Hospedagem alternativa em Londres

12
124
Compre agora!

A concorrência aos hotéis tradicionais de Londres cresce cada vez mais. Há muito tempo, surgiram os albergues e a chance de economizar dividindo o quarto com uma galera. Depois apareceu o Couch Surfing e a oportunidade de poupar uma grana dormindo em sofás de nativos. Então as imobiliárias se profissionalizaram e montaram sites especializados para quem deseja passar uma curta temporada em um apartamento de verdade, com a possibilidade de comprar comida barata no supermercado da esquina e obter, por alguns instantes, aquela sensação londoner. Para muita gente, a hospedagem alternativa parou por aí. Mas Londres, querida Londres, foi uma das primeiras cidades europeias a contar com ainda duas outras formas diferentes de hospedagem: o AirBNB, o aluguel de quartos para turistas, e o One Fine Stay, o aluguel de apartamentos inteiros de moradores que por algum motivo não estão na cidade.

Vamos entender cada uma dessas opções, com suas qualidades e defeitos. Se você apareceu aqui procurando por dicas para encontrar e reservar hotéis em Londres, experimente este link, que reúne uma porção de táticas interessantes.

E também:

5 dicas de bed & breakfast em Londres

Descrição de bairros e preços de hotéis

Albergues

É uma maneira fácil de economizar e, ainda por cima, uma chance de conhecer viajantes de todo o mundo. Pesquise bastante, procure reviews de outros alberguistas e não se irrite quando um italiano doidão abrir a porta às 4h da manhã e começar a procurar o interruptor da luz. Isso acontece, e exige certa habilidade para não entrar em conflito logo no primeiro convívio com seus roommates.

Vantagens

– Economia

– Possibilidade de conhecer gente de todo o mundo, especialmente dentro do quarto, no café da manhã e na sala de televisão/internet

– Festinhas organizadas dentro do próprio albergue

– Recepcionistas e alberguistas jovens (Vantagem?, você pergunta)

Desvantagens

– Colegas de quarto

– Escadas

– Café da manhã nem sempre tão agradável quanto o esperado

Dicas

– Não fique em quartos com mais de oito camas. Em suas andanças, você vai encontrar até 16 camas no mesmo ambiente. Você vai se animar pelo preço, mas acredite: não valerá a pena.

Se ficar mais de uma semana, considere pedir pela weekly rate. Essa modalidade de tarifa, porém, normalmente fica disponível apenas para reservas feitas pessoalmente. Dá para reservar dois dias, por exemplo, pela internet e depois tentar a sorte pedindo a weekly rate. Nesse caso, torça pela disponibilidade.

Leia também: vale a pena ficar em albergue?

 

Couch Surfing

Você sabe como funciona? O Couch Surfing é uma rede social cujo intuito constitui-se de diminuir distâncias. Com ela, você pode oferecer o seu sofá (ou até um quarto, se estiver sobrando) para viajantes. O viajante vê o seu perfil, lê a descrição, dá uma olhada nas fotos e pergunta: posso ficar aí em tal data? Você não ganha nada por isso, mas pode fazer o mesmo que ele em sofás do mundo todo. A ideia é tentadora, portanto: hospedagem de graça em Londres! A realidade, contudo, nem sempre atende à expectativa. Primeiro de tudo, não vale apenas se cadastrar no site para a sua viagem e pronto. O objetivo é que você também ofereça acomodação para os outros. Segundo, é difícil conseguir um sofá em uma boa localização em Londres, sobretudo se você for homem. Mulheres costumam ter maior preferência na escolha dos surfers. E terceiro, nem sempre o espaço oferecido pelo amigo é o ideal. Muitas, muitas vezes o viajante tem de se contentar mesmo em dormir no sofá (e dormir uma porção de noites assim não é aconselhável).

Conheça o site do Couch Surfing

Vantagens

– Gratuito

– Chance de conhecer um nativo, normalmente atencioso e com dicas bacanas

Desvantagens

– Acomodação nem sempre cômoda

– Falta de privacidade

 

Aluguel de apartamentos

Esse sistema de hospedagem é recomendado para quem pretende passar um tempo maior em Londres e para quem viaja acompanhado por mais gente. O tempo mínimo varia de empresa para empresa, mas pode se chega a uma média de sete dias. Menos do que isso, procure um hotel ou um albergue, dependendo do seu planejamento. O Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, escreveu um post bem detalhado sobre essa modalidade de acomodação e as diferenças entre ficar em um apartamento e em um hotel. Confira.

