Comidas típicas da Inglaterra: 5 atrações culinárias para sua viagem

Comidas típicas da Inglaterra: 5 atrações culinárias para sua viagem

A fama da culinária inglesa nunca foi das melhores. Mas isso é passado. Para acabar com essa injustiça, você vai conhecer agora 5 comidas típicas da Inglaterra que são verdadeiras atrações para quem viaja para Londres.

Você já deve ter ouvido falar em Fish & Chips, certo? Esse é o prato típico inglês que serve bem para aquele tio chato xingar a gatronomia britânica sem ter muita ideia do que está dizendo.

Basta saborear um Fish & Chips em um pub inglês para você entender que seu tio está enganado. Por isso, esse é o primeiro prato na nossa lista das comidas típicas da Inglaterra que devem fazer parte do seu roteiro gastronômico em Londres.

5 comidas típicas da Inglaterra

Para absorver a atmosfera de um lugar inexplorado, já é costume entre os viajantes conferir o aroma e o sabor dos pratos locais. Por isso, em sua viagem para Londres, não deixe de experimentar estas cinco comidas típicas da Inglaterra:

1. Fish and Chips

Na Inglaterra, o equivalente ao hot dog americano é o Fish & Chips, o peixe com batatas fritas. A receita é tão antiga e popular que fica difícil saber sua origem exata. Mas o fato é que o peixe empanado, frito, temperado com sal e vinagre de malte, acompanhado de batatas, é imperdível, especialmente em um pub.

Fish & Chips no pub Westminster Arms, perto do Parlamento. Foto: iStock, Getty Images
Fish & Chips no pub Westminster Arms, perto do Parlamento. Foto: iStock, Getty Images

2. Full English Breakfast

Full english breakfast - iStock
O english breakfast é prato intenso para começar o dia. Foto: iStock, Getty Images

Atenção: não saia de Londres sem antes provar o café da manhã típico da Inglaterra, o English Breakfast. Ele é bem reforçado, composto por feijão, ovos, torrada, tomate, salsicha, cogumelos, geleia e duas rodelas de linguiça preta de sangue para completar. É para qualquer um ficar satisfeito.

3. Bangers and Mash

Homemade Bangers and Mash
Uma das comidas típicas da Inglaterras, Bangers and Mash tem origem curiosa. Foto: istock, Getty Images

Este é outro prato típico inglês com raízes históricas. Ele é composto basicamente por purê de batatas e salsicha. A palavra “Bangers” surgiu durante o racionamento de comida durante a Segunda Guerra. Para satisfazer os clientes, os cozinheiros enchiam as salsichas de água e estas explodiam na hora de fritar. Banger!

4. Scotch Eggs

No Brasil, os scotch eggs são chamados de "bolovo". Foto: iStock, Getty Images
No Brasil, os scotch eggs foram apelidados de “bolovo”. Foto: iStock, Getty Images

Uma comida típica dos piqueniques ingleses cuja criação é reivindicada pela loja de departamentos Fortnum & Mason. O prato é bem simples, feito com uma massa frita com carne ou salsicha e incrementada com farinhas e alguns temperinhos. Um ovo cozido completa a iguaria, que você vai encontrar facilmente em Londres.

5. Steak and Ale Pie

Steak and Ale Pie
A torta de carne com Ale é uma boa pedida no pub. Foto: iStock, Getty Images

Muito consumida na Inglaterra, na Irlanda e na Escócia, a Steak Pie tem uma variação interessante que adiciona cerveja à receita. A Steak and Ale Pie, ou apenas Ale Pie, nada mais é do que a torta de carne com cerveja Ale, popular nos pubs de Londres e da Inglaterra. No recheio, podem ser adicionados bacon e cebola. O prato também acompanha batatas e é absolutamente delicioso. Na Irlanda, muito mais popular é a Steak and Guinness Pie, que, como o nome revela, troca a Ale pela Guinness, uma cerveja preta do tipo Stout.

Má fama da comida da Inglaterra

Depreciada pelos italianos, franceses e americanos, a culinária inglesa já foi apontada como uma das piores do mundo. Mas, pouco a pouco, essa história está mudando. Apesar do preconceito, alguns dos chefs de cozinha mais famosos da atualidade têm origens britânicas.

Um fato interessante é que a má fama da comida no Reino Unido começou, justamente, porque os cozinheiros ingleses são muito heterogêneos e incluem nos pratos influências de diferentes países. Assim, nunca houve uma marca forte tão específica em suas raízes culinárias, como no caso dos franceses, que não adicionavam nenhum toque estrangeiro às receitas. Se você acompanha os chefs que listamos ali em cima, sabe que eles fazem questão de ir muito além das comidas típicas da Inglaterra em suas criações.

Outra questão relevante foi o próprio processo de urbanização da Inglaterra. O país se tornou industrializado com maior rapidez, o que restringiu o contato dos britânicos com ingredientes frescos do campo.

Com possibilidades precárias de acesso aos alimentos nas metrópoles, a população passou a consumir enlatados e legumes que não necessitam de refrigeração, como a batata. Até hoje, ela é um elemento típico da culinária local.

O resultado de tudo isso foi a fama de que na Inglaterra só se come fish and chips. Hoje é evidente que isso não é verdade, embora o prato ainda seja adorado no Reino Unido. E vamos combinar: de ruim, ele não tem nada.

Culinária inglesa: chefs que fazem história

Hoje, basta ligar a televisão para se deparar com chefs britânicos que são sucesso no mundo inteiro e cujas receitas podem ser facilmente reproduzidas. Relembre, a seguir, quatro deles:

1. Marco Pierre White

Marco Pierre White
White foi uma das primeiras celebridades gastronômicas da Inglaterra. Foto: Instagram

Mesmo com seu temperamento explosivo, este chef de 54 anos foi o primeiro a se tornar uma celebridade no Reino Unido. É famoso por ter reinventado a culinária moderna, ao misturar elementos europeus com ingredientes e receitas tipicamente britânicas. Apesar de não ser muito conhecido no Brasil, Marco Pierre White foi o mais jovem cozinheiro a receber três estrelas no conceituado Guia Michelin.

2. Gordon Ramsay

Gordon Ramsay
Gordon Ramsay não é conhecido pela simpatia. Reprodução, Facebook

Apesar de não ser um sujeito muito simpático, Gordon James Ramsay, aos 49 anos, é um chef de cozinha britânico que sabe muito bem como ser eficiente. Sua personalidade combina com a fórmula dos reality shows competitivos: não é à toa que já estreou seis programas temáticos de cozinha no Reino Unido e nos Estados Unidos. Ele possui 10 restaurantes na Inglaterra, 10 nos Estados Unidos, dois na França, dois na Itália e dois do Qatar.

3. Nigella Lawson

Nigella Lawson
Nigella Lawson tem quatro livros publicados no Brasil. Reprodução, Facebook

Jornalista e chef, Nigella começou sua carreira gastronômica como crítica de restaurantes. Ela só mergulhou de vez na culinária em 1998, quando lançou seu livro “How to Eat”. Atualmente, mantém seu próprio programa de televisão – o “The Taste” -, e já lançou quatro livros de culinária no Brasil.

4. Jamie Oliver

Jamie Oliver
Jamie Oliver é o mais simpático da nossa lista de chefs. Reprodução, Facebook

Para fechar a lista, não podemos deixar de fora o chef britânico mais simpático e ativista da atualidade. Aos 41 anos, Jamie Oliver já escreveu mais de 10 livros, estreou diversos reality shows e programas culinários de televisão e se tornou mundialmente conhecido pelas receitas práticas e saborosas, que prezam por ingredientes frescos.

O chef também é lembrado por sua forte atuação contra os abusos da indústria alimentícia, especialmente quando o assunto é nutrição infantil. Ele, inclusive, já venceu um processo contra o McDonald’s, que foi intimado a mudar a receita de um dos seus hambúrgueres. Outra de suas investidas contra as redes de fast food tradicionais é sua própria lanchonete em Londres, a Jamie Oliver’s Diner, que vende comida rápida com princípios sustentáveis.

E aí, gostou das curiosidades sobre os chefs britânicos e das dicas de comidas típicas da Inglaterra? Qual é a que você mais tem vontade de experimentar? Deixe um comentário.

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

5 comentários

  1. Quando estive em Londres,em 2014,pude experimentar as comidas típicas citadas e, sem dúvida,pra mim,o fish and chips é simplesmente uma delícia! Amei! Fui,também,no Jamie Oliver’s Diner ,indicado por vocês,onde a refeição servida merece aplausos!