Série The Crown conta a história da Rainha Elizabeth II

Série The Crown conta a história da Rainha Elizabeth II

A realeza britânica não sai dos holofotes. Com a estreia de The Crown, série produzida pela Netflix (já disponível na plataforma), o burburinho só vai aumentar. Para você que é apaixonado pelo Reino Unido e fã de Londres, vale a pena acompanhar a produção que retrata a trajetória da Rainha Elizabeth II.

Hoje, aos 90 anos, a carismática monarca é um símbolo das tradições e do conservadorismo britânicos. Mas o foco da primeira temporada não é o presente. The Crown transporta o espectador ao ano de 1947, quando a jovem e inexperiente princesa se casa com Philip, em uma união que não era unanimidade entre os conselheiros do Rei George VI. Dali, a série apresenta a jornada intensa de uma ingênua Elizabeth que precisa se transformar para assumir a coroa aos 25 anos de idade, após a morte de seu pai.

Na prática, isso significa que a série tem direito a cenários e figurinos de época, com uma estética impecável e uma história real que torna o roteiro ainda mais interessante. Já ficou pilhado para uma maratona no fim de semana? Então confira, a seguir, mais alguns detalhes sobre a megaprodução The Crown. 🍿 🍫

The Crown
The Crown explora o passado da Rainha Elizabeth II. Foto: Divulgação

The Crown: trama e detalhes apaixonantes

The Crown é um projeto ambicioso da Netflix. A mídia especializada estima que a épica história da rainha Elizabeth II recebeu um investimento de incríveis 100 milhões de libras (aproximadamente R$ 402 milhões). Em seus 10 episódios, a série é considerada a mais cara desenvolvida pelo serviço de streaming até hoje.

O orçamento se reflete na cenografia, nos figurinos e figurantes. Tudo é impecável. Desde o primeiro episódio, o espectador é imediatamente transportado para o Reino Unido dos anos 1950.

A primeira temporada estreou mundialmente no dia 4 de novembro, com críticas positivas. A trama, escrita por Peter Morgan, tem previsão de 60 episódios ao total, divididos em seis temporadas, cada uma narrando uma década do reinado. A segunda já está em produção.

Veja, abaixo, uma pequena sinopse sobre os highlights da série. E não venha reclamar de spoilers. Estamos falando da história da Inglaterra, lembra?

O roteiro de The Crown

Tudo começa com a cerimônia de casamento de Elizabeth (interpretada por Claire Foy) com o duque de Edimburgo, Philip Mountbatten (vivido por Matt Smith). O enlace é envolto em críticas, pois Philip era um estrangeiro, de família com conexões questionáveis pelos conselheiros da Família Real.

Mas o casal não pôde aproveitar muito tempo a vida conjugal. Como você sabe, a Rainha Elizabeth II se viu forçada a assumir a Coroa aos 25 anos, quando seu pai faleceu precocemente, aos 56. Neste contexto, o roteiro envolve uma mistura de dramas políticos e pessoais.

No início, Elizabeth é tímida, insegura e permanece na sombra do marido militar. Mas, através das cenas que reconstituem suas audiências semanais com os ministros (destaque para o ator John Lithgow, de 3rd Rock From the Sun, que interpreta o primeiro-ministro Winston Churchill), a personagem cresce e se transforma.

Outros papéis importantes na história são vividos por Vanessa Kirby (princesa Margaret) e Eileen Atkins (Mary, avô da rainha). Vale um destaque também para o ator Alex Jennings, que interpreta o Duque de Windsor, que abdicou do trono em 1936 para viver um romance proibido com a americana divorciada Wallis Simpson.

O mais bacana de tudo é o fato da biografia de Elizabeth II, monarca mais longeva com a coroa britânica, estar inacabada. Até o fim da sexta temporada, o que nossa querida Lilibeth terá aprontado? Quem sabe o que vai acontecer até lá?

The Crown e outras séries britânicas que amamos

Quando o assunto são séries britânicas, difícil é eleger quais são as nossas preferidas. Inclusive, cada vez que tentamos montar uma lista, novas produções vêm surgindo à mente. Neste artigo, Séries Britânicas para você se sentir dentro da Inglaterra, citamos (com a ajuda dos nossos leitores do ❤️) algumas imperdíveis: Sherlock, Downton Abbey, Skins, Luther, Mr. Selfridge, The Hour, The Thick of It, Whitechapel e Ripper Street.

Uma outra série britânica que está cativando nossos leitores é Black Mirror (3ª temporada já disponível no Netflix). Exibida originalmente pelo Channel 4, ela tem um teor de ficção especulativa sobre temas sombrios (ou até satíricos), em relação à sociedade moderna, com enfoque nas consequências imprevistas das novas tecnologias. Cada episódio traz uma história diferente, com atores distintos.

Outra série que nós adoramos acompanhar foi The Tudors. A superprodução (2007-2010) nos transportou direto para a Europa Medieval, narrando a história do Rei Henrique VIII e suas seis esposas. Paixões, traições e guerras fazem parte da fórmula que a torna viciante. As quatro temporadas estão disponíveis no Netflix.

E você, já assistiu The Crown? O que achou? Tem alguma outra série britânica em que é viciado? Compartilhe sua opinião com a gente nos comentários. 😉

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

3 comentários