Conheça alguns sites de aluguel de apartamentos:

Central London Apartments

Perfect Places

Flats in London

Vantagens

– Privacidade

– Sensação de se tornar um londoner

– Chance de se jogar em um supermercado e comprar um monte de coisas baratas para usufruir no apartamento

– Com um ou mais flatmates, economia

Desvantagens

– A pia (alguém tem que lavar aquela sujeira)

– Falta de concierge ou recepcionista para ajudar com mapas e orientações

– Check in e check out dificultados (tudo tem de ser combinado com o landlord)

 

AirBNB

Que tal reduzir a pedida e não alugar um apartamento, mas apenas um quarto? Isso tende a reduzir muito o preço da história e elimina aquela situação desagradável do Couch Surfing, que nem sempre oferece a acomodação desejada. No site, você pode ver fotos do quarto, ler sobre o bairro, conhecer o dono da casa e ver as avaliações de outros viajantes que ficaram no lugar. Nunca usamos, porém o serviço saiu em matéria bem positiva no Guardian. E as diárias começam em 20 libras, dependendo do apartamento.

Conheça o site do AirBNB

Vantagens

– Economia

– Sensação de se tornar um londoner por alguns instantes

– Ambiente bem diferente para quem está acostumado com hotéis

Desvantagem

– A experiência depende do dono da casa

 

One Fine Stay

O One Fine Stay também apareceu em matéria elogiosa do Guardian, então fomos atrás. Aqui a ideia é oferecer apartamentos inteiros, mas não de imobiliárias ou pessoas que alugam o espaço constantemente, e sim de moradores que estarão viajando durante o período desejado. Ou seja, você aluga um espaço completamente mobiliado, como se os moradores tivessem recém saído e deixado o lugar para você (o que de fato aconteceu). É muito bacana para deixar a experiência do viajante mais parecida com a de um nativo. Se você gosta da ideia, conheça o site.

Conheça o site da One Fine Stay

Vantagens

Privacidade

Sensação londoner

Desvantagem

A disponibilidade do imóvel nem sempre combina com a sua viagem

Reserva de hotéis

Para quem deseja reservar um hotel de maneira confiável e prática, recomendamos o Booking.com, aquele ali do banner abaixo. Criado em 1996, o site é um dos líderes em reservas de passagem online, presente em 164 países e agregando 200 mil hotéis. O Booking.com garante o menor preço tanto em hotéis cinco estrelas quanto em pequenos estabelecimentos independentes. Você pode navegar em português e usar o cartão de crédito, selecionando o hotel por preço, localização ou nome. Clique abaixo para conferir.

Como funciona: o portal é um parceiro dos hotéis, que repassam uma comissão por cada reserva feita. Mesmo assim, embora possa haver exceções, os valores apresentados no Booking são normalmente os mais baixos do mercado. E por cada reserva realizada através do Mapa de Londres, nosso site ganha um pequeno percentual (infelizmente, bem pequeno) da comissão do Booking. Ou seja, quem reserva pelo Mapa de Londres pode ficar tranquilo por estar garantindo o melhor preço e ainda feliz por colaborar com o site, sem custo adicional.

Compre agora!

12 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Adorei o site, estou pesquizando a 3 dias sem parar pois vou final do mes para Londres pela primeira vez!
    Os hoteis sao caros e feios ne?
    entao pesquisei no airbnb e adorei as opcoes, mas gostaria da sua ajuda.
    A região de Leafy Kennington (Westcott Rd, Kennington,) é boa para ficar? segundo a proprietaria sim e nao estou me achando nos mapas…
    tb obtive resposta de um outro local (ambos com boas q
    ualificacoes e na minha verba)

    Tramway Court.

    Obrigadaaaa

  2. Voces esqueceram da rede do Travelodge, que é bem mais em conta do que um hotel e bem mais confortavel que um hostel. Tirando que da pra conseguir uns deals excelentes! Consegui diarias em Edimburgo por 17 libras!

  3. Olá, pessoal! Adorei o site! Vou pra Londres em setembro e está sendo muito útil!
    Tenho olhado apartamentos e gostei muito do site one fine stay, mas estou receosa porque não encontro muitas informações sobre ele. Diferente dos demais sites onde costumamos alugar, eles pedem pra depositar o valor integral para reserva. Vocês têm algum conhecimento dele para além da menção no Guardian? Algum leitor já utilizou o serviço e pode dizer algo?

  4. Olá,
    vou em dezembro para Londres e estou procurando Hotel para(2 ou 3 dias) e nos outros dias vou ficar em albergues.
    Tenho alguns pontos no multiplus para vencer e vi que a Rede Arcor oferece um sistema de voucher de 40 euros na troca de pontos.
    Sabe se vale a pena. Consigo achar algum Ibes bem localizado (centro de Londres, perto de metro) por esse preço.
    Vamos viajar em duas pessoas.

    Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here