Dicas para andar de metrô em Londres

Dicas para andar de metrô em Londres

15
Foto: Mapa de Londres
Foto: Mapa de Londres

Andar de metrô em Londres exige alguma técnica. Nada sobrehumano, tudo muito lógico. Saiba o que fazer antes de sair perambulando pelo metrô mais antigo do mundo.

A melhor parte do metrô não é a voz com sotaque do south west britânico dizendo Mind The Gap, mas sua a eficiência. Tudo ali anda rápido, inclusive os londrinos na correria do dia a dia britânico – pontual e apressado, com um Kindle na mão, um fone grandão nos ouvidos e uma mochila nas costas. Por isso, o novato deve atentar para certas regras de convivência com aqueles que não estão no metrô para turismo e ficam enfurecidos com gente parada no meio do caminho ou tomando dois assentos do vagão com mochila, câmera e mapa da cidade.

Como andar no metrô em Londres

Não leve mais bagagem do que você pode carregar. O staff do tube pode ser solícito, mas não foi treinado para atender a demanda de malas gigantes nas mãos de turistas inaptos a carregá-las.

Se você carrega uma mochila, tire-a das costas antes de embarcar no trem. Pode deixá-la a seus pés, de modo que não atrapalhe o espaço dos outros passageiros.

Nas escadas-rolantes, muito cuidado: nunca fique parado do lado esquerdo. O lado esquerdo das escadas rolantes se destina aos apressados, que sobem caminhando. Quer curtir a viagem de escalator paradinho? Então trate de se manter à direita. E, por favor, não banque o engraçadinho dando uma rasteira no londoner esbaforido que subir correndo.

Permita que os passageiros desembarquem antes de você embarcar nos trens. Isso não é uma regra no metrô em Londres, mas uma tática de eficiência simples e lógica – muitas vezes, desrespeitada no Brasil.

Não ultrapasse a linha amarela nas estações. Acontecem acidentes assim todo ano, e os londrinos temem também aqueles casos que não são acidente. O suicídio no metrô é comum.

Não encare os passageiros do trem. OK, eles são diferentes, mas isso não dá o direito de você assustá-los com o olhar e uma câmera apontada. Tente se distrair lendo os anúncios engraçadinhos e observar a movimentação geral.

Nas estações, cuidado com os pickpockets. São aqueles indivíduos ágeis que metem a mão no seu bolso e tiram a carteira sem que você perceba.

Não é feio perguntar à equipe de funcionários do Tube sua localização ou uma coordenada para chegar a determinado lugar. Mas é muito, muito feito interromper a passagem de outros passageiros ao parar no meio de uma estação com o mapa do metrô de Londres aberto.

Por fim, obedeça aos avisos de Mind The Gap e cuide com o buraco que existe entre a plataforma e o trem. Em algumas estações, como Bank, o gap é gigante, e o perigo, maior.

Um passeio no metrô em Londres

 

Mais metrô em Londres

Guia completo para usar o metrô

O metrô mais antigo do mundo

Conheça o Museu do transporte

Mapa do metrô

Veja nosso Guia de Transporte

Deixe seu comentário

15 comentários

  1. Acho importante também avisar ao pessoal que está à passeio em Londres nessa época que se possível evitem usar o metrô durante os horários de rush, pois é muito comum os trens ficarem lotados. A maioria das linhas não possui ar condicionado e alguns londoners ficam mais agitados com o calor, já presenciei algumas discussões nada agradáveis. Então se tiver a opção de pegar um trem mais tarde ou evitar as linhas mais movimentadas eu aconselho.