Confira 5 dicas de Londres para sua primeira viagem

Confira 5 dicas de Londres para sua primeira viagem

Vai embarcar pela primeira vez até a Terra da Rainha e não deu tempo de organizar um roteiro bem elaborado? Calma: a seguir, você vai descobrir as melhores dicas de Londres para explorar a cidade em sua estadia. Com elas, temos certeza de que você vai se tornar mais um apaixonado pela capital da Inglaterra. 😍

Londres é cosmopolita, histórica e moderna. É cultural e apaixonante em todos os sentidos. No seu itinerário, você precisa se certificar de incluir pontos turísticos que exprimam todas essas facetas da cidade. E saiba que, para isso, não é necessário torrar todas as suas libras.

Neste post, reunimos cinco dicas de Londres que vão ajudar você a economizar nos ingressos das atrações, movimentar-se com desenvoltura no transporte público, explorar a ampla gama de passeios gratuitos que a cidade oferece e, por fim, conhecer um pouquinho da história da capital britânica – para não correr o risco de passear apenas pela superfície de uma terra carregada de um passado denso e essencial para os rumos da humanidade.

Londres
Cada pedacinho de Londres é apaixonante. Foto: iStock, Getty Images

5 dicas de Londres para iniciantes

Confiras as principais dicas para sua viagem:

1. Explore as atrações gratuitas

National Gallery abriga algumas das mais belas pinturas da história da arte
National Gallery abriga algumas das mais belas pinturas da história da arte. Foto: Mapa de Londres

Apesar de ser uma cidade com custo elevado para o turista (as libras pesam no bolso) , Londres também oferece diversas atrações gratuitas. A começar pelos museus: o Museu Britânico, a National Gallery, o Museu de História Natural, o Museu Victoria & Albert, o Museu de Ciências e o Museu de Londres são alguns dos que contam com entrada free e têm acervos espetaculares.

Outros passeios gratuitos e imperdíveis envolvem conhecer os parques da cidade, como o Hyde Park, o Regent’s Park e o Richmond Park e passear pelas ruas mais famosas, como a Oxford, a Portobello e Piccadilly Circus. Sem falar nas galerias, que também contam com entrada livre, a exemplo da National Gallery e da Tate Modern.

2. Planeje a compra dos ingressos das atrações

London Eye à noite
London Eye é um espetáculo à noite. Foto: Mapa de Londres

Com a internet, antecipar os ingressos das atrações pagas em Londres é sempre uma ótima opção para evitar filas e garantir seu lugar. Isso vale tanto para eventos grandes, como a queima de fogos no ano novo, festivais e concertos, exposições temporárias e eventos esportivos, quanto para assistir a um musical ou dar uma volta na London Eye.

Compra antecipada de ingressos

Para evitar fraudes e garantir os melhores preços, você tem duas opções: comprar os ingressos no site oficial da atração (cada uma tem o seu) ou adquirir todos no site do VisitBritain, o órgão oficial do turismo na Grã-Bretanha. O site reúne as principais atrações da cidade, oferece descontos interessantes e vende as entradas em dólar. Assim você pode comprar todos os ingressos de uma vez só, garantir os melhores preços e poupar muito tempo e trabalho. Confira: Como comprar os ingressos com o VisitBritain.

Além dos ingressos antecipados, há ainda duas maneiras de economizar nos pontos turísticos de Londres, o London Pass e o 2 for 1.

London Pass

Uma delas é o London Pass, um passe para entrar em dezenas de atrações. Ele não vale sempre a pena, mas não custa conferir se ele não faz sentido para você. Dependendo da quantidade de dias e do seu roteiro, é possível economizar comprando com ele – ou, no mínimo, furar a fila em alguns dos passeios.

2 atrações por 1

O 2 For 1 é bem o que o nome propõe: você paga por um ingresso e ganha dois. O único problema é que para isso você não consegue comprar antecipadamente os ingressos e acaba tendo um trabalhinho logístico ao chegar a Londrs. Mesmo assim, para famílias ou grupos, é financeiramente interessante, especialmente para quem fica mais dias na cidade. Leia o post acima para entender bem o procedimento antes de optar por esse caminho.

