Como visitar a Royal Opera House em Londres

Como visitar a Royal Opera House em Londres

0

A melhor casa de ópera do mundo. Assim é como a Royal Opera House de Londres é conhecida por muitos dos amantes da música clássica, do ballet e da ópera. Assunto do nosso texto de hoje, a principal casa de ópera da Inglaterra é tão antiga quanto renomada. Vamos falar sobre sua história, como visitar, como chegar e quais as dicas especiais para aproveitar ao máximo os espetáculos nesse teatro impressionante.

Royal Opera House em Londres
Royal Opera House fica em Covent Garden, em Londres.

O que é a Royal Opera House

Covent Garden é um conhecido lugar para fazer compras, comer em um dos ótimos restaurantes nas redondezas e assistir performances de artistas de rua na Covent Garden Piazza. São todos ótimos passeios, mas há uma motivo em especial para todo turista não deixar de passar por lá.

A Royal Opera House é a casa de ópera mais importante de Londres e da Inglaterra. Amantes da música clássica, do ballet e da ópera são velhos conhecidos desse teatro, que é considerado por muitos o melhor palco do mundo para performances de ópera e música clássica.

A enorme sala de concerto foi construída e reconstruída duas vezes. Em 1752 o teatro original foi levantado. À época, chamava-se apenas Theatre Royal. Em 1808 foi destruído por um incêndio e, após refeito, foi novamente consumido pelas chamas em 1856.

Em 1858 a estrutura atual do teatro foi erguida e permanece até hoje como símbolo da rica tradição clássica inglesa e europeia.

O mestre George Frideric Handel morreu em 1759, portanto não viu o teatro real em seu formato atual, mas foi no mesmo covent Garden, ainda quando o nome do teatro era Theatre Royal, que muitas de suas óperas foram apresentadas pela primeira vez.

Desde sua inauguração a casa recebeu os maiores nomes da música clássica e da ópera. Ficou curioso? Vamos te dar todas as dicas e informações para visitar o Royal Opera House agora, basta ir para a próxima seção!

Como visitar a Royal Opera House em Londres

Quem viaja para Londres pode conhecer a Royal Opera House de duas maneiras.

Você pode se assistir a um dos maravilhosos espetáculos, seja de música, ópera ou Ballet, ou você pode fazer uma visita guiada para conhecer o teatro. Nós recomendamos os dois passeios, mas é claro que assistir a uma apresentação é algo especial que vai muito além do turismo. 

Espetáculos e performances

Para saber qual é a agenda de apresentações, visite o site oficial do teatro e vá na seção What’s On. É lá que os ingressos devem ser comprados. Alguns ingressos de ópera chegam a custar mais de 200 libras, mas há também apresentações de música de câmara que custam 15 libras. As apresentações de Ballet possuem preços variados. É claro que dependendo do lugar e da peça escolhida você pode pagar um pouco mais caro ou mais barato também. Uma rápida pesquisa é suficiente para achar a melhor apresentação para você.

Para ir ao espetáculo, deve-se chegar no mínimo com 30 minutos de antecedência. Lembra da pontualidade britânica? Pois é, os latecomers(atrasados) não são permitidos de entrarem depois que as performances começam. Pelo menos 3 vezes antes do espetáculo começar avisos são dados para que todos entrem e se acomodem.

Existem dois bares e três restaurantes que são abertos 90 minutos antes das apresentações e permanecem funcionando até o fim. Não é permitido entrar com bebidas ou alimentos no auditório.

Todos os andares da sala principal possuem elevadores especiais para pessoas com mobilidade reduzida. Um regra importante para quem for com crianças é que todos os menores entre 5 e 14 anos devem obrigatoriamente estar sentados ao lado de um adulto. Bebês e crianças menores de 5 anos não são permitidas no auditório. Ah, sim! Câmeras fotográficas e de vídeos, como você deve ter imaginado, são estritamente proibidos.

Royal Opera House
Você pode conhecer a Royal Opera House em uma visita guiada. Foto: iStock, Getty Images

 

Visitas guiadas

Existem duas visitas guiadas que podem ser feitas durante o dia:

  • The Backstage Tour: Possui duração de uma hora e meia. Com essa turnê é possível conhecer o camarim onde os atores se preparam e as principais partes do auditório. Explicações sobre a história da casa também fazem parte da visita;
  • The Velvet, Gilt and Glamour Tour: Visita de 45 minutos para ensinar sobre a história e arquitetura da casa. Inclui uma visita à Sala de descanso real(Royal Resting Room), onde até hoje membros da família real costumam usar.

Como chegar?

Como quase tudo em Londres, para chegar na Opera House há uma pletora de opções diferentes de transporte. O endereço é: Bow St, London WC2E 9DD, United Kingdom.

  • Trem e metrô: A estação de metrô mais próxima é a Covent Garden Station. De lá até o teatro são cerca de 5 minutos de caminhada. De trem, a estação mais próxima é Charing Cross, que fica a 10 minutos de caminhada;
  • Ônibus: O próprio site do teatro sugere os seguintes números: 1, 4, 6, 9, 11, 13, 15, 23, 26, 68, 76, 87, 91, 168, 171, 176, 188, 505, 521 e X68. Todas essas opções vão para a rua Aldwych, que fica a poucos minutos do teatro.

Você também pode chamar um táxi ou ir de carro, mas fique atento pois o teatro não possui estacionamento e há vagas limitadas para parar nas proximidades. Os estacionamentos mais próximos ficam nas ruas Drury Lane and Shelton Street.

Dicas para curtir espetáculos na Royal Opera House

Algumas dicas especiais para aproveitar melhor as performances:

  • Os assentos no terceiro nível do auditório são conhecidos como sendo os melhores lugares em termos de acústica
  • Caso você queira chegar mais cedo para aproveitar um dos restaurantes locais, é recomendado reservar a mesa com antecedência
  • Os bares e restaurantes dispõem de um aplicativo para fazer os pedidos. Faça o download e já vá com ele instalado para poder fazer seus pedidos com mais conveniência.

Não perca a chance de conhecer um dos melhores teatros de ópera do mundo. Se você é um amante da música e admirador de compositores como os ingleses Handel e Purcell, a Royal Opera House é um passeio obrigatório. Bom espetáculo!

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários