Descubra curiosidades sobre a série The Tudors

Descubra curiosidades sobre a série The Tudors

Você já assistiu à série The Tudors? Sabia que ela é inspirada em fatos Reais e que aquele Rei Henrique VIII existiu mesmo?

Que a sua obsessão por um herdeiro homem o levou a se casar diversas vezes, a mandar matar algumas de suas esposas e a romper laços com a Igreja Católica?

Neste post, você vai descobrir curiosidades e histórias que revolvem em torno da série The Tudors, uma das produções históricas mais bem-sucedidas dos últimos anos..

O que é a série The Tudors

The Tudors é um seriado histórico e dramático baseado na história do Rei Henrique VIII, que ostentou a coroa inglesa de 1509 até sua morte em 1547. Henrique foi o mais proeminente membro da dinastia dos Tudor, que reinou a Inglaterra durante todo o século 16.

As diversas tramas pessoais do rei, principalmente seus vários casamentos tumultuados e polêmicos são retratados. Diversas cenas ousadas demonstrando o relacionamento do rei e suas consortes são apresentadas. A ruptura da Monarquia Inglesa com a Igreja Católica sediada em Roma também tem um grande destaque na série.

Produção e estreia da série

Criada por Michael Hirst, a série foi veiculada nos Estados Unidos pelo canal Showtime e no Brasil pela RedeTV! A melhor maneira de assistir à produção é o o serviço de streaming Netflix.

Todos os episódios da série são filmados na Irlanda. A estreia aconteceu em abril de 2007, com a primeira temporada sendo transmitida pelo showtime e outros canais como BBC (Reino Unido) e CBC (Canadá).

As três temporadas seguintes vieram uma a cada ano. A segunda veio a público em 2008, a terceira em 2009 e a quarta e última em 2010. A Sony Pictures Entertainment é a empresa detentora dos direitos de distribuição internacional da série.

As quatro temporadas de The Tudors

Ao todo, as quatro temporadas da série contam a história de Henrique VIII desde 1518 até a sua morte em 1547. O Reinado de Henrique começa em 1509, portanto a série já começa com o monarca no poder e envolto nas intrigas internacionais e da côrte inglesa.

Primeira Temporada

A primeira temporada apresenta a vida de Henrique VIII entre os anos de 1518 e 1530. São dez episódios, um para cada ano de reinado. A temporada mostra como o rei Henrique aborda as intrigas internacionais e diplomáticas. No âmbito da corte inglesa, a ênfase é na pressão e desejo do rei de ter um herdeiro homem, o que leva ao surgimento e ascensão de Ana Bolena como Rainha, uma vez que Catarina de Aragão, primeira esposa do rei, não havia dado à luz herdeiros masculinos.

Segunda Temporada

A segunda temporada vai de 1531 e 1536, também com um total de dez episódios. Nesta temporada o destaque fica para a cisão entre Henrique e a Igreja Católica Romana, por meio do Ato de Supremacia de 1534. Com o rompimento, surge a Igreja Anglicana na Inglaterra e Ana Bolena casa-se com o rei e se torna  rainha. Tal como Catarina, Ana também não deu à luz a herdeiros do sexo masculino e acabou executada em 1536, último ano retratado na temporada.

Terceira Temporada

A terceira temporada vai de 1536 a 1540. Ao contrário das duas primeiras temporadas, a terceira possui apenas oito episódios. Nela são apresentados os casamentos de Henrique VIII com Jane Seymour e Ana de Cleves. É mostrado também a revolta conhecida como Peregrinação da Graça, que teve como objetivo se opor à reforma protestante de Henrique. A temporada termina com mais um casamento do rei, dessa vez com Catarina Howard.

Quarta Temporada

A quarta temporada vai 1540 até os últimos dias do reinado, terminando em 1547. São dez episódios que cobrem os relacionamentos polêmicos e tumultuados de Henrique VIII com as suas duas últimas esposas, Catarina Howard e Catarina Parr.

Aclamação e prêmios

Ao todo são 38 episódios que foram transmitidos entre 2007 e 2010. A série é toda focada nas tramas e personalidade de Henrique VIII, com destaque para seus relacionamentos polêmicos e o seu papel na criação da Igreja Anglicana, por meio do Ato de Supremacia.

As críticas foram variadas. Em geral, a série fez muito sucesso e a maioria das avaliações são positivas. A lista de nomeações e premiações é extensa. Entre os prêmios mais importantes que a produção levou estão:

  • Vencedor para Melhor Cinematografia em Séries de Televisão do Canadian Society of Cinematographers Awards de 2009;
  • Vencedor de várias categorias do Irish Film and Television Awards de 2009;
  • Vencedor para melhor edição de imagem do Annual Gemini Awards de 2009;

A terceira temporada foi a mais premiada da série.

Curiosidades sobre a série The Tudors

The Tudors foi recheada de erros históricos e acumulou algumas polêmicas, com destaque para a má recepção do público e do governo de Portugal ao quarto episódio da primeira temporada.

A reação portuguesa

O Governo Português, diversos historiadores portugueses e milhares de telespectadores enviaram milhões de cartas a RTP, então responsável pela transmissão da série no País. A forma com que o Rei de Portugal foi retratado no episódio deu início um incidente diplomático entre Portugal, Irlanda, Canadá e Estados Unidos. Os portugueses consideraram a série acintosa e desrespeitosa com a história de Portugal.

Erros históricos

A série possui várias divergências em relação aos relacionamentos interpessoais de vários personagens e também nas  datas e na retratação do tempo histórico. Como exemplo, no ano de 1514(da série), a Princesa Maria se casou com o rei francês Luís XII, e é retratado que reinava em Portugal D. Manuel I, com 45 anos.  No entanto, no ano de 1514 o rei português era o jovem João III de Portugal, ainda na casa dos 20 anos.

Outra inconsistência é a história mostrada no primeiro episódio de que o embaixador inglês , retratado como o tio de Henrique VIII, é assassinado na Itália. Na verdade Henrique não teve tal tio.

Considerações finais sobre a série

A série “The Tudors” é uma ótima produção histórica que mostra a vida do rei Henrique VIII. Para quem se interessa pela história da Inglaterra e da Família Real Britânica, é uma excelente pedida.

Apesar dos erros históricos, a série é uma boa fonte de conhecimentos e também um ótimo programa de fim de semana, principalmente se você adora assistir e acompanhar séries.

Você já assistiu algum episódio da série? Conte o que achou!

E dê uma olhadinha nestes posts:

10 séries que se passam em Londres

11 séries inglesas que adoramos

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

1 comentário