St. Paul’s Cathedral em Londres

0
7
Descubra!

A St. Paul’s Cathedral (Catedral Anglicana de São Paulo) é um dos cartões postais mais famosos de Londres. Ponto turístico de grande relevância histórica, a catedral configura-se como a sede do Bispado de Londres.

Muitos a conheceram em 1981, quando o Príncipe Charles casou-se com a princesa Diana. Sua cúpula, belíssima, arquitetada por Sir Christopher Wren, é uma das maiores do mundo.

A Catedral faz parte da história de Londres e é um dos prédios mais importantes da cidade. Os turistas podem conhecer e participar um pouco dessa história através de visitas guiadas pela catedral.

Quer saber um pouco mais sobre o que encontrar na visita à St. Paul’s Cathedral? Dê uma olhada no texto abaixo!

Visite a St Paul’s Cathedral

St Paul’s Cathedral é um dos cartões postais de Londres. Fotos: Mapa de Londres

Mapa para chegar à St. Paul’s Cathedral

Um dos prédios mais famosos de Londres, a catedral da cidade está a mais de 300 anos como ponto de referência da cidade, representando seu centro histórico e toda a história local.

O topo da igreja possui 111 metros de altura, um prédio realmente impressionante, que já foi o mais alto de Londres, tendo perdido o posto apenas em 1967. Ainda hoje, seu domo é um dos maiores e mais altos do mundo! Com certeza um prédio de arquitetura fascinante e imponente.

Endereço: Saint Paul’s Church Yard, London EC4M 8AD

Estações de metrô: St. Paul’s (Central Line) ou Mansion House (Circle e District Line)

Ingresso: Adulto £18 / Estudantes e maiores de 60 anos: £16 / Crianças de 6 a 17 anos: £8 / Ingresso família (2 adultos e 2 crianças): £44. Existem preços promocionais para grupos com mais de 10 pessoas, que você pode consultar no site. Além disso, ingressos comprados com antecedência pelo site possuem desconto de £2.

Os ingressos são cobrados apenas para as visitas guiadas, a entrada para os serviços e celebrações diárias é gratuita.

Horários de visitação: Segunda a sábado, das 8h30 às 16:30h. No domingo, a igreja funciona apenas para os serviços religiosos.

Dica: Se não quiser entrar, vá durante a noite. Você poderá captará imagens como estas:

Importância da St Paul’s Cathedral

Localizada no ponto mais alto da City of London, na colina chamada Ludgate Hill, a St Paul’s Cathedral é uma das igrejas mais importantes de Londres. O seu belíssimo domo é figura marcante da silhueta de Londres e conhecido mundialmente, tornando essa igreja um dos prédios mais famosos do mundo.

No ano de 604 a primeira igreja em homenagem a São Paulo foi construída no local, e desde então diversos prédios foram reconstruídos no mesmo sítio, pois os seus predecessores foram destruídos por desastres.

Mantendo a tradição, o prédio que hoje está aberto à visitação foi construído no lugar do seu antecessor, totalmente destruído em um incêndio importante em Londres. Ela demorou 35 anos para ser construída, tendo sido finalizada em 1710.

Diversos eventos históricos aconteceram nesses solos sagrados, incluindo os funerais de Lorde Nelson, do Duque de Wellington, de Sir Winston Churchill e de Margaret Thatcher, as celebrações do Jubileu da Rainha Victoria, dos anúncios de paz após a Primeira e a Segunda Guerra, os casamentos de Charles e Diana e o Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II.

A construção da catedral foi um desafio arquitetônico enorme, tanto pelo seu tamanho e suntuosidade, tanto pelas dificuldade inerentes de se construir no solo arenoso da cidade. Mas essas e outras dificuldade foram superadas com maestria, originando o que hoje é um dos prédios mais imponentes do mundo.

A cúpula. Foto: Divulgação

Vale a pena entrar?

Sim, cada centavo. O ingresso não é barato, como colocamos acima, atualmente cerca de R$86,58 o ingresso adulto e R$38,48 o infantil, mas a visita é simplesmente sensacional.

Isso porque o interior da St Paul’s é tão deslumbrante quanto o seu exterior, e a igreja é repleta de exibições, galerias, arte, cultura e história.

O visitante que paga ingresso tem direito a subir na cúpula da igreja, visitar as capelas, se encantar com a galeria dos sussurros, conhecer os túmulos de heróis britânicos como Christopher Wren e Lorde Nelson, e entender cada um dos componentes litúrgicos com um guia multimídia em várias línguas incluso no valor da entrada. Só não esqueça: fotografias não são permitidas dentro da igreja.

Saiba mais: Por dentro da St Paul’s Cathedral

Evensong

Se você não estiver disposto a desembolsar o preço das admissões para conhecer o interior da igreja, existe a possibilidade de conferir a Evensong, uma missa cantada que ocorre todos os dia. Trata-se da “evening prayer” (oração noturna) da liturgia anglicana. É uma experiência bacana tanto para quem tem algum envolvimento com a espiritualidade quanto para quem busca apenas apreciar a beleza da história. Além do coral e das orações, o visitante vai conhecer (sem tirar fotos!!) a nave principal da igreja e mirar, sobre sua cabeça, a belíssima cúpula.

Duração: 50 minutos

Quando: Segunda a sábado, às 17h. Domingo, às 15h15.

Importante: antes de se dirigir ao local, é interessante conferir o calendário da igreja (de vez em quando, há alterações!) e chegar ao local com 30 minuto de antecedência para se sentar bem pertinho do coro.

História da St Paul’s Cathedral

A Catedral de São Paulo foi construída no século XII, tendo sua obra durado de 1675 até 1710.  A primeira igreja da Inglaterra, feita em madeira lá no ano de 604 d.C, havia sido construída no mesmo local. A igreja como conhecemos hoje passou por vários estágios de construção e reconstrução, após inúmeros incêndios.

Em seu interior, a St. Paul’s Cathedral possui pinturas, esculturas e entalhes de diversos artistas da época em que foi construída, além de uma galeria inteira dedicada à sua construção e às dificuldades que o seu arquiteto, Sir Christopher Wren, venceu quando foi incumbido com a difícil missão de finalizar as obras desse monumento.

A visita envolve um passeio pela história da catedral, onde o turista pode conhecer cada detalhe dos seus afrescos, pinturas, e esculturas, subir no domo, conhecer o cemitério na cripta abaixo da igreja, e ainda vislumbrar vistas deslumbrantes de Londres.

Recentemente, a igreja sofreu alguns ataques. Em 1940, um intenso bombardeio alemão, que durou 57 dias consecutivos, caiu sobre Londres, mas felizmente não afetou a Catedral. Mais tarde no mesmo ano, uma bomba-relógio, capaz de destruir toda a igreja, foi encontrada e neutralizada. Ainda no mesmo ano, outra bomba não foi desarmada a tempo, mas explodiu fora da catedral.

Mas a igreja resistiu a tudo isso e se manteve soberana no topo da colina mais alta de Londres, olhando por toda a cidade. É difícil passar em palavras toda a suntuosidade do local, por isso terminamos nosso texto com mais um foto.

Incrível como um prédio pode conter tanta espiritualidade, história e cultura, não é mesmo? Você conhece a St. Paul’s Cathedral pessoalmente? Tem alguma experiência ou impressão para contar para a gente? Fique a vontade para contar pra gente nos comentários!

Descubra!

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu Comentário
Entre com seu nome aqui