O que é Greenwich: meridiano, observatório e distrito de Londres

O que é Greenwich: meridiano, observatório e distrito de Londres

Se você é apaixonado por desvendar os fatos históricos que moldaram o mundo que conhecemos hoje, não pode deixar de visitar o Distrito Real de Greenwich, em Londres, na Inglaterra. Ponto de parada obrigatório dos viajantes, é ali que está a linha meridional imaginária que divide o globo terrestre entre ocidente e oriente.

Ao sul do rio Tâmisa, na região leste de Londres, o distrito de Greenwich é histórico por abrigar o Observatório Real de Greenwich. Inaugurado em 1676, ele é mundialmente conhecido, já que foi palco de importantes pesquisas sobre distâncias longitudinais para o cálculo de fusos horários.

Está intrigado? Então prepare-se: você está prestes a descobrir tudo sobre Greenwich.

Greenwich: o que é meridiano?

Para entender o que é Greenwich e sua representação no mundo, primeiro é necessário retomar rapidamente aquelas suas aulas de geografia do Ensino Médio.

Greenwich é uma linha do meridiano e um distrito de Londres. Foto: Mapa de Londres
Greenwich dá nome a uma linha do meridiano, a um distrito e a um observatório. Foto: Mapa de Londres

Vale relembrar que meridianos são linhas imaginárias de longitude que cortam a terra verticalmente. Elas são representadas por semicírculos máximos, que contêm os dois polos de um planeta e dividem o globo como se ele fosse uma laranja cheia de gomos.

Também chamada de “meridiano inicial”, a linha de Greenwich é usada como referência para dividir a terra entre os hemisférios ocidental e oriental, já que marca a posição de longitude 0º. A partir dela, cada fuso horário é correspondido por uma faixa de 15 graus de longitude, partindo do parâmetro da hora de Greenwich – ou Greenwich Mean Time (GMT).

O meridiano de Greenwich possui, ainda, um anti-meridiano: trata-se de uma linha imaginária oposta em 180 graus. Ela é conhecida como “Linha Internacional de Mudança de Data” e passa pelo Oceano Pacífico. Ao cruzá-la do oeste ao leste, devemos atrasar um dia no calendário. Na direção oposta, é preciso adiantar um dia.  

Parece meio confuso? Não é à toa. Essas métricas são resultado de anos de estudos astronômicos.

A escala de longitude, a partir das observações dos cientistas sobre o tempo “solar”, com base na rotação da terra, foi estabelecida por George Biddell Airy, em 1851. Mas foi só em 1884, na cidade de Washington (EUA), que a padronização de horários e datas foi aceita e passou a ser implementada mundialmente.

Como visitar o Distrito Real de Greenwich

O Distrito Real de Greenwich fica na região Sudeste de Londres. Não é longe, mas não é exatamente ao lado do hotel. Há várias formas de chegar saindo da região central da cidade: você pode pegar o trem, ir de carro, ônibus, metrô ou até barco.

O jeito mais divertido, claro, é o barco. É um passeio que leva de 25 a 35 minutos, dependendo do ponto de partida.

Esse transporte permite que você navegue no Rio Tâmisa, que atraiu os romanos há 2 mil anos e a partir do qual Londres se desenvolveu e cresceu. Como rio é essencial para a história da Inglaterra e de Greenwich, não tenha dúvida: se o sol der as caras ou se, pelo menos, a chuva der uma trégua, viaje pela água.

O Mapa de Londres já experimentou ir para Greenwich de barco. Consulte esse link para tirar suas dúvidas.

Sempre que puder, vá pela água. Foto: Mapa de Londres
Sempre que puder, vá pela água. Foto: Mapa de Londres

Conheça o Observatório Real de Greenwich

Observatório Real de Greenwich - Mapa de Londres
Observatório Real de Greenwich. Foto: Mapa de Londres

Se hoje Greenwich é uma localidade histórica tão importante, muito se deve ao fato de lá estar o Observatório Real de Greenwich. Ele foi fundado por ordem do Rei Carlos II, justamente para auxiliar no desenvolvimento de conhecimentos astronômicos indispensáveis para a navegação.

O local foi palco dos primeiros testes com cronômetros para cálculos de longitude. Pelo observatório passaram grandes astrônomos, como John Flamsteed (1646-1719) e Edmond Halley (1656-1752), pesquisador do famoso cometa batizado em seu nome. Ambos foram os primeiros detentores do título de “Astrônomo Real Britânico”.

Ficou interessado em visitar o local? Pois saiba que é possível conhecê-lo e verificar onde os astrônomos trabalhavam. Tome nota do endereço: Blackheath Ave, London SE10 8XJ. 

O Observatório fica aberto de segunda a domingo, das 10h às 17h. O edifício é cercado por um charmoso muro de tijolos e uma grade. Logo de cara, já é possível observar o Shepherd Gate Clock, relógio criado por Charles Shepherd em 1852. Ele fornece a hora oficial de Greenwich.

No local você ainda vai vislumbrar a marcação do meridiano, que fica na área interna do pátio onde está o edifício. A linha oficial foi marcada no chão com uma placa de bronze, mas atualmente já foi substituída por uma de aço inoxidável.

Observatório Real de Greenwich - Mapa de Londres
Sempre tem fila para tirar foto na linha do meridiano de Greenwich. Foto: Mapa de Londres

O ingresso também inclui uma visita ao edifício Flamsteed House, museu que reúne uma exposição de históricos instrumentos astronômicos. Outra atração interessante está no topo dessa estrutura: a Time Ball, uma bola vermelha que marca o GMT.

Antigamente, ela servia de referência aos navios para informar exatamente o horário das 13h. Até hoje, ainda é possível observar o artefato em pleno funcionamento. Diariamente, às 12:55, a bola sobe até a metade do mastro onde está alocada. Precisamente, às 12:58, ela segue até o topo. Às 13h em ponto, cai.

Para entrar no Observatório, os ingressos custam £9.50 para adultos e £5.00 para crianças. Menores de cinco anos não pagam entrada. Mas saiba que esse local histórico não é o único atrativo do distrito de Greenwich. Há várias outras localidades que você pode curtir: uma delas é o próprio Royal Park, pelo qual você precisa passar até chegar ao meridiano.  

Mais atrações de Greenwich

Parque de Greenwich

Colado no Observatório Real de Greenwich, o Parque de Greenwich é um dos mais belos de Londres e tem uma história muito ligada à Realeza. Foi o Rei Charles II, em 1660, quem ordenou a criação de um jardim em estilo francês. Grande parte desse design permanece até hoje, e algumas das árvores centenárias resistem desde aquela época.

Greenwich Park na primavera
Parque de Greenwich é ideal para o seu piquenique no roteiro em Greenwich. Foto: Mapa de Londres

Museu Marítimo Nacional

Como Greenwich é uma localidade marítima, ela abriga também o Museu Marítimo Nacional. Ele oferece entrada gratuita e permite que você observe vários tesouros do império britânico e conheça mais sobre a história das batalhas navais travadas no país. Outra atração é o Cutty Sark, uma antiga e veloz embarcação transportadora de chá.

História marítima do império é contada no museu. Fotos: Mapa de Londres
História marítima do império é contada no museu. Fotos: Mapa de Londres

Old Royal Naval College

Quando estiver por aqui, aproveite também para conhecer o Old Royal Naval College, que se situa no ponto em que ficava antigamente o Palácio de Greenwich, local favorito do Rei Henrique VIII, onde nasceram Elizabeth I e Mary I, a famosa “Bloody Mary”. Após a Guerra Civil Inglesa, o palácio foi danificado e demolido em 1694. Só foi reconstruído em 1696, para tornar-se o Hospital de Greenwich.

As cúpulas gêmeas de Christopher Wren. Foto: Mapa de Londres
As cúpulas gêmeas de Christopher Wren. Foto: Mapa de Londres

Posteriormente, no ano de 1869, o prédio abrigou o Royal Naval College, uma espécie de centro de treinamento da Marinha Real. Mais adiante, em 1998, o local passou a sediar eventos da Universidade de Greenwich e da Trinity College of Music. Interessante, não é? A entrada é gratuita, e os destaques ficam para as cúpulas gêmeas arquitetadas por Christopher Wren e as pinturas incríveis do teto da Painted Hall.

Difícil não se deslumbrar na Painted Hall. Foto: Mapa de Londres
Difícil não se deslumbrar na Painted Hall. Foto: Mapa de Londres

Mercado de Greenwich

Pertinho dali, um mercado de rua, o Greenwich Market, oferece antiguidades, comidas típicas e artesanato. É uma feirinha pequena e vibrante, especialmente aos sábados e domingos.

Greenwich Market - Mapa de Londres
O mercado é uma boa pedida para fechar seu dia em Greenwich. Foto: Mapa de Londres

Seu passeio em Greenwich

Greenwich tem um ar diferente, uma brisa do Tâmisa que enleva o visitante que se aventura em suas ruas tranquilas, arborizadas e históricas. Tem opções suficientes para preencher um dia inteiro de caminhadas e deixar você completamente transformado após a visita. Por isso, não se surpreenda se você se sentir diferente ao voltar para o hotel, como se estivesse em outro fuso horário ou com saudade de uma viagem em alto mar que você nunca realizou…

Cutty Sark em Greenwich - Mapa de Londres
Cutty Sark lembra ao visitante a história marítima do distrito. Foto: Mapa de Londres

E aí, ficou com vontade de conhecer Greenwich? Conseguiu entender um pouco mais sobre a história do meridiano, do observatório e do distrito londrino? Fique à vontade para deixar um comentário com a sua opinião sobre este post.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

4 comentários