3. Use o Oyster Card

Fotos: Mapa de Londres
Metrô de Londres vai levar você por todos os pontos da cidade. Fotos: Mapa de Londres

Uma espécie de cartão pré-pago para usar o metrô de Londres, o Oyster Card pode facilitar muito sua estadia em Londres – e ainda garantir uma boa economia de libras. Você pode adquirir o item (no próprio Tube, ou em bancas de revistas e mercados) por cinco libras e carregá-lo para usar por um dia, uma semana, um mês e por aí vai.

Além de praticidade, o Oyster Card garante sempre o menor preço possível para as jornadas pretendidas. Você pode usar o sistema Pay as you go (pagando conforme viaja) ou adquirir um passe semanal, por exemplo. Neste post, a gente explica quanto colocar no Oyster Card dependendo do tempo de permanência em Londres

4. Inclua pubs no seu roteiro

Cheers, Mate! Foto: Mapa de Londres
Pubs são atrações imperdíveis em Londres. Foto: Mapa de Londres

Você sabe o que é um pub? Uma dica: pub não é bar. Public house, nome que dá origem à sigla, é sinônimo para um ambiente de confraternização regado a muita cerveja. A história dos pubs londrinos remonta à herança romana e dos povos anglo-saxões nessa região da Inglaterra.

O fato é que, para curtir Londres como um verdadeiro londrino, a dica é incluir alguns pubs no roteiro. Atualmente, são mais de 50 mil deles espalhados pelo Reino Unido – e os tipos são os mais variados: há aqueles rústicos e tradicionais, outros temáticos, alguns mais modernos. Confira este post: 11 dicas de pubs em Londres.

5. Conheça a história da cidade

St Paul's Cathedral é um símbolo da City of London. Foto: Mapa de Londres
St Paul’s Cathedral é um símbolo da City of London. Foto: Mapa de Londres

Da ocupação romana aos dias atuais, passando por toda a Era Medieval, Londres é cercada de referências históricas. Por isso, é melhor pesquisar um pouquinho antes de embarcar. E depois, não voltar para casa sem conhecer de perto pelo menos algumas delas.

No mínimo, você deve passear pela região de Westminster, para contemplar o Palácio de Westminster (onde fica o Big Ben), o Palácio de Buckingham e a Abadia de Westminster, que abriga as coroações há mil anos. Pode ter certeza de que você sairá encantado.

E se puder, não deixe de visitar a City of London, o berço histórico da cidade e hoje o distrito financeiro de Londres. Ela guarda preciosidades, como a St Paul’s Cathedral (bastião de resistência de Londres na Segunda Guerra), o Monumento ao Grande Incêndio e o Museu de Londres, que conta a história da capital britânica.

E-book com dicas de Londres

Agora que você já tem alguma ideia das principais atrações e dicas de Londres, que tal conferir um roteiro para visitá-las na melhor ordem, com a logística mais adequada? Para ajudar nessa tarefa, disponibilizamos um e-book que contém um itinerário para você explorar o melhor da capital durante sete dias. Ele inclui os melhores museus, parques, galerias, ruas, palácios e monumentos de Londres.

E o melhor é que o roteiro se adapta as suas preferências. Você pode usar nossa planilha especial para adaptar o itinerário como quiser, incluindo passeios ou alterando o número de dias na cidade.

Digamos que você vá ficar quatro dias em Londres. Então basta ler o guia com calma, verificar o que mais lhe atrai e fazer as alterações conforme as suas preferências. Assim a viagem fica com a sua cara, e você vai conhecer a sua Londres, e não a Londres de outra pessoa.

Além do roteiro, o guia traz ainda mais dicas de Londres para economizar nos ingressos, para reservar hotel, para usar o transporte público e para se situar nas estações de metrô. Legal, né? Deixe um comentário!

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários