Parabéns, Metrô de Londres

Parabéns, Metrô de Londres

Museu do Transporte. Fotos: Vincent Travi

Nosso querido Tube, o vovô dos metrôs, completa 150 anos nesta quarta-feira. Nesse dia, em 1863, o vapor da locomotiva tomou conta da estação de Paddington, em Londres, e condensou uma ideia considerada absurda por muita gente na época: um trem subterrâneo. Um século e meio depois, essa invenção exótica empreende mais de 1 bilhão de viagens por ano e se configura como a principal engrenagem por baixo de um sistema de transporte que não polui o visual da cidade mais encantadora do planeta.

Veja como foi a viagem inaugural

Na incrível jornada de 150 anos, essa inovação vitoriana nunca se transformou em unanimidade. Há londrinos que detestam o metrô – e muita gente faz de tudo para nunca colocar os pés em seus vagões. Entre os motivos, estão a confluência gigantesca de seres humanos, a falta de ar-condicionado nos trens e as eventuais interrupções de serviço, provocadas principalmente por defeitos nas linhas, greves dos funcionários e suicídios dos passageiros – este último fator, esperançosamente, não associado aos dois anteriores.

Conheça a voz do metrô

Mesmo assim, sem a adoração de todos, o Tube é parte fundamental de Londres. O símbolo do metrô, seu mapa e o bordão mais famoso do transporte, Mind the Gap, são ícones reconhecíveis em qualquer canto – e lembranças de uma viagem inesquecível. Das primeiras passagens, vendidas por 2 pence, até hoje, 150 anos depois, quando cada ticket sai por mais de 2 libras, o metrô realizou uma viagem fantástica ao coração de milhões de pessoas.

Querido Tube: em nome de todos os colaboradores do Mapa de Londres – e certamente de cada um de seus leitores -, parabéns.

Mais metrô

Museu do Transporte

Crônica: A Estação Errada

Guia para usar o transporte em Londres

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

5 comentários