Quartos para estudantes em Londres

ANÚNCIO
Casa Londres
Quarto de flat da empresa Casa Londres. Foto: Divulgação

Depois de definir onde você vai estudar em Londres, é importante começar a planejar, com a maior antecedência possível, a sua acomodação. Essa é uma das partes essenciais, já que uma boa hospedagem será o seu custo fixo mais alto e poderá moldar sua experiência na cidade.

Onde ficar

Há muitas opções de hospedagem em Londres: albergue, hotel, casa de família, residência estudantil, casa compartilhada, apartamento de temporada. A melhor opção para o seu caso vai depender, principalmente, de quanto tempo você permanecerá na cidade.

ANÚNCIO

Menos de 1 mês

É melhor alugar um apartamento (ou quarto) pelo Airbnb, ficar em um albergue ou se hospedar em uma residência estudantil.

Airbnb: Ganhe mais de R$ 100,00 em desconto na primeira reserva!

ANÚNCIO

De 1 a 3 meses

As melhores opções são o Airbnb, a residência estudantil ou um quarto em uma casa.

Mais de 3 meses

O mais adequado é encontrar um quarto ou uma cama em uma casa, flat ou apartamento, já que você não quer passar meses trocando de roommates em um albergue ou gastando demais em residências estudantis.

Para isso, há diversos sites e ferramentas que podem facilitar sua vida. Nós selecionamos três:

Gumtree – um dos mais antigos e completos classificados de vagas de acomodação em Londres. Muitos dos anunciantes preferem inquilinos que permaneçam, pelo menos, seis meses.

Airbnb – o portal apresenta milhares de apartamentos em Londres, muitos dos quais podem ser alugados para curtas temporadas. Problema: nem sempre oferece o custo mais baixo.

Casa Londres – uma ótima alternativa para estudantes que ficarão, pelo menos, 1 mês em Londres. A Casa Londres é uma empresa brasileira que oferece acomodação em casas e flats das zonas 2 e 3. Trata-se de uma opção confiável e de qualidade, sobre a qual você pode ler mais aqui. Saiba mais.

Zona 2 ou 3

Para quem ainda não pesquisou sobre o sistema de zonas de Londres, confira aqui uma explicação detalhada. Resumindo: o mapa do metrô de Londres é dividido por zonas concêntricas. Zona 1, por exemplo, onde se encontra Oxford Circus, é a mais central. Quase todas as atrações turísticas se encontra nas zonas 1 e 2. A zona 6, onde se encontra o aeroporto de Heathrow, é mais periférica.

Ou seja, quanto mais central, mais caro o imóvel – e maior o custo para o estudante.Por isso, uma boa dica para quem não deseja gastar toda a sua grana em acomodação é não ficar na zona 1, e sim na zona 2 (preferencialmente) ou 3 (ainda próxima do centro com o metrô).

Quarto single ou compartilhado?

Vai depender apenas de sua disposição financeira e de sua inclinação à privacidade. Dividir um quarto pode parecer uma má ideia no Brasil, mas, em Londres, onde os imóveis se encontram entre os mais caros do mundo, compartilhar o espaço não é tão incomum. No caso de estudantes e jovens, pode ser inclusive uma excelente ideia para conhecer pessoas novas e se adaptar mais fácilmente a uma nova realidade.

Custos

Dependem da região, da qualidade do imóvel e do tipo de acomodação (single ou compartilhado).

Genericamente, pode-se dizer que, na zona 2 ou 3:

Quarto single: 90 a 140 libras

Cama em um quarto: 70 a 110 libras

Leia também

Casa Londres: acomodação para estudantes

Por que estudar em Londres

Custos de vida para estudantes

ANÚNCIO