

13 curiosidades sobre Stephen Hawking

Foto: Internet / Divulgação

Bem, separamos algumas curiosidades sobre Stephen Hawking que vai te mostrar que o físico tinha realmente algo a mais dos demais profissionais da área.

  1. Stephen Hawking nunca foi um excelente aluno

Como pode um físico renomado ser considerado o pior aluno da turma? Bem, isso aconteceu com Stephen Hawking.

Com apenas 9 anos, o físico tinha as piores notas da sala, mas com o tempo ele começou a se interessar com coisas que realmente funcionavam, como desmontar relógios e rádios.

Mesmo com notas ruins, os professores e colegas acreditam que Stephen Hawking seria um grande gênio, porque as suas ideias não se adaptam ao ensino tradicional, e por isso deram a ele o apelido de “Einstein”.

Mas para entrar na renomada Universidade de Oxford, Stephen Hawking precisava melhorar as notas, e após intensos estudos, aos 17 anos, o físico conseguiu alcançar ótimos resultados e ingressou no curso de física.

  1. Stephen Hawking teve uma vida mais longa do que o normal pela sua doença

Enquanto cursava pós-graduação, Stephen Hawking começou a apresentar sintomas da esclerose lateral amiotrófica (ELA), e após uma queda enquanto patinava no gelo, sua família insistiu que ele procurasse um médico.

Depois de completar 21 anos, e ficar algumas semanas no hospital, os médicos deram o diagnóstico da doença, que faz com que os pacientes perdessem o controle dos músculos, e que o tempo de vida seria de no máximo 3 anos.

Mas como Stephen Hawking sempre foi além da expectativa, o físico viveu por mais 50 anos, contrariando todos os resultados médicos, além de se manter ativo em suas atividades, produzindo livros, dando palestras apesar de viver em uma cadeira de rodas e sem os movimentos do corpo ou com condições de falar.

  1. O físico competia na equipe de remo na universidade
Stephen Hawking no começo da doença (Foto: HypeScience)

Stephen Hawking também era popular nos esportes quando jovem, tanto que faz parte da equipe de remo em Oxford.

Por ser bastante tímido e se manter a maior parte do tempo isolado, Stephen Hawking juntou-se ao time de remo, apesar do seu porte físico pequeno.

Mesmo com a doença, Stephen Hawking era o timoneiro, onde ficava na ponta do barco, controlando verbalmente a direção e a velocidade. E por ser bem magro, essa era uma posição ideal para ele.

  1. Hawking acreditava em extraterrestres

Devido ao trabalho em pesquisas sobre o universo, as pessoas se interessavam em saber se Stephen Hawking acreditava em vida alienígena.

Em 2018, durante a celebração do 50º aniversário da NASA, o físico foi convidado a falar, e ele mencionou suas ideias sobre o assunto.

Assim, Stephen Hawking disse que acreditava na vida alienígena primitiva lá fora, e que também seria possível ter outra vida inteligente.

Hawking ainda disse que nós deveríamos nos preocupar com a existência desses alienígenas, pois a vida em outros planetas provavelmente não seria baseada em DNA, então não estaríamos imunes às suas doenças.

  1. Já foi estrela da TV em várias ocasiões
Resultado de imagem para morre Stephen Hawking simpson
Stephen Hawking em participação no Simpson (Foto: Divulgação / Internet)

Bastante famoso na área da física, Stephen Hawking também apareceu em vários programas de TV, principalmente quando o foco era humor devido a sua capacidade de se divertir apesar as limitações.

Sua primeira aparição foi em um episódio de Star Trek: The Next Generation e depois na famosa série “The Big Bang Theory”.

Além disso, versões animadas dele apareceram em “The Simpsons” e “Futurama”, onde ele próprio emprestou a voz de seu famoso sintetizador de voz.

Já na sua área, Stephen Hawking fez parte de documentários de sucesso como “Into the Universe with Stephen Hawking” e “Stephen Hawking: Master of the Universe”.

  1. A voz de Hawking é única

Como perdeu a capacidade de falar, Stephen Hawking tinha um aparelho que permitia o físico de se comunicar.

Esse sistema foi criado por uma empresa Californiana, e a voz que era transmitida era somente dele, não sendo encontrada em outros dispositivos.

Apesar de ser britânico, sua voz artificial tem um sotaque americano, e Stephen Hawking se recusou a trocá-la, pois ele acreditava que essa voz já havia se tornado uma parte de sua identidade.

  1. Stephen Hawking escreveu vários livros infantis
Dois livros infantis produzidos por Stephen Hawking (Foto: Divulgação / Internet)

Quem pensa que Stephen Hawking escreveu apenas livros sobre a física, está enganado. Ele também se aventurou ao universo dos livros infantis.

Em 2007, em parceria com a sua filha Lucy, Hawking publicou o livro “a chave secreta de George para o universo”, com o objetivo de ensinar conceitos importantes da física para as crianças.

Isso fez com que as crianças pudessem se aproximar mais do tema e assim se interessar pela física de uma forma mais simples e menos complexa do que é apresentado ao mundo.

  1. O QI de Stephen Hawking está entre os 10 maiores da história

O mundo teve grandes homens que fizeram a diferença na história, e Stephen Hawking se enquadra nisso.

Com um QI de 160 pontos (o mesmo que Einstein), Stephen Hawking era um gênio porque o QI de pessoas comuns fica na casa dos 100, mostrando que o físico era além dos demais.

Foi por isso que Stephen Hawking ocupou o cargo de Lucasian professor of mathematics, na universidade de Cambridge, o mesmo cargo ocupado por Isaac Newton.

  1. Stephen Hawking foi vítima de violência doméstica

O físico se casou duas vezes, e sua vida matrimonial com sua segunda esposa, Elaine Mason, não foi marcada apenas por momentos felizes.

Em 2000 ele foi parar no hospital com ferimentos como cortes e hematomas, mas negou ter sofrido maus-tratos. Porém, em 2003, sua filha Lucy confessou que ele apanhava da esposa.

10. Mesmo doente, Stephen Hawking teve 3 filhos

Resultado de imagem para stephen Hawking e seus filhos
Stephen Hawking e seus filhos (Foto: Divulgação / Internet)

Apesar da doença degenerativa, isso não impediu que Stephen Hawking tivesse 3 filhos.

Do seu primeiro casamento, nasceram Robert, em 1967, e em 1970 a sua primeira filha Lucy, enquanto Stephen Hawking tinha condições de se locomover. O terceiro filho do casal, Timothy, nasceu apenas em 1979 já quando a doença tinha avançado.

11. Stephen Hawking viveu feliz apesar da grave doença

Mesmo tendo uma doença grave que tirou toda a sua locomoção e deu grandes limitações diárias, Stephen Hawking viajou por todo o mundo, conhecendo quase todos os continentes.

Além disso, ele fez passeio de balão, entrou em submarino e até mesmo voou em um avião que simula gravidade zero.

12. Seus livros bateram recordes

Stephen Hawking escreveu vários livros, e alguns deles bateram recordes de vendas como “História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros“, que foi traduzido para 37 idiomas e se transformou em sucesso mundial, chegando a casa dos 20 milhões de cópias.

13. Stephen Hawking era ateu

Apesar de estudar o universo e sua grandiosidade, Stephen Hawking era ateu e considerava que a ciência tinha mais base sólida para a verdade do que o conhecimento das religiões sobre Deus.

Descubra!

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu Comentário
Entre com seu nome aqui