Mr Fogg’s em Londres

Mr Fogg’s em Londres

5
Foto: Mr Fogg's
Uma volta ao mundo na sala de Mr Fogg. Foto: Mr Fogg’s, Divulgação

Inspirado no livro “Volta ao Mundo em 80 Dias”, de Júlio Verne, o bar Mr Fogg’s é um excelente destino para viajantes em Londres. O livro foi publicado em 1873 e conta a história de um metódico britânico chamado Phileas Fogg, que sai de sua restrita rotina para vencer uma aposta: completar uma volta ao mundo em 80 dias.

Por Kamilla Fernandes, especial para o Mapa de Londres

Visite

Horários: de segunda a sexta, das 17h01 à 1h01. É possível entrar no bar até à 0h.

Telefone: 020 7299 1200

Endereço: 15 Bruton Lane, Mayfair, W1J 6JD

Estação de metrô: Green Park (Jubilee, Piccadilly e Victoria Lines)

Veja no mapa

Site do bar 

A sua volta ao mundo

Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres

O próprio percurso até o local já é uma experiência interessante. Depois de passar pelas elegantes ruas de Mayfair, com lojas internacionais chiquérrimas, restaurantes badalados e galerias de arte, você deve entrar em um ruela com aspecto industrial, cheia de garagens e prédios comerciais nada atrativos. Pode ser um pouco difícil encontrar o Mr Fogg’s de primeira, mas basta ficar atento às lanternas vitorianas em frente à casa, que você chegará ao seu destino.

O lugar lota toda noite. Por isso, é melhor fazer uma reserva pelo site ou por telefone. De qualquer forma, se estiver em Londres por poucos dias e não tiver tempo de aguardar por uma reserva, é possível sentar-se no bar sem restrições. Tão pontual quanto Mr. Fogg, você será instruído a chegar 59 segundos antes do horário marcado. (Sem reserva, e possivelmente sem mesa, você pode entrar até meia-noite.)

O layout do site, o texto do e-mail de confirmação de reserva e o tratamento dos funcionários dentro do estabelecimento transportam o viajante ao fim do século 19. Ao chegar, você deve tocar um sino antigo na porta, para ser atendido por garçons e garçonetes vestindo uniformes sob medida. Se tiver sorte, é possível que o próprio protagonista do livro, Phileas Fogg, apareça para lhe dar as boas-vindas e interagir com os convivas no salão.

A casa de Mr Fogg’s

Foto: Mr Fogg's
Foto: Mr Fogg’s, Divulgação
Foto: Mr Fogg's
Foto: Mr Fogg’s, Divulgação

O bar representa o primeiro andar da casa de Mr. Fogg. É todo decorado com objetos e artefatos que o personagem trouxe de suas aventuras nos mais diversos lugares do mundo. São cabeças de tigres e leões, lobos empalhados, crocodilos, guarda-chuvas de pé de elefante, gaiolas de pássaros, bandeiras, capacetes antigos, relógios, bicicletas, rifles, globos, mapas e malas de viagem. Até mesmo um balão de ar quente, que figura em algumas capas do livro, embora não tenha sido utilizado pelos personagens, tem seu espaço na sala.

Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres

Além das recordações da viagem, a sala apresenta outros objetos que tornam a experiência mais realista: estantes repletas de livros, um piano, móveis de madeira, sofás e cadeiras de couro, cortinas de veludo e fotos dos ancestrais de Phileas Fogg e da Rainha Vitória. Para deixar o ambiente ainda mais característico, jazz ou Charleston como música ambiente, ou quem sabe ainda, piano tocado ao vivo. Até mesmo o banheiro é todo característico da Era Vitoriana. Como som lá dentro, a narração de “Volta ao Mundo em 80 Dias”.

O cardápio

O atendimento é excelente. Após ser levado a sua mesa, o cliente é servido com copos de água com gelo e limão e uma porção com amêndoas. O cardápio segue fielmente a proposta do bar. Algumas regras impostas por Mr. Fogg estão logo nas primeiras páginas, como beber com moderação para conseguir chegar em casa com suas próprias pernas e não falar alto demais a ponto de incomodar as outras pessoas.

Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres

Para beber, há vinho, champanhe, gim, vodca, rum e… Coquetéis, o destaque do bar. São cinco páginas com opções de coquetéis que fazem referência aos lugares por onde Phileas Fogg e seu companheiro de viagem, Passepartout, passaram.

Para quem quer comer algo mais do que as amêndoas, o cardápio conta com poucas (mas atraentes) opções, todas por £8. Entre elas, estão tábuas de presuntos e queijos, vegetais grelhados com queijo de cabra e salmão defumado com cream cheese.

Os coquetéis

O preço é relativamente alto, de £12 a £25 por drinque. Mas o valor se justifica, pois os coquetéis são realmente impecáveis, preparados com ingredientes premium trazidos de todos os continentes. Além do sabor, a apresentação de cada drinque e o atendimento do local valem cada centavo.

