Descubra os Reis e Rainhas da Inglaterra que mudaram o mundo

Descubra os Reis e Rainhas da Inglaterra que mudaram o mundo

A história dos Reis e Rainhas da Inglaterra é intensa e fascinante, cheia de intrigas e conflitos. A influência dos monarcas britânicos é tão grande, que muitos deles mudaram a cara não apenas do país, mas do mundo inteiro. Entre guerras e romances, esses personagens ajudaram a moldar os rumos da humanidade. 👑

Não é à toa que a história dos monarcas britânicos ao longo dos séculos, que se perpetua até hoje na figura da Rainha Elizabeth II, já rendeu diversos roteiros para filmes e seriados. Intrigas políticas, traições, guerras, confrontos, tramas religiosas e paixões são alguns dos ingredientes que tornam o passado do Reino Unido tão intrigante.

A seguir, vamos desvendar um pouco mais da história de alguns dos Reis e Rainhas da Inglaterra, sua personalidade e seus feitos mais notáveis. Vem conosco? 🤓

Família Real
Família Real está sempre nos holofotes. Foto: Carfax2, CC BY-SA 3.0

7 Reis e Rainhas da Inglaterra que mudaram o mundo

Preparado para mergulhar um pouco mais fundo nos desafios e intrigas da Coroa Real? Confira, a seguir, um pouco da história de alguns dos mais notáveis personagens reais britânicos:

1. Alfred The Great

Período de reinado: 871 a 899.

Alfred, o Grande
Estátua de Alfred em Winchester. Foto: Odejea, CC BY-SA 3.0

Alfred the Great é considerado um dos grandes reis da Inglaterra. Na verdade, ele era o soberano de boa parte da Inglaterra Moderna, mas não de toda ela.

Para entender um pouquinho melhor: a Britânia Anglo-saxônica era dividida em sete reinados: East Anglia, Essex, Kent, Mercia, Northumbria, Sussex e Wessex. Alfred foi Rei de Wessex de 871 a 899 e defendeu o país de diversos ataques vikings.

Era considerado um Soberano racional e justo, sempre de olho das condições de vida da população. Esses traços, infelizmente, não acompanharam toda a sua linhagem.

2. William, o Conquistador

Período de reinado: 1066 a 1087.

Torre de Londres é um dos legados de William, o Conquistador. Foto: Mapa de Londres
Torre de Londres é um dos legados de William, o Conquistador. Foto: Mapa de Londres

William, então Duque da Normandia, protagonizou uma mudança brusca de ares na Inglaterra no século 11. Após a morte do Rei Edward, o Confessor, seu primo, uma disputa pela sucessão o levou a invadir a Inglaterra em 1066 e governar o país até sua morte, em 1087.

Para assegurar seu poder e instalar o temor na população local, erigiu diversos castelos e fortalezas. A mais famosa delas é a Torre de Londres, que hoje guarda as Joias da Coroa.

Foi o primeiro Rei a ser coroado na Abadia de Westminster, tradição que perdura até hoje.

3. Rei Henrique VIII

Período de reinado: 1509 a 1547.

Rei Henrique VIII
Rei Henrique VIII foi o fundador da Igreja Anglicana. Foto: Domínio Público

Sem dúvidas, o Rei Henrique VIII é um dos mais lendários da Inglaterra: seja pela fama de mulherengo, pelo comportamento explosivo ou pela obsessão em gerar um herdeiro homem. Ele ascendeu ao trono em 1509 e, entre os marcos de seu reinado, está a criação da Igreja Anglicana e a cisão com a Igreja Católica.

Movido por suas paixões e tentativas de gerar um herdeiro, Henrique VIII abalou as relações da Inglaterra com o catolicismo romano. Quando se apaixonou por Ana Bolena e quis deixar sua primeira esposa, Catarina de Aragão, o monarca entrou em um impasse com a Igreja Católica.

Trocar de esposas, porém, acabou se tornando comum na vida do Rei. No total, ele foi casado com seis mulheres diferentes. Uma história repleta de intrigas que vale a pena conhecer. Das seis esposas, duas foram executadas a seu mando e outra, encarcerada. 

4. Rainha Maria

Período de reinado: 1553 a 1558.

Bloody Mary, Rainha Maria Sangrenta
Rainha Maria ficou conhecida como Bloody Mary. Foto: Domínio Público

Uma das rainhas mais mal faladas da Inglaterra, Rainha Maria foi a única herdeira do Rei Henrique VIII e Catarina de Aragão que sobreviveu à infância. Nascida em 18 de fevereiro de 1516, ela ascendeu ao trono em 1553 e teve seu reinado marcado por fúria e sangue.

O principal objetivo da monarca era restabelecer o catolicismo na Inglaterra e reatar as relações do país com Roma – que haviam sido abaladas pelas atitudes de seu próprio pai. Para isso, ela não mediu esforços (nem teve piedade): sob seu comando, centenas de protestantes foram executados em um período de cinco anos. Por conta disso, recebeu o apelido de “Bloody Mary”.

Mas, antes de julgar Maria, vale conhecer um pouco mais da sua história. Não que isso justifique os atos violentos, mas parte de suas motivações tiveram relação com a traição do pai e o exílio de sua mãe, ferrenha católica, ainda quando criança. A rainha não teve um final feliz: morreu aos 42 anos, vítima de uma epidemia de gripe.

5. Rainha Vitória

Período de reinado: 1837 a 1901.

Rainha Vitória
Alexander Bassano, National Portrait Gallery. Imagem: Domínio Público.

A Rainha Vitória talvez seja a Rainha mais famosa da Inglaterra. Um dos motivos para isso é que ela reinou no auge do Império Britânico, em que o país capitaneou a revolução industrial e obteve grandes conquistas científicas, econômicas e culturais.

O período de seu reinado, a Era Vitoriana, faz parte do imaginário popular e é retratado em inúmeros filmes. Entre seus legados, está o fortalecimento da monarquia constitucional, que concedeu poderes maiores ao Parlamento.

Outros dois motivos para sua fama são o tempo de reinado, de 63 anos (perdendo apenas para a atual monarca, Rainha Elizabeth II), e as vestes pretas, que ela adotou como sinal de luto após a morte de seu marido, Albert, em 1861.

Em Londres, há muitas estátuas, monumentos e homenagens à Rainha Victoria e ao Príncipe Albert. Alguns exemplos: o memorial da Rainha Vitória em frente ao Palácio de Buckingham, a estátua de Victoria em frente ao Palácio de Kensington, o museu Victoria & Albert Museum, o monumento Albert Memorial em Kensington Gardens, e a casa de espetáculos Royal Albert Hall.

6. Rei George VI

Período de reinado: 1936 a 1952.

Rei George VI
Rei George VI, em pintura de pintura de Sir Gerald Kelly. Foto: Domínio Público

Em um passado já não tão distante, a partir do final de 1936, o Rei George VI foi quem esteve à frente do trono da Inglaterra em um período nebuloso – no decorrer da Segunda Guerra Mundial.

Quando a Grã-Bretanha declarou guerra à Alemanha Nazista, em setembro de 1939, George VI e sua esposa decidiram ficar em Londres – apesar dos bombardeios. Durante toda a Guerra, o rei permaneceu no Palácio de Buckingham.

Ele assumiu a coroa em um período tumultuado para a monarquia britânica, quando seu irmão decidiu abdicar do trono para se casar com a americana Wallis Simpson. Seu maior legado, sem dúvidas, foi o resgate da fé dos britânicos na monarquia ao assumir o papel de um rei corajoso e zeloso. George VI faleceu em 1952, aos 56 anos, vítima de uma trombose coronariana.

A partir daí, quem assumiu foi nossa querida Lilibeth – que até hoje permanece no trono aos 95 anos.

7. Rainha Elizabeth II

Período de reinado: a partir de 1952.

Rainha Elizabeth II - Mapa de Londres
Rainha Elizabeth II permanece no trono aos 90 anos. Foto: Shutterstock

Até o presente, a Rainha Elizabeth II mantém vivo o símbolo da monarquia britânica na Inglaterra. Ela está no trono desde 1952, quando se viu diante do desafio de virar rainha com a morte de seu pai, em um momento crítico de pós-guerra.

Diante dos efeitos do racionamento e das mortes de mais de 700 milhões de seus súditos, Elizabeth mostrou seu valor e provou ser uma trabalhadora incansável na recuperação da potência. Foi ela quem esteve à frente do trono testemunhando a transformação do Império Britânico na Commonwealth de Nações.

Lilibeth também esteve presente em todas transformações do Reino Unido desde o fim da Segunda Guerra, passando pelo advento da pílula anticoncepcional, a revolução sexual, o casamento gay e a explosão do rock – e permaneceu no posto com maestria. Vida longa à Rainha.

Ingressos para as atrações de Londres

Reis e Rainhas da Inglaterra na ficção

Se você gostou de conhecer um pouco mais sobre a história dos quatro monarcas citados acima, temos uma boa notícia: é possível captar detalhe por detalhe da vida deles em algumas séries e filmes.

Se você estiver interessado na história do Rei Henrique VIII e da Rainha Maria, sugerimos a série The Tudors.

Já a história do Rei George VI é retratada no filme O Discurso do Rei e na série The Crown, cujo enfoque principal é na vida da Rainha Elizabeth II.

Mas vale ressaltar que há diversas outras produções cinematográficas já feitas sobre a vida da monarquia britânica, entre elas: A Rainha (2008), A Outra (2008), Diana (2013), A Jovem Rainha Vitória (2009) e por aí vai…

E você, gostou de aprender um pouco mais sobre as histórias dos Reis e Rainhas da Inglaterra? Descobriu alguma curiosidade interessante? Conte para a gente nos comentários.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. There is certainly a great number of movies on this subject. One that is of much great interest is “The Lion in Winter”, from 1968. There is a new version, from 2003, which I have not seen, so I can not tell about.