Sugestões de destinos para intercâmbio na Europa

Sugestões de destinos para intercâmbio na Europa

Quer fazer um intercâmbio na Europa e está em dúvida de qual país escolher?

O Velho Continente é um dos caminhos mais interessantes para quem quer estudar no exterior, tanto para dominar uma língua estrangeira quanto para cursar mestrado, doutorado ou especialização.

Em um intercâmbio na Europa, o aluno tem contato com uma cultura riquíssima e colegas de todas as partes do mundo.

Há destinos para todos os gostos e línguas, de Inglaterra e França, tradicionais, a opções menos comuns, como Hungria e Polônia, no Leste Europeu.

Em alguns desses países, é possível trabalhar durante o período de estudos, enquanto em outros a possibilidade de emprego legal não existe ou fica bem limitada.

Destinos para o seu intercâmbio na Europa

Confira a seguir algumas ideias para o seu período de estudos na Europa e dicas sobre os destinos:

Inglaterra

Aprender inglês em Londres
Londres é um dos principais destinos de intercâmbio na Europa. Foto: iStock, Getty Images

A Inglaterra é a primeira da lista para o intercâmbio na Europa. E não é por acaso. Para começar, é o berço da língua inglesa, o que a torna um dos melhores destinos para brasileiros em busca de aperfeiçoamento no idioma mais importante do planeta.

Até pouco tempo atrás, a terra da Rainha era conhecida pelos intercambistas como um destino para estudar e aprender inglês mais do que para fazer graduação, mestrado e doutorado.

Mas além dos vários cursos e possibilidades para estudar a língua nativa do país, as universidades inglesas, como Oxford e Cambridge, estão entre as melhores do mundo.

Os ingleses estão entre os que mais produzem ciência em todo o mundo. A qualidade das universidades, a diversidade de cursos e as várias bolsas oferecidas tanto pelas faculdades locais como organizações e governos têm atraído cada vez mais brasileiros.

Além de todas as facilidades, as maiores cidades inglesas, principalmente Londres e Manchester, são metrópoles globais e cosmopolitas. São cidades que abrigam culturas e povos diversos, o que as tornam receptivas aos estrangeiros, até mesmo nos tempos atuais em que o povo inglês anda meio dividido.

Então, se você considera a possibilidade de um intercâmbio na Inglaterra, imagine como seria sua vida de estudante na capital britânica.

Londres tem muito a oferecer:

  • Um dos melhores transportes públicos do mundo
  • Acesso a gratuito a alguns dos melhores e maiores museus do planeta
  • Entrada grátis em exposições e galerias com o melhor das artes
  • Professores nativos e imersão total na língua inglesa
  • Vida noturna ilimitada
  • História por todos os cantos.

cta - Estudar em Londres

Irlanda

Na mesma linha da Inglaterra, a Irlanda é um destino muito requisitado. Um fator adicional em relação a Inglaterra e com certeza um dos mais importantes é o preço.

A Irlanda é mais barata do que o Reino Unido, e ao mesmo tempo oferece uma grande experiência para os intercambistas.

Além de oferecer a oportunidade para estudo do inglês, os irlandeses também possuem boas universidades e é um país extremamente seguro. A moradia em especial é muito mais conveniente por lá do que na maioria dos outros países mais desenvolvidos da Europa.

Na Irlanda, todo estudante pode trabalhar 20 horas por semana, para bancar sua vida por lá.

Portugal

Portugal também não tem como ficar fora da lista. Na terra de Cristiano Ronaldo, os brasileiros são a maior população estrangeira residente no país. O principal local de origem dos intercambistas em portugal também é o Brasil.

A grande facilidade, como você deve estar adivinhando, é a língua e a proximidade cultural.

Brasil e Portugal possuem uma ótima relação diplomática, são bons parceiros comerciais e possuem vários programas para intercâmbio estudantil e de pesquisa.

Os órgãos de fomento brasileiros como CNPq e Capes possuem bolsas para portugal, que já foi inclusive o mais procurado do famoso programa Ciências Sem Fronteiras. Algumas universidades têm acordos para usar o Enem como processo seletivo para alunos brasileiros.

As universidades de Lisboa, do Porto e de Coimbra são as mais procuradas pelos brasileiros, e também as melhores de Portugal. De quebra, é um país lindo e surpreendentemente barato de se viver para os padrões europeus.

Espanha

Tal como Portugal, a Espanha também é beneficiada pela proximidade linguística e cultural com o Brasil. Também foi um dos países que mais recebeu intercambistas do Ciências Sem Fronteiras.

Algumas de suas cidades, principalmente Barcelona e Madri, são apontadas como as melhores do mundo para se viver e estudar. São procuradas não só por brasileiros mas também por estudantes de todo o mundo.

A possibilidade de ficar fluente no espanhol (ou quase) também é muito atrativa. Além de tudo, a Espanha tem fama de ser um país de clima mais quente e de ter um povo também mais caloroso do que os vizinhos do centro-norte europeu. Ah, Sim! As universidades também são de ponta e há vários programas para estudar epanhol e a cultura local.

Alemanha

A Alemanha não apresenta a mesma proximidade linguística e cultural que os países anteriores. No entanto, trata-se de um dos países mais desenvolvidos da Europa, a maior economia e a maior indústria do continente.

Se por um lado a paixão pela língua alemã não é tão grande entre os brasileiros, há uma grande procura por oportunidades de trabalho, estágio e intercâmbio estudantil no país. As regiões do sul do Brasil originárias de colônias alemãs são tradicionais fontes de intercambistas brasileiros. Mas universidades de todo o país também possuem parcerias com os alemães.

Muitas empresas de origem germânica estão instaladas no Brasil e a possibilidade de trabalhar em uma delas também é um fator de atração para os brasileiros. Certamente é um país a ser estudado na hora de decidir onde fazer intercâmbio. A Alemanha possui a DAAD, maio organização financiadora de bolsas de todo o mundo. Confira aqui alguma das oportunidades.

França

A França guarda semelhanças com a Alemanha como destino para o intercâmbio na Europa.

Um país de ponta na Europa, ótimas universidades e bons programas de bolsa e de intercâmbio. Também oferece boas oportunidades de estágio internacional e várias indústrias e empresas francesas possuem ótima relação com o Brasil.

Além de tudo isso, a França conta a seu favor o seu apego como destino turístico. Paris é uma das cidades mais requisitadas do mundo para se estudar e trabalhar. A possibilidade de viver numa das cidades mais belas do mundo certamente é um fator de atração para os intercambistas brasileiros.

No entanto, é importante ficar atento aos preços. O custo de vida na França, especialmente em Paris, é alto e pode ser um empecilho dependendo da sua disposição financeira.

Intercâmbio no Leste da Europa

Por fim, é legal ressaltarmos também a crescente onda de procura por países do leste europeu. Destinos como Hungria, República Checa e Polônia são cada vez mais procurados por brasileiros. E existem muito boas razões para isso.

O leste europeu possui custo de vida muito mais em conta do que países como França e Alemanha. O custo com moradia principalmente é muito mais palatável, e por ser um dos principais preços num intercâmbio, é um fator que conta muito a favor.

Além disso, são países seguros, com culturas locais menos propagandeadas e bem diferentes. A possibilidade de conhecer um lugar distinto dos destinos tradicionais também tem feito a cabeça de muitos brasileiros.

E você, em qual país pretende fazer seu intercâmbio na Europa? Deixe um comentário.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários