Libra esterlina: comprar agora ou esperar?

Libra esterlina: comprar agora ou esperar?

1

A libra esterlina (em inglês, pound sterling – mas todos chamam de pound) é a moeda de Londres, da Inglaterra, do Reino Unido e de algumas ilhas britânicas.

Ela tem esta aparência aqui:

Pound sterling - libra esterlina
A cobiçada nota de 50 libras. Foto: Mapa de Londres

A nota de 50 pounds é grande, gorda e valiosa. Ótima de receber, difícil de guardar e péssima de dar.

Veja uma comparação entre a nota de 50 reais antiga, a nota de 50 reais atual, a nota de 50 euros e a nota de 50 libras:

Pound sterling - libra esterlina
A maior das notas é a libra esterlina, claro Foto: Mapa de Londres

Libra esterlina x Real

Neste momento, 24 de outubro de 2016, 1 libra vale 3,80 reais, mais ou menos. Isso não quer dizer que você pode trocar esse valor por uma moedinha gorda de 1 libra. Nas casas de câmbio e agências de viagem, a libra para turismo deve estar custando mais de 4 reais.

Neste link, da UOL, você pode acompanhar a cotação da libra ao longo do dia, da semana e dos últimos meses.

Como você pode ver, um ano atrás, neste mesmo dia, 1 libra esterlina estava custando 5,95 reais, mais ou menos:

cotação da libra esterlina em 2016

Agora, para o viajante menos afeito à nostalgia, o que importa mesmo é a tendência: a libra vai se valorizar ou desvalorizar em relação ao real?

A resposta: não se sabe.

Pound sterling - libra esterlina
Comprar agora ou esperar? Resposta: ninguém tem. Foto: Mapa de Londres

Comprar libra esterlina agora ou esperar

Quem tem viagem marcada para Londres ou a certeza de que embarcará para a capital britânica em breve deve ter em mente que este é um bom momento para comprar libras. Isso não quer dizer, porém, que este seja o melhor momento – é impossível prever, infelizmente.

Cenário interno

Por um lado, os indicadores econômicos do Brasil e algumas políticas do governo atual têm animado o mercado, depois de muitos anos de retrocesso. Isso quer dizer que os investidores, aquelas pessoas e instituições que dispõem de grandes volumes de grana e investem no mundo todo, estão mais confiantes no futuro do país.

O problema é que há muita incerteza ainda na mesa. Além da PEC dos gastos, que precisa ser aprovada ainda no Senado, o governo de Temer pretende ainda votar a Reforma da Previdência. Se essas duas ações se concretizarem, o real tende a se manter valorizado não apenas em relação à libra, mas em comparação com as principais moedas do mundo.

A falta de confiança no Brasil, motivada até há pouco pela gastança desgovernada e pela corrupção generalizada, leva os grandes investidores a levar seus recursos para outros lugares. Ou seja, eles tiram dólares e divisas estrangeiras daqui e a repassam para outras nações mais sedutoras. Com menos dólares fomentando o crescimento da bolsa de valores e bancando empresas do Brasil, a moeda americana se valoriza. E as outras moedas acompanham. Infelizmente, até a nossa querida libra esterlina.

Cenário externo para a libra

Mas o cenário interno não é o único que faz diferença nessa história. Para que a libra mantenha essa trajetória de desvalorização em relação ao real, além da economia brasileira se fortalecer, a economia britânica precisa de mais incertezas. As principais delas estão atreladas ao Brexit, o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, que foi votado em referendo e ainda precisa ser iniciado.

Há muitas discussões em torno das repercussões do Brexit. Para nós, o que interessa neste momento é que, enquanto houver incerteza sobre o futuro da economia britânica, a libra tende a se manter mais acessível.

Curto prazo

Considerando o curto prazo (estamos falando em semanas e meses), a libra pode até cair mais, dependendo das movimentações políticas da primeira-ministra Theresa May. Se houver notícias de um soft Brexit, ou seja, uma saída mais amena, menos dura, menos traumática, mantendo certos aspectos da relação atual com a União Europeia, a libra pode se valorizar. Se houver notícias de um hard Brexit (que é o que se está esperando), ou seja, uma saída brutal, de uma vez por todas, mexendo em diretos dos imigrantes e levando muitas empresas a saírem do Reino Unido, aí a libra deve se desvalorizar.

Longo prazo

Considerando o longo prazo (estamos falando em anos, e não meses), a libra não vai se manter nesse nível tão baixo. Ela vai se valorizar. O quanto e quando, não se sabe.

Conclusão: comece a comprar libras

Você não sabe por quanto tempo a libra vai se manter no patamar atual. Então a melhor dica é: comece a comprar. Uma possibilidade é dividir essa aquisição de libras em mais de uma compra, para poder capturar outros momentos de baixa na cotação. Assim, você vai ter menos riscos de fazer um mau negócio. (De qualquer forma, com a libra nesse patamar, vale a pena.)

E aí, gostou das dicas sobre a cotação da libra esterlina e sobre os possíveis impactos do Brexit na moeda? Comente.

Leia também

Quanto vou gastar em Londres?

Preços do transporte público

Preços das atrações turísticas

Preços da hospedagem em Londres

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

1 comentário