Rainha Elizabeth II: Vida Longa à Rainha

Rainha Elizabeth II: Vida Longa à Rainha

A Rainha Elizabeth II é a chefe de estado do Reino Unido e de outros 15 reinos da Commonwealth, como Austrália e Canadá. Em 2012, Sua Majestade completou 60 anos no trono da Inglaterra. Três anos depois, superou sua tataravó como a monarca mais longeva a ocupar o trono britânico.

“The King is dead. Long live the King.” Essas duas frases (O Rei está morto. Vida longa ao Rei) são proferidas em sequência, imediatamente após o falecimento de um Rei na Inglaterra. A afirmativa significa que não há intervalo para a sucessão dos soberanos ingleses, independentemente da cerimônia de coroação, que pode ocorrer meses depois. Elizabeth Alexandra Mary, filha de George VI, ouviu uma variação dessas palavras no dia 6 de fevereiro de 1952, aos 25 anos: “O Rei está morto. Vida longa à Rainha”.

Vida Longa à Rainha Elizabeth II

E assim foi. A Rainha Elizabeth II reina até hoje, mais de 60 anos depois, com o chapéu, os passinhos curtos e o aceno característico. Ela é a monarca mais velha a manter a coroa. Seu reinado já se trata do mais longo da história do Reino Unido, à frente até da Rainha Vitória, que ocupou o trono durante mais de 63 anos.

A saúde forte da Rainha Elizabeth II pode frear ainda mais o caminho de seu filho mais velho, o próximo na linha de sucessão, o Príncipe de Gales, Charles, o mais velho membro da Família Real na história a ocupar a primeira posição na linha de sucessão. A Rainha Elizabeth II já avisou que não pretende abdicar.

Nascimento de Elizabeth. Foto: The Royal Household

Terceira na linha de sucessão ao nascer, Elizabeth não imaginava que chegaria ao trono. Seu pai era o segundo filho do Rei George V e da Rainha Mary. Ou seja, antes dela, subiriam ao trono o tio, Edward, e o pai, Albert (mais tarde, Rei George VI), ambos com plena saúde.

A pequena Elizabeth. Foto: The Royal Household

Mas a perspectiva se alterou rapidamente em 1936, após a morte de seu avô, o Rei George V. O tio, Edward, o novo Rei, era apaixonado perdidamente por uma mulher divorciada, Wallis Simpson, e pretendia casar com ela, o que a igreja não permitia.

A crise constitucional do anúncio do casamento levou Edward a abdicar do trono em favor de seu irmão, que escolheu o nome de Rei George VI (lembra “O Discurso do Rei”?). A jovem Elizabeth, então, se transformou rapidamente em futura herdeira do trono.

O pai de Elizabeth teve um papel importante durante a Segunda Guerra, como mostra o filme. Gago, o Rei George VI viveu batalha pessoal e tomou aulas particulares de dicção e oratória para discursar com segurança em tempos de crise. Nessa época, cogitou-se levar as duas princezinhas, Elizabeth e Margaret (quatro anos mais nova), para longe da guerra. Mas a mãe de Elizabeth impediu:

–       As crianças não irão sem mim. Eu não irei sem o Rei. E o Rei nunca irá (deixar o país).

Elizabeth no Castelo de Windsor

Durante grande parte da Guerra, a pequena Elizabeth viveu no Castelo de Windsor. Desse período, resultou o carinho da Rainha pelo castelo, atualmente sua residência, em vez do Palácio de Buckingham. O confinamento cessou em 1945, com o fim do conflito. Para comemorar, Elizabeth e sua irmã juntaram-se anonimamente à massa que ganhava as ruas e celebrava a vitória aliada em um conflito que custou 50 milhões de vidas.

Casamento e compromissos protocolares

Dois anos depois, a comemoração ocorreu na igreja. Elizabeth e o Príncipe Phillip, que se correspondiam desde que a princezinha tinha apenas 13 anos, se casaram em 20 de novembro de 1947, na Abadia de Westminster. Antes do matrimônio, Phillip renunciou aos seus títulos gregos e dinamarqueses e se converteu Duque de Edimburgo. Pelo enlace, o casal recebeu 2,5 mil presentes de todas as partes do mundo.

Após o casamento, Elizabeth assumiu, cada vez mais, os compromissos protocolares do Rei, cuja saúde encontrava-se bastante debilitada. As visitas aos países da Commonwealth só eram interrompidas pela maternidade. O Príncipe Charles nasceu no dia 14 de novembro de 1948. A Princesa Anne, a segunda filha, nasceu em 1950.

Rainha Elizabeth II subiu ao trono em 1952

A Rainha. Foto: The Royal Household

Em uma dessas viagens, em 1952, a Princesa, de 25 anos, recebeu a notícia de que já não era Princesa, e sim Rainha. A cerimônia de coroação ocorreu no dia 2 de junho de 1953, na Abadia de Westminster. O evento, televisionado, promoveu o advento da mídia no Reino Unido. Na época, o número de licenças de televisão quase dobrou, e todos assistiram à jovem Rainha assumindo o trono e a coroa.

