Ser ou não ser turista no Reino Unido?

Ser ou não ser turista no Reino Unido?

3
Antes de se encantar com a London Eye, você precisa passar pela imigração

Parafraseando William Shakespeare, perguntando a si mesmo o que fazer para ter a entrada garantida na Inglaterra, a primeira grande dúvida é exatamente o tipo de visto: Ser ou não ser turista no Reino Unido, eis a questão.

Será que sou turista?  Vou fazer um cursinho de inglês de apenas duas semanas, mas e se eu resolver ficar mais tempo?  E se a escola de inglês pedir o visto? Afinal, quem sou eu: turista ou estudante?

As perguntas relacionadas ao visto para o Reino Unido são inúmeras, e as pessoas em geral não têm a menor ideia do que estão fazendo, devido às complicações legais que existem no sistema Commom Law britânico.

O site do Home Office, que seria o mesmo que a Polícia Federal no Brasil, fornece todas as coordenadas para que o visitante possa fazer seu visto sozinho. Tem um guia completo para o visitante identificar que tipo de visto ele precisa, e se ele realmente o precisa. O problema é interpretar esse guia.
Tentando elucidar algumas dúvidas, este texto pretende mostrar um pouco do que realmente acontece nos bastidores do UK Border.

Então vamos às respostas de algumas perguntas recebidas:

Brasileiro precisa de visto de entrada para visitar o Reino Unido?

O brasileiro não precisa de visto de visitante (ou seja, de turista), mas não pode vir matriculado em uma escola de inglês e dizer que é turista, porque na prática o que acontece é que isso seria um motivo para barrar a entrada do visitante. Mentir para o UK Border é fatal.

O que fazer para não ser barrado?

O turista deve vir com meios de subsistência suficientes de acordo com o tempo que pretende ficar no território britânico. Geralmente se estipula um mínimo de 120 libras por dia, incluindo diárias de hotel, transporte e alimentação.

Se tiver algum parente ou amigo que vive no UK, esse amigo pode enviar uma carta-convite, mas isso não é um requisito. Entretanto, se o visitante não fez reserva de hotel e vai ficar com amigos ou familiares, deverá fornecer o endereço completo do residente no Reino Unido.

Quem não precisa se preocupar com visto?

De maneira geral, estes tipos de visitantes não precisam aplicar para o visto:

– Turistas (visitantes que não vêm estudar nem trabalhar e ficarão por menos de seis meses no país)

– Estudantes matriculados em escolas certificadas pelo British Council que ficarão menos de 6 meses no país, desde que consultem as exigências da escola, que não tenham bolsa de estudos paga pelo governo brasileiro, que não possuam antecedentes criminais e que não tenham histórico de qualquer problema com a imigração britânica. Mesmo assim, nesses casos, quem vai estudar inglês pode pedir um entry clearance, um visto para estudante visitante. É uma garantia maior de entrada.

– Brasileiros que possuem cidadania europeia (exemplos: descendentes de alemães e italianos que possuem passaporte desses países em ordem)
Viver no Reino Unido

Morando em Londres

O brasileiro precisa de visto para viver aqui, mas o procedimento não é nada fácil. Atualmente tem o visto de familiar, o visto de estudante, o visto diplomático, o visto de trânsito, o visto de negócios e o visto de trabalho – este último constitui-se de um visto muito especial, concedido aos profissionais qualificados e que seriam essenciais à empresa que os contratam. Existe também  o visto de entretenimento, que serve aos artistas que vêm se apresentar no Reino Unido.

Então, se você vem ao Reino Unido, a primeira coisa a fazer é se identificar, se definir: ou você é turista, ou  é residente, o que significa adquirir permissão do UK BORDER.

Estudo

Os estudantes, por exemplo, cometem erros ao pedir o visto de  estudante visitante, quando estes vem com um vinculo com a CAPES patrocinado pelo programa de doutorado sanduiche no Reino Unido. O Home Office vem negando visto de estudantes superqualificados em função de erro no pedido de vistos. Os estudantes pedem o Student Visitor, quando, na verdade, deveriam pedir o Tier 4 General.

Existe uma diferença entre o estudante visitante, que virá para pesquisar por 6 meses, e o que virá por mais de seis meses. Se o estudante vem para estudar inglês por até seis meses, ele poderá aplicar como estudante visitante (ENTRY CLEARENCE),  mas, se ele vem para pesquisar com bolsa de estudos paga pelo seu país de origem, é muito diferente, e ele deverá aplicar para o TIER 4.
Se o estudante aplica  de forma incorreta, não tem direito a recurso, já que o erro foi dele ao não se identificar corretamente, de acordo com o que ele pretende com sua estadia no Reino Unido,  para pedir o visto.

