Amy Winehouse, uma estrela de Camden Town

Amy Winehouse, uma estrela de Camden Town

0

Amy Winehouse é uma das vozes mais conhecidas de sua geração e uma estrela que levou seu brilho de Camden Town para o mundo. E infelizmente nos deixou cedo demais.

Amy tinha uma alma retrô que conversava com outros tempos através de suas músicas que seguiam os estilos R&B, blues, jazz e soul. Em suas letras, a busca por reabilitação e o encontro consigo mesma.

Infância de Amy Winehouse

Amy Jade Winehouse nasceu em 14 de setembro de 1983, em Southgate, norte de Londres.

Amy tinha nove anos quando seus pais se divorciaram e ela passou a viver somente com a mãe, Janis, e o irmão, Alex, em Southgate. Aos 12 anos, seu mau comportamento e notas baixas fizeram com que sua mãe a colocasse em um colégio só para meninas. No fim, ela terminou seus estudos na escola Brit Performing Arts and Technology School in Croydon.

Aos 18 anos, Amy Winehouse tinha saído da casa da mãe, em Camden Town, e assinado um contrato com Island Recording. Seu primeiro disco, Frank, foi lançado em 2003 e rendeu indicações ao prêmio Mercury Music Prize, mas não era comercial.

O amor bateu a porta de seu coração em 2005, quando conheceu Blake Fielder-Civil em um pub em Camden Town. Depois de um ano juntos, a separação veio quando Fielder-Civil voltou para sua ex-namorada. O rompimento levou a cantora a depressão e rendeu inspiração para o seu segundo disco, Black to Black.

O álbum que estava cheio de mágoas, ressentimentos, tristeza, drogas e coração partido, vendeu 1 milhão de cópias no Reino Unido, conquistou o prêmio Mercury Music Prize e Brit Award na categoria de Melhor Cantora Feminina Britânica. Apesar do sucesso, as letras dos hits Rehab e Black to Black, mostram como a situação não ia nada bem. O álcool, as drogas e o desejo feminino estava mais presentes do que nunca em sua vida.

Amy Winehouse
Foto: Greg Gebhardt, CC BY 2.0

Descontrole nos palcos e na vida

Em 2007, ela reencontrou Fielder-Civil e eles casaram em Miami, apesar dos protestos da família da cantora. A mulher que escrevia e cantava sobre o jeito selvagem de ser, não conseguiu controlar os seus impulsos e vícios. As drogas e o álcool passaram a chamar mais atenção do que sua carreira profissional e talento.

O casal usava drogas juntos e algumas vezes foram internados, pela família de Amy, para reabilitação. Uma Amy Winehouse sem controle, consumida pela depressão e vícios subia aos palcos e destruía sua imagem e vida. Era um prato cheio para os tabloides ingleses. A confusão e consumo de drogas chega ao fim em 23 de julho de 2011, com a morte da cantora.

Amy Winehouse faleceu em sua casa, aos 27 anos, em Camden Town. O local tinha garrafas de vinho branco espalhadas. Ela estava em seu quarto e a primeira pessoa a encontrar seu corpo foi o seu guarda-costas. A prefeitura de Camden construiu uma estatua, em tamanho real, próximo a sua antiga residência para homenagear a cantora.

Saiba mais

Conheça Camden Town

Veja outros personagens de Londres

Nosso e-book com 7 dias de atrações em Londres:

pequeno-cta-roteiro-do-mapa-de-londres

Deixe seu comentário

Sem comentários