Elizabeth passou a viajar ainda mais após a coroação. Entre 1953 e 1954, a Rainha e o Príncipe Phillip embarcaram em uma grande viagem ao redor do mundo, com duração de seis meses. Ela se tornou, então, a primeira monarca a visitiar a Austrália e a Nova Zelândia. Em 1957, como monarca do Canadá, ela abriu as sessões do parlamento daquele país. Ao longo dos anos, a Rainha se tornou a chefe de estado que mais viajou em todo o mundo.

Foto: The Royal Household

Queda na popularidade e a Princesa Diana

A reputação da Rainha, que se manteve estável nos primeiros anos de reinado, decaiu na década de 1990. Os principais motivos foram reportagens sobre a riqueza da Família Real (desmentidas pelo Palácio), em 1991, e pela morte da Princesa Diana, em 1997, um ano após a separação do Príncipe Charles. Um dia antes do funeral de Diana, a Rainha deu um discurso no qual ressaltou seus ternos sentimentos pela Princesa e pelos netos, William e Harry.

Nova geração da Família Real

O discurso e o tempo surtiram efeito. Ao longo da década de 2000, as críticas à Realeza diminuíram drasticamente. Nos meses que antecederam o casamento de seu neto, William, o segundo na linha de sucessão, com Catherine Middleton, em 2011, um sentimento de festividade e alegria preencheu as ruas do Reino Unido. A cerimônia do matrimônio teve audiência estimada de 1 bilhão de espectadores.

Em 2012, a Rainha comemorou seu jubileu de diamante. Os 60 anos no trono foram completados no dia 6 de fevereiro daquele ano, e a grande celebração levou centenas de milhares de súditos às ruas, com bandeirinhas do Reino Unido e máscaras da Família Real.

Nos últimos anos, os bisnetos da Rainha Elizabeth II, a chegada dos filhos de Kate e William, os pequenos George e Charlotte, elevaram ainda mais a popularidade da Família Real Britânica e de sua monarca.

 

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

12 comentários

  1. VOSSA ALTEZA SABE QUE DIGO A VERDADE QUANDO JHON JHON VINHA ME BUSCAR SOFREU O ACIDENTE DE AVIAO E MORREU MEU ENDERECO AQUI E STATE OF PARA BENEVIDES CITY JOAO FANJAS STREET CENTRAL CEP68795000 ME REGISTRARAM COM ESSE NOME E NAO TENHO NINGUEM POR MIM LHE PESSO AJUDA PELA AMIZADE DE VOSSA ALTEZA COM MINHA MAE E MEU PAI QUE SEMPRE LHE VISITOU VOSSA ALTEZA SE LEMBRA QUE FUI COM ELES NO PALACIO E LHE VISITEI E A MAIS PURA VERDADE TENTAN ME ESCONDER POR CAUSA DO QUE ME PERTENCE VERIFIQUE MEU CPF NO BRASIL E SAIBA DE TODA TRAMA QUE ARMARAM COM MINHA VIDA QUE DEUS LHE ABENCOE PELA MEMORIA DE MINHA MAE SO TENHO VOSSA ALTEZA PARA ME AJUDAR

  2. GOOD LIFE MAY NAME VINCENT KENEDY MAY MONTHER ELISABETH KENEDY MAY FATHER JHON KENEDY MAY BROTHER JHONJHON MAY NAME AND BRASIL MANOEL JOSE DE MOURA JUNIOR ESCREVO EM PORTUGUES ESTOU PEDINDO AJUDA A VOSSA ALTEZA POR QUE NAO CONSSIGO QUE ME RESGATEM NO BRASIL ESTAO ME INJUSTICANDO EU JA VISITEI O PALACIO COM OS MEUS PAIS VOSSA ALTEZA SE LEMBRA COM CERTEZA FUI SEQUESTRADO E TRASIDO PARA O BRASIL E O GOVERNO BRASILEIRO NAO ME AJUDA TENTAM ME ESCONDER JA PEDI AJUDA AO VATICANO E NADA PEDI PARA A USA E NADA VOSSA ALTEZA SABE DA TRISTE HISTORIA DE MINHA FAMILIA JA SOFRI MUITO POR FAVOR ESPERO QUE VOSSA ALTEZA TENHA COMPAIXAO DE MEU SOFRIMENTO ESTOU NA POBREZA E TENTAM TIRAR O MEU DIREITO ANALIZE MEU CPF 026.056.044.89 E SAIBA O QUE ME PERTENCE PELA MEMORIA DOS KENEDY

  3. Gostei muito, mas gostaria de saber se vcs, sabem quando a rainha Elizabeth, proferiu a famosa frase”tenho mais medo de uma pessoa de joelhos do que do exercito britanico”..

    • Oi, Cleuza. Tudo bem? Procurei em português e inglês e não encontrei essa referência. Caso eu encontre, coloco aqui, ok? Abraço e obrigado pela visita.

      Gustavo