Conclusão

Quem não precisa de visto para entrar no Reino Unido?

  1. O brasileiro que não tem passaporte proveniente de um País da União Européia,  mas está indo a turismo por período de três a seis meses ou se está acompanhado de um familiar portador de passaporte  de País incluído na EU. E obviamente o brasileiro que tem dupla nacionalidade , brasileira e europeia de algum País proveniente do acordo  da União Européia ou passaporte Suiço .   Paises como, Portugal, Italia, Espanha, França, Irlanda, etc.
  2. O brasileiro que tem a intenção de fazer turismo e que está indo pela primeira vez, aos lugares que ele indica, no momento que  é entrevistado pela imigração no aeroporto  no Reino Unido.  Se for mais de uma vez a Londres  por exemplo, no momento atual, poderá ser barrado pelo motivo que será alegado pelo UK BORDER, de ser este turista alguém que já conheceu Londres .. Verifique no documento onde um imigrante teve a entrada negada por estar indo pela terceira vez com motivos de turismo, alegados.
  3. O brasileiro que  vai permanecer por um período inferior a seis meses  e durante este período vai aproveitar para aprender inglês.   Atenção:  Este tipo de entrada é muito insegura, e nada é garantido com relação à aprovação da imigração para esse tipo de “turismo”.   A imigração tem que estar segura que tudo que o brasileiro imigrante está dizendo e apresentando é verdade e que ele não vai tentar dar uma “esticadinha” e fazer mais um curso e permanecer mais seis meses e acabar por ficar ilegal.
  4. O viajante que vai fazer  mochilão,  desde que apresente provas disso, ou seja reserva em hotéis, ou provas de que terá alojamento, provas de vínculos no Brasil, situação financeira confortável  e perfil condizente com o sua intenção, não precisará pedir visto.

O mais importante é não mentir e levar a sério todas as recomendações do UK Border.

Se tem a intenção de fazer um curso de inglês, o ideal é pedir o ENTRY CLEARENCE, que é um visto para estudante visitante que vai estudar inglês.

Preste atenção às dicas e tenha uma boa viagem!

Autora

Cláudia M. Vieira, mestre em Direito Internacional e Relações Internacionais pela Universidade de Lisboa. Cuida de questões relacionadas à imigração em um escritório chamado Immigration Premium, em Londres.

Contatos: claudiaadv.vieira@gmail.com
Telefone: +447466803199

Leia também

Perguntas e respostas sobre a imigração

Vistos para o Reino Unido

Dicas para a imigração

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

3 comentários

  1. Olá, primeiramente, parabéns pelo site, ele é muito esclarecedor! Estou com a seguinte dúvida: fiquei 2 meses em Londres fazendo um curso de inglês (08 de agosto à 04 de outubro de 2014), e retornarei para a realização de um doutorado sanduíche em Londres (janeiro de 2015 à junho de 2015). A questão é se eu preciso ficar 3 meses sem entrar no UK nessa situação, ou seja, se teria que viajar depois de 04 de janeiro de 2015? Outra dúvida é quanto ao visto: tenho a carta da Capes falando sobre a bolsa, valores, etc., ou seja, que terei como me manter lá; e ficarei somente os 6 meses. Nesses termos, como acadêmico visitante e por 180 dias, eu preciso pedir um visto no Brasil? Nesse tempo que permanecerei na Inglaterra, também pretendo continuar fazendo curso de Inglês, isso não seria também um álibi para não pedir o visto aqui do Brasil? Obrigada

  2. Ola! Adorei este website. Obrigado por esclarecer tantas duvidas que nos acompanham! Entretanto, ainda preciso esclarecer algumas duvidas antes de viajar. Se possivel me ajudem por favor!

    Moro no Japao a 6 anos e tenho situacao regular no pais. Irei pra londres em Janeiro e ficarei estudando ingles por 3 meses. Ja tenho passagem de ida e volta. Acomodacao paga por um mes. Levarei traveler check no valor de 4 mil libras, meu extrato bancario e holerites. Primeiramente descerei na Alemanha pra visitar um amigo e ficarei uma semana la. Quando terminar o curso de ingles ainda pretendo ficar 3 semanas viajando pela Europa. Que tipo de visto eu receberia? Visto de turista na Alemanha e visto de student visitor em Londres? R nao poder permanecer por mais de 3 meses na europa quando terminar o curso de ingles uma vez que receberei visto de turista na Alemanha …