No cardápio, você encontra o nome do drinque, o preço, uma breve descrição contextualizando-o com a história do livro e a lista dos ingredientes. Mas fique atento, pois muitos dos drinques, apesar de docinhos, contêm absinto.

O Trans-Siberian Express (£14) é feito com vodca platinum russa, creme de framboesa, suco fresco de limão, suco de melancia e champanhe Moet & Chandon Brut Imperial. Ele é bem doce, sem ser enjoativo. A framboesa de decoração dá um cheirinho especial ao drinque toda vez que você vai beber e aproxima o nariz. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
O Trans-Siberian Express (£14) é feito com vodca platinum russa, creme de framboesa, suco fresco de limão, suco de melancia e champanhe Moet & Chandon Brut Imperial. Ele é bem doce, sem ser enjoativo. A framboesa de decoração dá um cheirinho especial ao drinque toda vez que você vai beber e aproxima o nariz. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Maiden’s Blush (£14) feito com geleia de framboesa feita no bar, suco de limao fresco, um toque de absinto da Suíça e gim Bermondsey old Tom. Este é outro drink bastante doce, porém mais refrescante, pois vem em um copo cheio de gelo. Mas não demore muito para tomar ou ele ficará aguado. Apesar de levar absinto na receita, não se sente o gosto do álcool. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
Maiden’s Blush (£14), com geleia de framboesa feita no bar, suco de limao fresco, um toque de absinto da Suíça e gim Bermondsey old Tom. Este é outro drink bastante doce, porém mais refrescante, pois vem em um copo cheio de gelo. Mas não demore muito para tomar, ou ele ficará aguado. Apesar de levar absinto na receita, não se sente o gosto do álcool. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
The Mary Blane (£12) é preparado com vodca Ketel One de baunilha, purê de cereja feito no bar, e bitter Jerry Thomas misturado com suco de limão e de cramberry. O charme deste coquetel é o purê de cereja, servido em cima, e que vai se misturando pouco a pouco a bebida e dando um sabor especial. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
The Mary Blane (£12) é preparado com vodca Ketel One de baunilha, purê de cereja feito no bar, e bitter Jerry Thomas misturado com suco de limão e de cramberry. O charme deste coquetel é o purê de cereja, servido em cima, e que vai se misturando pouco a pouco à bebida e dando um sabor especial. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
The Seventh Aviary (£15) com uísque Monkey Shoulder e licor Cherry Heering misturados com suco de laranja e vermute Antica Formula. Este drink é um pouco mais forte e amargo, e é possível sentir o sabor do álcool mais acentuado, em especial do uísque. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres
The Seventh Aviary (£15), com uísque Monkey Shoulder e licor Cherry Heering misturados com suco de laranja e vermute Antica Formula. Este drinque é um pouco mais forte e amargo, e é possível sentir o sabor do álcool mais acentuado, em especial do uísque. Foto: Kamilla Fernandes, Mapa de Londres

Para se ter ideia de que tipo de ingredientes vai em um coquetel, o Bongo Fogg (£20) leva a tequila Don Julio Reposado, Campari e o vermute Antica Formula misturado com licor marasquino e bitter de laranja.

Outra opção, um pouco mais leve, é o Trans-Siberian Express (£14), feito com vodca platinum russa, creme de framboesa, suco fresco de limão, suco de melancia e champanhe Moet & Chandon Brut Imperial.

A conta

Quando você pede a conta, ela vem dentro de uma caixinha de lata toda decorada,  cheia de balinhas deliciosas. Uma experiência inigualável do começo ao fim. Também pudera, os donos do bar são Charlie Gilkes e Duncan Stirling, também proprietários dos famosos clubes noturnos Barts, Bunga Bunga, de inspiração italiana e com muitas referências a Silvio Berlusconi; e Maggie’s, um bar temático dos anos 1980, inspirado em Margareth Tatcher.

Texto e fotos: Kamilla Fernandes, especial para o Mapa de Londres

Méritos da descoberta do Mr Fogg’s para a Helo Righetto, do Aprendiz de Viajante, que deu a dica neste link (com fotos e um relato bem divertido).

Leia também

Londres para Leitores

Sugestões de pubs em Londres

Onde comer em Londres

Guia de atrações da cidade

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Boa tarde!
    Estamos programando viajar para Londres com a família e amigos em junho de 2014.Gostariamos de saber a partir de qual idade é permitido entrar nos PUBS porque a menor do grupo tem 10 anos.
    Adoramos o blog, é muito completo, claro e objetivo.
    Obrigada desde já!

    • Oi, Luciana! Normalmente, é o seguinte: com 18 anos, pode-se beber; criança acima de 16 anos pode entrar sozinha em um pub; criança abaixo de 16 apenas com adultos; criança abaixo de 14 pode ter sua entrada barrada. Há licenças diferentes para pubs diferentes. Alguns se focam mais em comida, outros em bebida. Há ainda alguns que se consideram mais “adultos”. Abraços!